Governo estadual luta para não perder Progás que beneficia indústrias do RN

Airton Bulhões,

     Na luta para não perder o Progás (Programa de Apoio ao Desenvolvimento Industrial pelo Incentivo ao Gás Natural) que beneficia as indústrias do RN, duas frentes de negociação foram formadas para que este benefício concedido não seja mais concedido.

    Na primeira frente a Companhia Potiguar de Gás, representada pelo seu Diretor-presidente Carlos Alberto Santos, Idema (Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte), pelo diretor geral Rondinelli Oliveira, e Sedec (Secretaria de Desenvolvimento Econômico), pelo secretário Paulo Roberto Cordeiro, entregaram à Petrobras no Rio de Janeiro carta proposta e minuta de intenções para continuidade do Progás. Foram apresentados os documentos e solicitaram prazo de sete dias para os entendimentos finais entre Governo e Petrobras.

     Na outra, o governador, Robinson Faria e o deputado federal, Fábio Faria, estiveram em Brasília no Ministério de Minas e Energia, em audiência com o ministro Eduardo Braga, para destacar a importância da continuidade do Progás no Rio Grande do Norte e pedir apoio para manter este subsídio para as indústrias do RN.

  Atualmente utilizam no RN este benefício único no Brasil: Vicunha, Guararapes, Três Corações Natal, Sterbom, Rarus, Nortex, Três Corações Mossoró, Multdia, Coteminas SGA, Coteminas MAC, Fortcola, Refimosal, Porcelanatti (Itagrês) e Vittra.

  O presidente da Potigás, Carlos Alberto Santos também esteve, também, em Brasília. apresentou dados técnicos do Progás para Comissão Parlamentar de Minas e Energia


Tags: Proposta de continuidade e minuta de intenções do Progás são entregues à Petrobras
A+ A-