Natal Cup Sub-15 começa nesta segunda-feira

Edmo Sinedino,

Recebo do meu amigo Ariel Santos, diretor de futebol do ASSU, e um dos profissionais que mais trabalham pelo engrandecimento das bases de nosso Estado, a tabela da Natal Cup Sub-15.

O torneio será aberto nesta segunda-feira (5) com quatro jogos, que serão realizados no campo do Arsenal, em São José de Mipibu e no CT Alberi José Ferreira de Matos, no ABC.

Veja os jogos e compareça, vale a pena ver a gurizada em ação. Eles são a continuação de nosso futebol.

1ª rodada Segunda-feira 05/12

Campo do Arsenal - São José

8h - Nery Sports x Comercial

9h10 - Santa Cruz x Tocantins

No Campo Alberi José Ferreira de Matos - CT do ABC

15h - ABC x Serra Caiada

Folga: Campo Grande

2ª rodada Terça-feira 06/12

No Arsenal - São José

8h - Comercial x Tocantins

9h10- Santa Cruz x Nery Sports

No CT do ABC

15h - Campo Grande x SerraCaiada

Folga: ABC

3ª rodada Quarta-feira 07/12

No Arsenal - São José

8h - Tocantins x Nery Sports

9h10 - Comercial x Santa Cruz

No CT do ABC

15h - ABC x Campo Grande

Depois será divulgada a continuidade da competição, de acordo com a classificação de cada equipe.


A dor e a lição

Edmo Sinedino,

velori_09Fim do velório da Chape.

Impossível não se comover. Até parece que a chuva incessante eram lágrimas vindas do céu.

Fica a esperança, para nós, que todas as homenagens, a solidariedade, a irmandade demonstrada por países vizinhos e distantes, sirva de exemplo daqui pra frente.

Vai servir?

Utópico.

Sei que é quase impossível viver sem utopia, sem sonhar com dias melhores, mas despertamos, sempre, diante de atitudes, palavras e ações que nem esperaram passar sequer um dia da tragédia e já nos cortam a alma.

Já temos que conviver com ações e declarações de dirigentes de clubes, mesquinhos, pequenos, tornando diminuto seu gigante clube do Internacional.

Somos obrigados a engolir ameaças de cartolas estúpidos de uma CBF corrupta e desmoralizada, agora, também desalmada.

Difícil acredita que o verde da esperança da Chape, as lágrimas de dor de mães, pais, filhos, irmãos, amigos, torcedores possam mudar a nossa triste realidade.

Um país comandado por um presidente que quase não compareceu na Arena Condá por medo de vaias (só foi depois da enorme repercussão negativa nas redes sociais).

Que o espírito da Chapecoense, do Atlético Nacional sobreviva, para sempre, em todos nós que fazemos esporte.

Que esse cancro de caráter de querer tirar vantagem em tudo possa ser, pelo menos, bem mais combatido daqui em diante.

*Foto: Agência Brasil


ABC/Nossa Terra a um empate do título de futsal

Edmo Sinedino,

futsal1_09A equipe do ABC/Nossa Terra deu um grande passo para a conquista do Campeonato Norte-Rio-grandense de Futsal Adulto 2016.

O alvinegro, jogando fora de casa, em Alto do Rodrigues, bateu o representante da cidade por 5 a 3, precisando agora somente de um empate para se sagrar campeão estadual.

O Futsal do ABC pode fechar um ano de ouro, de conquistas em quase todas as categorias, e até modalidades, como futsal e Fut7.

Os gols da vitória foram marcados por Beleu (2), Walber, Sabará e Betinho. O treinador do Alvinegro, Iberê Barreto, escalou a equipe com: Bizinho, Maxwell, Sabará, Rogério e Betinho. Depois entraram: Preto, Cleudisson, Beleu, Walber, Paulinho, Jailton e Carlinhos.

Com o triunfo, o Clube do Povo fica a um empate do título. A segunda e decisiva partida está marcada para a próxima terça-feira (6), às 21h, no Ginásio do DED, no bairro de Candelária.

Fonte: site do ABC



Lúcio Flávio pode trocar o ABC pelo Joinville

Edmo Sinedino,

Ao ver essa notícia no Globoesporte catarinense, acho, me vem logo uma indagação: o sempre tão correto Lúcio Flávio, o perfeito, o bom caráter, o mais decente dos jogadores, o sempre tão elogiado informou aos dirigentes do ABC que estava negociando com o Joinville?

E negociações bem adiantadas. A não ser que seja falsa a notícia do portal de futebol.

Meio fora do ar nas últimas horas, tentando esquecer, ainda, a tragédia da Chape e do povo catarinense, não sabia da informação.

Um torcedor, daqueles chatos, bem chatos mesmo, foi quem deu a notícia ao amigo Bora Porra.

E ainda lamentou profundamente, falando da enorme perda do ABC e ainda decretando “Lúcio Flávio joga para o time”.

Bora Porra, para não perder a chance, arrematou: “só se for para o time adversário”. Bom, daí surgiu uma discussão amigável sobre o rendimento do jogador.

Bem, o que fica estranho para mim, pelo menos, é que o meia de 37 anos estava acertando com o ABC e deixou no ar uma quase certeza de permanência.

Essa mudança me surpreende.

Não creio, no entanto, que o clube potiguar tenha qualquer prejuízo com a saída dele. É o que acho.

Veja:

Joinville busca experiência para 2017 e negocia com o meia Lúcio Flávio

pós apresentar o novo técnico e o gerente executivo de futebol, na manhã da última sexta-feira, o Joinville iniciou o próximo passo para a reformulação depois da queda à Série C do Campeonato Brasileiro de 2017: a montagem do elenco. Aldair e Tinga estão nos planos do JEC, assim como Lúcio Flávio, que negocia com a diretoria do time preto, branco e vermelho.

De acordo Jony Stassum, presidente do Tricolor, as conversas entre o clube do Norte de Santa Catarina e o jogador de 37 anos estão bem adiantadas. O desfecho pode sair nos próximos dias.

- Estamos negociando com o Lúcio Flavio, sim. A negociações estão bem avançadas. Então na próxima semana a gente já tenha a novidade dentro daquilo que a comissão técnica pensa de referência. E o Lúcio Flávio, pelo que fez no futebol, é uma referência, sem dúvidas - contou o cartola.


*Fonte: Globoesporte.com


Os campeões da areia

Edmo Sinedino,

Galinhos sagrou-se campeão do futebol de areia. Parabéns a essa competente rapaziada. Bateu Nova Cidade de 6 a 1 na final com a Arena Pirangi lotada.

O América de Dunga e André Bigode (para variar foi o artilheiro da competição com dez gols) ficou com a terceira colocação.

Muito bacana ver uma modalidade crescer de novo. Jogadores vencedores, conhecidos nacional e internacionalmente são os grandes responsáveis por esse sucesso.

Como jornalista esportivo, meu agradecimento a André, Dunga, Marliano, Luquinha, a todos esses bravos guerreiros.

Vou ficar na torcida para que não surjam dirigentes e bicões querendo ser maiores que os atletas e a própria modalidade.



Uma vergonha para o valente Colorado

Edmo Sinedino,

Enquanto o mundo do futebol homenageia o desconhecido mais conhecido clube do mundo, a pequenez dos cartolas brasileiros continuam.

O presidente Vitório Piffero, nome sugestivo e apropriado, do Internacional, deixa mais vermelha, mas de vergonha, a torcida colorada.

Ele diz e quer convencer que não tem clima para a realização do fim do Brasileirão, isso depois de uma tentativa pífia (Píffero) de tentar encontrar jogador irregular no Vitória.

Eu preferia mil vezes, se fosse presidente de um clube da primeira divisão, vê-lo descer para a segunda do que essa demonstração, num momento tão especial e triste, de total falta de vergonha na cara.



Um ano de conquistas e derrotas

Edmo Sinedino,

O ano foi de pancadas, mas também de conquistas. Com o acidente, a tragédia da Chapecoense, o ano de 2016 fica para sempre marcado negativamente.

No plano local, mais perdas que ganhos. A nossa FNF de José Vanildo continua dando show de incompetência.

Competente, somente na hora de fazer divulgação de seus atos, insignificantes, alguns, mas supervalorizados.

Acha que salvou-se pela vinda da seleção de Tite. Tudo bem, maravilha, mas só serviu para deixar mais evidente o despreparo da administração de nossa Arena das Dunas e da própria FNF.

Passamos mais uma vergonha.

É assim. Fracasso no profissional, campeonato fraco, sem atrativos, péssimo para o futebol feminino, torneios relâmpagos para  as bases – reside aí a explicação da pífia campanha na Copa NE sub-20 – e, de novo, inexistente para o futebol amador.

Zé Vanildo, no entanto, bem provável, terá novamente o voto de seus amigos da imprensa para se eleger dirigente do ano.

Seria cômico, não fosse trágico.

O América sofreu o baque maior de sua história com o rebaixamento para a Série D, o ABC, todavia, conseguiu o acesso à B.

O esporte do RN, porém, na contramão do futebol, foi muito bem. Tivemos o futsal de volta, campeonatos de Fut7, futebol de areia e o brilho do handebol de areia que tive a honra acompanhar de perto como assessor da FNH.

Terminamos o ano com competições para muito público, foi assim na Arena Pirangi do futebol de areia, nas cinco etapas de areia do handebol, ainda falta uma de quadra, e nos campos de soçaite lotados para ver o Fut7.

Foi para balancear. Infelizmente, a briga no basquete continua e a federação de voleibol não se mexe, e realiza somente competições elitistas.

O voleibol até conseguiu resultados especiais, mas em competições escolares – JUBs, JUVERNs -, mas nada feito pela FNV.

Quem sabe, em 2017 apareçam novidades, e as federações que não funcionaram possam seguir os bons exemplos.

Claro, não podemos esquecer o sucesso dos JERNs, reeditado, vitaminado, mostrando a força do desporto escolar, com a equipe da Codesp dando show mesmo sem contar com o apoio integral da Secretaria de Educação.



O ABC ainda precisa contratar mais seis jogadores

Edmo Sinedino,

levy_09Vi no site oficial. O ABC já tem 22 jogadores em seu plantel. Falta pouco para fechar o elenco.

Mas a gente também se pergunta se todos os que estão no grupo têm condição, de verdade, de disputar a Série B?

O alvinegro ainda precisa contratar mais um ala direita. Pelo menos mais dois meias de qualidade.

Um deles tem que ser também meia atacante, e dois atacantes, um que faça beirada e outro que jogue mais fixo.

Talvez ainda seja necessário mais um zagueiro. O clube está bem servido de volantes.

Três de pegada – Pedra, Márcio Passos e Jardel – e dois de saída – Guedes e Arês. E ainda tem um que pode fazer as duas funções, o Márcio.

O ABC deve anunciar a renovação de Lúcio Flávio e, claro, a contratação de um outro meia. A não ser que todos achem que o veterano jogador vá suportar toda a Série B.

O último reforço anunicado foi o bom ala Levy, que veio do Remo.

Vamos esperar e ver.

Confira a lista completa:

Goleiros: Edson, Jota e Júnior Beliato;

Laterais: Levy, Luiz Felipe, Marquinhos e Romano;

Zagueiros: Léo Fortunato, Cleiton, Tiago Sala e Vinicius;

Volantes: Anderson Pedra, Felipe Guedes, Márcio Passos, Arêz e Jardel;

Meias: Erivélton, Chiclete e Fábio Gama;

Atacantes: Nando, Leozinho e Dalberto.



Minha torcida pelo Atlético Nacional de Medellín

Edmo Sinedino,

atletico1_09Dia 14 dezembro teremos o Atlético Nacional de Medellín no Mundial da Fifa.

Campeão da Libertadores o time colombiano entra na semifinal 2 e enfrenta Sundowns ou Campeão japonês ou ainda o Auckland.

Minha torcida toda para essa equipe que deve ficar para sempre na memória do  povo brasileiro, principalmente do povo catarinense.

Que o Atlético Nacional de Medellín chegue à final e bata o poderosos Real Madrid, muito provavelmente, seu adversário na final.

Vai ser um dia muito feliz para mim, e muita gente, tenho certeza, se isso acontecer. Essa final está marcada para o dia 18/12, no Yokohama International Stadium, no Japão.

O Club Atlético Nacional S.A. é uma equipe colombiana de futebol da cidade de Medellín. Também são chamados de verdolagas.

O clube foi fundado em 1947, é um dos mais populares da Colômbia, o maior campeão nacional com atualmente quinze títulos, e é reconhecido pela FIFA um dos times clássicos do futebol.



ABC/Nossa Terra x Alto do Rodrigues na decisão do futsal

Edmo Sinedino,

Definidos os finalistas do Campeonato Norte-rio-grandense Adulto de Futsal. Um deles, favorito, era esperado, o outro, uma grata surpresa numa competição que tinha AABB, Cadet/Touros, Macau e Goianinha como favoritos, além do ABC.

Pois é minha gente: ABC/Nossa Terra x Alto do Rodrigues. Os dois clubes se enfrentam em duas partidas para conhecermos o campeão.

O primeiro confronto será em Alto do Rodrigues, o jogo da ida, neste sábado, dia 3 de dezembro. O jogo da volta, a vantagem do ABC, será na terça-feira, dia 6, no ginásio Marcelo Carvalho – DED -, em Candelária.

O Alto do Rodrigues duas vezes o até então favorito Cadet/Touros, equipe de melhor campanha da primeira fase no Grupo B – 7 a 5 e 7 a 3.

O ABC/Nossa Terra confirmou o favoritismo, e depois do empate em Macau, 3 a 3, goleou no jogo da volta de 5 a 0, na última terça-feira, no DE.

Façam suas apostas! Dá para cravar o ABC/Nossa Terra como grande favorito? Olha que a brava equipe de Alto do Rodrigues eliminou a AABB, que pintava como finalista.



Reforço para o gol do América veio da Bulgária

Edmo Sinedino,

golei1_09A minha preocupação é saber quem indicou. Vale lembrar que essa posição, goleiro, foi determinante para o rebaixamento do América.

Doída, mas verdade.

Portanto, acho que seria de muito melhor senso, neste momento, a contratação de um  conhecido e experiente goleiro.

Mas, desejamos sorte ao estrangeiros Vinícius.

Veja abaixo:

Oriundo das categorias de base do Atlético-PR, o goleiro Vinicius Barriviera (31) é mais o mais novo contratado do América para a temporada 2017. Atleta de dupla nacionalidade - Brasil/Itália -, Vinícius contabiliza passagens por equipes de base da seleção brasileira, Vitória-BA, Vila Nova-GO e estava atuando no futebol búlgaro defendendo as cores do Litex Lovech, equipe da primeira divisão nacional.

Pelo Atlético-PR, Barriviera conquistou 2 títulos parananense (2005 e 2009). Pelo Vitória-BA levantou a taça do "Baianão" e da Copa do Nordeste em 2010. Já na Bulgária, pelo Litex Lovech, conquistou a Liga Búlgara (2010/2011) e a Supertaça Búlgara em 2010.

FICHA TÉCNICA

Nome: Vinicius Barriviera

Nascimento: 19/07/1985 (31 anos)

Dupla Nacionalidade: Brasil/Itália

Altura/Peso: 1,91cm/88Kg

Posição: Goleiro

Clubes: Atlético-PR, Vitória-BA, Vila Nova-GO e Litex Lovech-Bulgária

*Foto: reprodução do site do América


Artur Maia marcou o gol mais bonito de nossa Arena da Copa

Edmo Sinedino,

camila1_09Artur Maia, alagoano, sem chance no Vitória da Bahia, veio para o América.

Em pouco tempo se tornou ídolo da equipe.

Foi dele o gol mais bonito já marcado na nossa arena da Copa.

Marcado contra o Globo. A imprensa nacional o chamou, naquela ocasião, de "Artur Mairadona".

Terminada a temporada, valorizado, o meia deixou o América e foi vestir a camisa do Flamengo.

Até jogou algumas partidas, mas não se manteve no rubro-negro tão exigente com nordestinos.

Estava na Chapecoense, não era titular, mas sempre costumo dizer que jogadores talentosos são vítimas do enfeiado futebol brasileiro.

Acho que Artur era um desses.

Na tevê Ponta Negra, ao lado de Camila Dantas, final do ano, tive a oportunidade entrevistar o Artur Maia.

Ele estava deixando a nossa cidade.



"Encontrei" e perdi, em uma semana, talvez duas, o potiguar Gil

Edmo Sinedino,

gil2_09Tem pouco mais de uma semana, a partir de uma informação de um amigo, via zap, fiquei sabendo que Gil era potiguar.

José Gildeixon Clemente de Paiva, 29 anos, nasceu em Santo Antônio do Salto da Onça. E cresceu em Nova Cruz.

Gil era irmão, essa informação fiquei sabendo só após o acidente, ele era irmão, mais novo, de Geraldo Madureira, meia habilidoso que defendeu o ABC,

Antes, claro, nunca tinha prestado atenção no jogar Gil, em seu futebol. Claro, depois disso, o vi em campo.

E certamente, pelo seu histórico, tenho certeza de que vivia seu melhor momento.

Perdi a chance de vê-lo mais de perto, mais vezes, e torcer por ele, coisa que certamente faria.

Que triste!

Mais triste ainda ver o sofrimento de seus pais, dos seus amigos, e saber que ele deixa órfãs duas menininhas, um de dois e outra de quatro anos.

Fico imaginando a dor dessa esposa-mãe, pois cada vez que olhar para as filhinhas vai pensar no que dizer a elas sobre seu pai.

A dor dos irmãos, dos pais que precisaram, os dois, serem levados, em choque, para atendimento no hospital.

Por fim, o depoimento emocionado de uma moradora da cidade, amiga da família, afirmando ser Gil um bom homem,  bom pai, filho e marido.

De cortar o coração!

PS: eu sempre estou procurando, descobrindo, divulgando jogadores potiguares pelo mundo, pois muito deles passam por nossos clubes sem que tomemos, imprensa, conhecimento. A nossa política ao avesso.



A Chapecoense vive!

Edmo Sinedino,

chapeco1_09Passei toda essa quarta-feira cinzenta, triste, falando sobre o desastre da Chapecoense.

Todas os aspectos já foram debulhados, repetidos à exaustão.

O lamento é justo por esse momento especial que vivia a equipe catarinense. O seu crescimento, suas ascensões nos últimos anos.

Homenagens em todo o mundo. Merecidas, claro.

No entanto, sei da dor dos torcedores, do sonho interrompido e tudo o mais, no entanto, nada mais vai parar a Chape instituição.

Se já estava na história do futebol brasileiro, agora, muito mais.

A Chapecoense dificilmente deixará de ser grande. Até porque esse acidente fatal criará um vínculo indestrutível de agora em diante.

Parei um pouco esse noite para pensar, mais um pouco, em cada uma das pessoas, dos seres humanos que perderam a vida nesse vôo.

E mais que neles, fico imaginando as dores dos pais, mães, filhos, filhas, irmãos, irmãs, amigos, a multidão de gente que está insone desde a madrugada da quarta com esse vazio na alma.

Com essa impressão de que vive um pesadelo.

Me preocupo com a dificuldade que esses entes queridos, muito mais pais, mães, esposas e filhos, vão ter daqui para a frente.

Como serão suas festas de final de ano e nos próximos anos. Mas festas, que festas?

As casas que se embelezavam para receber seus orgulhos, as cidades que se preparavam para homenagear seus heróis.

Todos silenciarão, murcharão, e terão, sem dúvida, viverão, os dias mais tristes de suas existências.

Vai ter sim homenagem, vai, mas de uma maneira, diferente, triste, doída, magoada.

Só espero que as pessoas que vão continuar fazendo essa instituição - empresários, políticos, torcedores, admiradores -,  nunca se esqueçam dos que pereceram nesse trágico acidente.

Mantenham seus nomes, suas histórias, sempre, guardadas num lugar especial para que as próximas gerações possam sempre agradecer.

Chapecoense, creio, será para sempre, mas me preocupa sim o destino de todos os dependentes que perderam entes de sua sustentação e apoio.

E falo de jogadores, profissionais de apoio ao clube, jornalistas, admiradores, torcedores, dirigentes...

Espero que eles nunca sejam esquecidos.



Façam suas apostas: quais serão os finalistas do futsal?

Edmo Sinedino,

O Campeonato Norte-rio-grandense Adulto de Futsal prossegue nesta terça-feira com os decisivos jogos, da volta, das semifinais.

ABC/Nossa Terra x Macau. Cadet/Touros x Alto do Rodrigues.

Alto do Rodrigues FC continua a surpreender. Na primeira partida da seminal, no último sábado, no seu Ginásio Ivanildo Bezerra, venceu o Cadet/Touros de 7 a 5.

Uma boa vantagem, pois agora joga pelo empate na partida desta terça-feira (29), em Touros.

O ABC/Nossa Terra arrancou um empate de 3 a 3 em Macau. Nesta mesma terça-feira (29), no ginásio do DED, em Natal, precisa de vitória simples para passar à final.

A mesma coisa serve para a forte equipe da terra das salinas. Um jogão de arrepiar. Um, não, dois.

Façam suas apostas.



Mirim Feminino de Voleibol da FNDE em destaque

Edmo Sinedino,

voleibol1_09Fim de ano. Dever cumprido. Felicidades, algumas tristezas, mas é o esporte.

E tudo isso faz parte.

Na falta de atuação da Federação de Voleibol, destacamos o evento mirim feminino da Federação Norte-rio-grandense de Desporto Escolar.

A FNDE chegou em muito boa hora para preencher lacunas de nosso esporte.

Que bom!

O campeão foi o CEI/Romualdo Galvão, segundo lugar o Colégio Marista, com o Colégio das Neves em terceiro.

Atletas Destaques da categoria Mirim Voleibol FNDE - 2016.

- Luísa Sores (CEI/Romualdo)

- Júlia Porcino (Marista)

- Ana Leticia Mendes (Neves)

Parabéns atletas, professores e Escolas pela brilhante participação na competição pela lição de amor ao esporte acima dos interesses.



Osmar, veterano ala, reforça o América

Edmo Sinedino,

osmar1_09O América anunciou Osmar. O veterano ala que, inclusive, já defendeu ABC e América. Nos dois clubes ele teve passagem apagada.

Aos 34 anos, Osmar vem de um campanha vitoriosa na Série D. Antes do Voltaço, no Mineiro, disputou 11 jogos pelo Tupi.

Na Série D, entrou em campo 15 vezes e foi campeão. Espero que esteja, agora, bem melhor que da última vez que atuou em Natal.

Veja abaixo:

O Departamento de Futebol do Mecão acertou a contratação de mais um reforço para a temporada 2017. Trata-se do lateral direito Osmar, de 34 anos, campeão da Série D com o técnico Felipe Surian defendendo o Volta Redonda-RJ.

O atleta, que também fez parte do time do Tupi-MG que ascendeu à Série B em 2015, já vestiu a camisa do América, quando disputou as competições do primeiro semestre em 2011.

Osmar inicia os trabalhos junto com o grupo no dia 6 de dezembro

FICHA TÉCNICA

Nome: Osmar Coelho Claudiano

Nascimento: 23/02/1982 (34 anos)

Naturalidade: Varginha-MG

Altura/Peso: 1,76cm/69Kg

Posição: Lateral direito

Clubes: América-MG, Santa Cruz-PE, Sport-PE, São Caetano-SP, Portuguesa-SP, Vila Nova-GO, ABC, América-RN, Icasa-CE, Red Bull Brasil-SP, ASA-AL, Treze-PB, Tupi-MG e Volta Redonda-RJ.



O projeto do Baraúnas

Edmo Sinedino,

joao1_09Uma grande sacada da direção do Baraúnas, se confirmada, a parceria com os irmãos Mossoró – Marquinhos e Márcio-, além do Zezinho que é funcionário do Leão.

O investidor seria Márcio Mossoró, vitorioso atleta que joga fora do Brasil há mais de uma década.

Mais interessante ainda quando, no projeto, aparece o nome do empresário João Maria Belmont, responsável por montagens de equipes vitoriosas.

Vale lembrar que foi o João Belmont que montou, junto com Paulinho Freire e Flávio Anselmo, além do treinador Diá, o time do Alecrim que conseguiu acesso à Série C em 2009.

Seria montada uma estrutura para médio e longo prazo, futuro com vistas à Copa do Nordeste e Copa do Brasil, mas não de forma imediata.

Se esse projeto, a intenção é real, comemoremos, pois pela primeira vez se pensa num trabalho realmente que possa dar bons frutos.



Depois do sucesso dos JERNs, Codesp inicia disputa dos JEEs

Edmo Sinedino,

hande3_09Depois do sucesso estrondoso dos JERNs, a equipe de professores da Codesp, dirigida pelo professor Gileno Souto inicia a disputa dos JEEs.

A primeira edição começa de forma especial, atingindo todas, e até superando expectativas e metas.

O basquete, no ginásio do DED, abriu as disputas na última sexta-feira. O evento vai se estender durante toda essa semana.

O torneio estudantil reune 1.950 estudantes de 89 escolas da rede estadual de ensino. Estão participando equipes de todas as regiões do Estado.

Ao longo de uma semana, os atletas disputarão as modalidades de basquete, futsal, handebol de areia, voleibol, voleibol de duplas, judô, taekwond, atletismo, badminton e xadrez.

As disputas acontecem em ginásios esportivos localizados em Natal, envolvendo estruturas como a do Marcelo Carvalho, do CAIC de Lagoa Nova e do Aero Clube de Natal.

Os jogos buscam promover o congraçamento entre as escolas estaduais e a revelação de novos atletas para o esporte potiguar. Os Jogos de Escolas Estaduais substituem o antigo Campeonato de Escolas Estaduais e Municipais (Ceems).

Mais uma vez, mesmo diante da crise, a equipe da Codesp demonstra sua dedicação nessa força-tarefa de não deixar o esporte escolar perecer.

basque1_09


Santa Cruz repatria o meia Jean Natal

Edmo Sinedino,

jean1_09Estou com uma leve impressão de que o Santa de meus amigos Quebrinha e Lupércio Segundo querem “beliscar” um algo mais no Estadual.

Mais um reforço de peso chegando.

Veja abaixo:

Jean Natal, ex-Corinthians e Portuguesa, acerta retorno ao Santa Cruz de Natal

O meia Jean Natal é mais um reforço confirmado pelo Santa Cruz de Natal para o Campeonato Potiguar 2017. Chega para brigar pela camisa 10 na equipe do técnico Higor César. O jogador de 24 anos pertence ao Tricolor e estava no Comercial-SP, pelo qual disputou a Copa Paulista.

Jean tem passagem pelas categorias de base do Corinthians e da Portuguesa entre 2009 e 2012. Como profissional, o atleta da Brazil Sports defendeu Flamengo-SP, União Barbarense, São Paulo-RS, Piauí, América-RN e Votuporanguense, pelo qual disputou o Campeonato Paulista da Série A-2 deste ano.

Foto e texto: Assessoria de Imprensa

1-20 de 6180