“Seridó Solar” quer atrair investimentos para a região com energia renovável

Airton Bulhões,

    Será realizado nesta quarta-feira  em Currais Novos a instalação do Programa Regional de Desenvolvimento das Fontes Renováveis de Energia do  Seridó "Seridó Solar" com o objetivo  criar e organizar ambientes favoráveis ao investimento na geração de energia a partir das fontes renováveis - solar e eólica. 

  Na região do Seridó, o potencial de geração de energia mais conhecido é o vento da Serra de Santana, na qual foram instaladas algumas dezenas de parques eólicos, com centenas de turbinas (aerogeradores). Uma das iniciativas preliminares é o mapeamento das áreas com potencial energético, ou seja, áreas cujos proprietários desejam saber se serviriam ou não para a instalação de grande porte.

   “Hoje, a Serra de Santana é uma das principais regiões produtoras de energia do Estado, juntamente com a região do Mato Grande e o Litoral Norte potiguar”, explica Darlan Santos, diretor setorial de energia eólica do CERNE.

   Quanto à radiação solar, não chega a ser novidade para o seridoense de que se trata de um elemento abundante no seu dia a dia. No entanto, só recentemente é que o desenvolvimento tecnológico e a evolução do cenário energético global e nacional vêm fazendo do recurso solar uma fonte de energia cada vez mais competitiva.

SAIBA MAIS

O site www.cadastresuaterra.com.br já permite submeter terrenos e propriedades que ficam diretamente disponíveis à consulta por parte das mais importantes empresas do setor.  “É um cadastro simples, que permite que um empreendedor ou corporação energética visualize e analise uma propriedade sem necessariamente visitá-la, desde a sua sede em qualquer lugar do mundo. Mas é importante que o preenchimento seja feito com atenção especial quanto às coordenadas geográficas do terreno”, detalha o gestor de projetos do CERNE, Paulo Henrique Macedo.

  A iniciativa do Centro de Estratégias em Recursos Naturais do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (CERNE)  em parceria com o Sindicato das Empresas do Setor Energético do Rio Grande do Norte (SEERN) e entidades parceiras nacionais e regionais começará a apresentada às lideranças governamentais, empresariais e rurais da região do Seridó em reunião ordinária da Associação dos Municípios do Seridó Oriental (AMSO) e da Associação dos Municípios do Seridó do RN (AMS) e da Associação dos Municípios do Seridó (AMS) e prosseguirá com outras reuniões ao longo da semana, em Caicó e em Currais Novos.


A+ A-