Duas empresas construtoras de peso se retiram do mercado imobiliário de Natal

Airton Bulhões,

  A crise ameaça a construção civil em Natal – duas empresas de grande porte de fora estão demitindo engenheiros, pessoal da área administrativa e a peãozada que vai à  reboque.  Alguns empresários do setor que preferem não se identificar,  acham que  essa  desistência no mercado potiguar, é um acaso. A  retirada das construtoras se dá por um fato genérico,  “é quando não dá certo, “ não emplacou”, outros  apontam que o estoque exagerados de apartamentos, bateu forte no caixa das empresas e para evitar mais prejuízo, estão saindo antes que o barco afunde. Sem falar em outras esquesitices mais.

  O mercado imobiliário natalense – classe média, vive  uma bolha  de ofertas e os compradores são escassos, principalmente quando a  compra é feita diretamente com empréstimos da Caixa Econômica, é uma burocracia tão grande que o comprador não desiste, porque entrou. Tirando  “Minha Casa, Minha Vida”, a coisa anda devagar, só tendo muita necessidade e abnegação.

  Um cliente da  CEF foi solicitar um empréstimo para concluir a construção de seu imóvel, sofreu muito.  A  Caixa chegou a pedir uma certidão ao engenheiro, para  este provar que era engenheiro, só assim liberaria o dinheiro.


Tags: Construção civil Empresas deixam Natal
A+ A-