Névoa entra no mercado internacional com exportação de produtos higiênicos para a Argentina

Airton Bulhões,

   A Névoa uma das principais indústrias de processamento de algodão do Nordeste localizada em Parnamirim começa a exportar para a Argentina a primeira remessa de produtos higiênicos.

  A estratégia da Névoa para entrar no mercado latino-americano é exportar discos fininhos e macios em algodão, muito utilizados para remover maquiagem.

  Inicialmente serão enviados mais de mil pacotes com discos higiênicos para a empresa Bagués, que têm um catálogo com multiprodutos  para revenda em rede, muito semelhante como às marcas Natura e Avon.

  “Estamos vendo algumas questões logísticas de embalagens para tornar a operação viável, além de desenvolver uma embalagem  que comportaria um maior volume sem ocupar tanto espaço para o transporte”, explica o diretor da Névoa empresário  Fabrício Castro Pinheiro (foto).Wb6I0i1.jpg

 A Névoa já é líder no Nordeste na fabricação e distribuição de algodão hospitalar, algodão zig zag, algodão em bolão e algodão para polimento de carro competindo diretamente com grandes indústrias nacionais como a Cremer. Mensalmente chega a processar mais de 50 toneladas de algodão na fábrica de localizada em Parnamirim onde atua com 45 empregados.

SAIBA MAIS

  Fundada pelo pai do empresário, Ricardo Gonçalves Pinheiro a Névoa está há a 32 anos em funcionamento e vem sendo atendia pelo Sebrae/RN desde 2103, com consultorias na área de gestão, adequação do processo produtivo e  inovação tecnológica.

  Com a crise a companhia manteve o ritmo de produção, mas registrou queda na lucratividade, daí a decisão de partir para o mercado externo. “Pretendemos ter uma diversificação de mercado de modo que 30% da nossa produção chegue ao exterior”, salienta Fabrício Pinheiro.


A+ A-