Definidos os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil

Edmo Sinedino,

Quem será que passa adiante nos confrontos das quartas de final da Copa do Brasil?

Veja a matéria

Definidos os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil

Na tarde desta segunda-feira, foram definidos os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil, em sorteio realizado na sede da CBF, no Rio de janeiro. Nesta fase do mata-mata, apenas o Bahia está na competição desde o começo. Os outros sete clubes entraram nas oitavas de final por estarem na Libertadores, e avançaram às quartas.

Destaque para o clássico regional entre Atlético-MG x Cruzeiro. Palmeiras x Internacional também promete ser um grande jogo.

Confira os jogos das quartas de final da Copa do Brasil (em negrito, os times que definirão o confronto em casa):

Bahia x Grêmio
Flamengo x Athletico-PR
Atlético-MG x Cruzeiro 
Internacional x Palmeiras

O chaveamento até a final já foi definido. Quem se classificar de Bahia e Grêmio, enfrenta o vencedor de Flamengo x Athletico-PR. Já quem passar de Atlético-MG x Cruzeiro pega quem passar de Palmeiras x Internacional.

As datas definidas para as partidas são os dias 10 e 17 de julho, logo após o fim da Copa América, marcado para o dia 7.

Assim como em 2018, igualdade no placar agregado, independentemente do número de gols feitos por um time como visitante, levará a decisão para as  penalidades máximas.

Fonte: O lance


CBF divulga tabela detalhada e América deve jogar na segunda-feira (17)

Edmo Sinedino,

Chega a ser deprimente a falta de ação e de relevância do presidente da FNF, José Vanildo da Silva. Mais cedo ele afirmava que seu contato na CBF não via motivo para mudança na tabela e confirmava a partida de domingo contra o Bahia de Feira de Santana.

No final da tarde, começo da noite, a notícia contrária à afirmação de nosso cartola. O STJD decidiu julgar nesta quarta-feira, o caso do volante Edimar, do clube baiano que, supostamente, teria jogado de forma irregular. Portanto, a CBF adia o duelo do América e ainda sem data definida.

O jogo pode até ocorrer na quarta-feira, mas aí, e se o Bahia ou América, quem perder recorrer, como é que fica? Tem tempo hábil para ser julgado o recurso mantendo a partida para o meio de semana?

O presidente do América, Eduardo Rocha quer pressa, e espera que tudo se resolva na sexta-feira e a partida possa ser marcada já para a segunda-feira (17) para que haja tempo de descanso dos jogadores mantendo o segundo duelo para o domingo.

A CBF já publicou em seu site a tabela detalhada de toda segunda fase da Série D com a partida do América prevista para a segunda-feira (17). O dirigente pretende nesta terça-feira obter informações e esclarecimentos junto à diretoria de competições da entidade.



Esse Mauro Naves é um bom filho da...Globo

Edmo Sinedino,

naves123_09O que têm em comum Neymar, Andres Sanchez, Mauro Naves e o ex-advogado da moça acusasa de ter estuprado o Neymar? Digam vocês, pesquisem vocês. Minha gente, que mundo podre é esse?

Juca Kfouri fez postagem dizendo que a Globo errou ao punir o Naves por, inocentemente, ter dado o telefone de um santinho para outro. Juca voltou atrás, como todo bom jornalista faz, viu uma matéria do blog do Paulinho. Estarrecedoras ligações.

Hoje, nas redes sociais, uma imagem do Mauro Naves, da “família global galvaniana”, aparentemente embrigado dizendo palavras de baixo calão contra o comentarista Neto, ao mesmo tempo que faz apologia à Globo.

Minha gente, o cara tem ligações com Neymar, com Sanches, com Paulinho (ex-seleção), com o ex-advogado da modelo. E tudo isso, imaginem, a famiglia Marinho não sabia.

Até quando Globo e os Marinhos, CBF, empresários pústulas, congressistas canalhas, parte do judiciário corrompido e apodrecido vão ficar impunes no Brasil?

Veja abaixo:

Mauro Naves é sócio de ex-advogado de modelo que acusa Neymar de estupro

Informação foi publicada pelo Blog do Paulinho; versão oficial é de que o jornalista tinha sido afastado por fornecer o contato do pai de Neymar ao advogado

Mauro Naves foi afastado de suas funções na TV Globo

Foto: Reprodução/Internet

Da Redação - Super FC

Afastado da TV Globo por envolvimento no caso de acusação de estupro contra Neymar, o repórter Mauro Naves seria sócio do ex-advogado da suposta vítima do craque brasileiro. A informação é do Blof do Paulinho. A versão oficial é que o jornalista tinha sido afastado apenas por fornecer ao advogado José Edgard Bueno o telefone do pai de Neymar, com a anuência do próprio. Mas, segundo a publicação, Mauro Naves teria tentado abafar o caso.

Mauro Naves é proprietário de um conceituado restaurante em São Paulo ao lado de José Edgard e do presidente do Corinthians, Andres Sanches. O vazamento da conversa entre José Edgard Bueno e a modelo Najila Trindade, que acusa Neymar de estupro, complicou a vida do jornalista. Sua demissão é avaliada pela  emissora.

Na data em que foi afastado, William Bonner anunciou a decisão da emissora no Jornal Nacional e afirmado que o jornalista estava sendo afastado porque passou o número de telefone de Neymar pai  para José Edgard Bueno, primeiro advogado de acusação do caso.

De acordo com o colunista Daniel Castro, do “UOL”, a direção da Globo está convicta de que Mauro Naves sabia antes de todos que o camisa 10 da seleção sofria uma acusação de estupro, mas não noticiou.



Não só o Brasil, o futebol pede socorro no mundo; Portugal e Holanda, final agonizante...

Edmo Sinedino,

Que mediocridade essa Liga das Nações. Digo isso, mas bem sei que devem estar rasgando elogios aos portugueses pela conquista.

Que timeco covarde esse da Holanda. Gente, não fez um lance decente de ataque, até que tomou o gol. Aliás, quando sofreu o primeiro, e único, graças a incompetência dos Ronaldinos, já merecia ter levado uns três.

Duas seleções que, não sei como, chegaram à final. E sob aplausos da grande imprensa. A mesma que disse que o Brasil deu um show contra a poderosa Honduras.



Não tinha mais clima, Sérgio Soares errou demais e deixa o comando do ABC

Edmo Sinedino,

serigiosoares1_09Deixa eu dizer uma coisa: me desculpe o Sérgio Soares, não o conheço como pessoa, como treinador também não, afinal não dá para se conhecer de longe um trabalho de um cara, mas, sinceramente, pelas besteiras que ele fez no comando do time alvinegro diria que, sem dúvida, ele entra na lista dos piores que já passaram por nossas terras.

Gente, nunca vi tantos erros primários, tinha até medo de parecer leviano, mas não era possível que aquelas escalações esdrúxulas, as opções, as mexidas que ele realizou durante as partidas. Não, não, ele não podia estar no senso normal.

O cara assinar embaixo a contratação de um jogador de mais de 30 anos parado há mais de ano. Não enxergar a limitação do Sagredo, tirar Luan e Anderson do time; fazer Jefinho jogar ao lado de Hélio Paraíba, foram tantas as bobagens que, logicamente, o ABC não podia ganhar.

A situação é muito difícil, todos nós sabemos, mas ainda dá tempo de reverter. Vamos esperar para ver qual será o nome escolhido pela diretoria para tentar colocar esse barco no rumo certo. Não nego, festejei a saída de Sérgio Soares, mesmo sabendo que troca de treinador não é coisa que se deva comemorar, pois sempre provoca traumas e dificuldades.

Uma coisa que me chamou a atenção: não vi torcedores xingando o Sérgio Soares e nem pedindo a sua saída. Fico imaginando se essa sequência de derrotas fosse com um treinador caseiro - Ranielle, Diá, Luizinho Lopes, Hígor César...

Veja abaixo:

Sérgio Soares não é mais o treinador do Mais Querido

Sérgio Soares não é mais o treinador alvinegro para a sequência da temporada. O técnico se reuniu com a diretoria abecedista neste domingo (9), e comunicou a decisão de deixar o comando do Clube do Povo.

“No futebol, temos de saber a hora certa de tomar as decisões. Pedi para sair, pois entendo que os resultados não apareceram. Não faltou trabalho, dedicação diária em busca dos objetivos traçados, mas as coisas não aconteceram. Agradeço a todos, diretoria, atletas, comissão técnica, torcida, funcionários, mas chegou a hora de sair. A diretoria ainda tentou contornar, mas minha decisão é irreversível”, comentou Sérgio.

O presidente do Mais Querido, Fernando Suassuna, falou sobre a decisão do treinador. “Trouxemos o Sérgio para o ABC, pois sabemos da qualidade do profissional, um técnico vitorioso, e entendemos que era o nome ideal para levar o clube ao acesso, nosso principal objetivo. Infelizmente, no futebol, as vezes as coisas não acontecem como planejado. Conversamos e aceitamos a decisão, pois o momento realmente necessitava essa mudança. Futebol é resultado, caminho de uma única via. Agradecemos ao ético e profissional trabalho de Sérgio e desejamos sucesso para a sequência de sua carreira”.

Agora, o presidente, Suassuna, trabalha junto com a diretoria para definir o novo comandante para o Alvinegro visando o restante da disputa do Campeonato Brasileiro da Série C 2019, focado na classificação, pois ainda temos chances matemáticas e só dependemos da performance da nossa equipe.

Fonte: site do ABC

*Foto: Andrei Torres/ABC FC



América goleia Serrano de 8 a 0 e enfrenta o Bahia de Feira no primeiro "mata-mata"

Edmo Sinedino,

maxgol1_09O América fez sua parte. Goleou como devia na sua última partida e garantiu vaga para a próxima fase, com o direito de fazer o segundo jogo em casa. 8 a 0, gols de Joazi, Roger Gaúcho (2), Max (foto), Murici (2), Adenilson e Geninho.

O adversário será o Bahia de Feira, vice-líder do grupo americano, primeira partida em Feira de Santana, domingo (16).

Nas duas partidas que fez contra o time baiano, o América empatou sem gols, em casa, e venceu na Arena do Cajueiro, 2 a 1.

Não dá para fazer qualquer tipo de análise contra uma equipe que perdeu todos os seis jogos que disputou, tomando 28 gols. Portanto, o time rubro fez o que devia fazer, tirou proveito e carimbou a maior goleada da competição.

O treinador Moacir Júnior ainda aproveitou para fazer observações e até reabilitou, digamos assim, um atacante que estava em baixa, e sem chances na equipe, o Murici, que acabou marcando duas vezes. 

Outra boa aparição foi do ala esquerdo, deslocado, Vinícius que esteve bem, com boas passagens e participação efetiva de ataque. Destaque também para o zagueiro Geninho pelo golaço que marcou, já que o time paraibano não incomoda no ataque.

Enfim, um treino de luxo, como costumavam dizer os velhos narradores. Minha expectativa, e espero muito, que o treinadro Moacir Júnior, mudando de fase, não altere a forma vertival e positivista com que o América vem se portando.

*Foto: Lucas Mota/AFC



Meninas do Brasil não jogam bem, mas estreiam com vitória sobre a Jamaica de 3 a 0

Edmo Sinedino,

E a estreia das meninas na Copa do Mundo? 3 a 0 na Jamaica, três gols da atacante Cristiane. Gostaria de falar o oposto, mas o time de Vadão não tem nada que nos dê esperanças de voos maiores.

 A Jamaica perdeu por sua ingenuidade, não pelo volume ou por qualidade da equipe armada pelo obtuso Vadão. Infelizmente, a impressão que nos passa é que essa seleção não vai muito longe na competição.

Na sequência jogos, o Brasil terá a Austrália que deu uma subida no ranking da Fifa e hoje ocupa a sexta posição, quatro pontos acima do Brasil que caiu para décima colocação. Portanto, já no próximo duelo vamos ter uma ideia mais ajustada de até onde podemos chegar.

A Itália, nosso terceiro rival na fase de grupos está na décima sexta posição, um pouco atrás do Brasil, mas também muito melhor que a Jamaica que não aparece nesse ranking, e nem mesmo entre os melhores da Concacaf.

Vendo essa partida de hoje, e os sustos que a goleira Bárbara passou, um defesa espetacular que teve que fazer, chegamos a conclusão de que precisamos melhorar muito, mas muito mesmo para chegar perto do nível de seleções como EUA, Alemanha, França, Inglaterra e Canadá, além da própria Austrália, país que mais cresceu na modalidade nos últimos anos.



O "show" do Brasil contra a "poderosa" Honduras

Edmo Sinedino,

Ridículas manchetes. Absurdas manchetes dos jornalões  do Brasil e do mundo festejando a “grande” vitória do time de Tite. Esses caras perderam a noção, evidente, do que seja futebol. Classificar como show uma vitória de sete sobre uma seleção do nível de Honduras, e que atuou com dez homens desde os 30 minutos do primeiro tempo (expulsão injusta, inclusive) se não for piada, certamente será mais uma armadilha, pegadinha para o inocente torcedor brasileiro.

Esse filme horroroso nós já assistimos cem vezes, com Parreira, Zagallo, Dunga, Felipão, o próprio Time, somente para citar os comandantes mais recentes. Endeusaram o “amarelão” Coutinho, autor de bolas nas traves, jogadas de efeito, mas, também, ,mesmo contras os fracos hondurenhos muitos lances perdidos.

Sem dúvida, cada vez mais me convenço de que esse trio treinador-imprensa-dirigentes causam o grande mal, são os responsáveis por essa crise que tomou conta do futebol do Brasil e não vai nos deixar tão cedo., pelo menos enquanto não passarmos por uma devassa, a começar na cada bandida CBF.

Outros países perdem copas, torneios, aprendem lições, mudam estratégias, comandos, formas de agir, no Brasil, não, Globo e patrocinadores querem as coisas exatamente iguais sempre.

Os engodos continuam, como esse deste domingo em que alguns dementes tiveram a audácia de classificar como “jogão de bola”. Outros destacaram os “shows” de Coutinho. Gente, eles pensam que é fácil assim enganar o torcedor.

E vem aí a Copa América, imagine se ganhar. Se fizer uma final contra os Hermanos e os deuses do futebol optarem por nós. Vamos voltar a ser, de novo, na boca de Galvão Bueno, nas manchetes de jornais, blogs, matérias de tevês, enfim, para a grande imprensa, de novo, o melhor futebol do mundo. Até o próximo teste, o próximo fracasso. Tem sido assim.

Não, não digo que nada se aproveite nesse time de Tite, até temos jogadores que merecem continuar, mas a prova cabal, final de que nunca vamos andar de verdade em busca de crescimento foi a convocação do William para a vaga aberta com a saída de Neymar.



Felizes,os nossos hermanos

Edmo Sinedino,

Neste momento, felizes são os nossos hermanos!

felizes111_09


Mundo podre - Por Juca Kfouri

Edmo Sinedino,

Palmas para Juca Kfouri

Um homem dizer que quer comer alguém pega bem, palmas para o garanhão. 

Uma mulher dizer que quer comer alguém pega mal, vaias para a prostituta. 

Este é o mundo do bolsominion.



Chama a garotada do Sub 19, do Sub 17, tenho certeza, a vergonha é menor

Edmo Sinedino,

Eu nem preciso ver os meninos que o ABC tem. Do Sub-19, os estourados, os não aproveitados, até mesmos os dispensados. Duvido que entre os garotos não tenha um ala que consiga jogar mais que Jonathan, Evandro e Xavier improvisado. Duvido!

Aposto que não tenho, como esse garoto Yan, que veio do Palmeiras, que não teve chance porque o treinador não tem coragem de escalar, consiga ser pior, errar mais, falhar mais, entregar mais o jogo que o Henrique.

Sou capaz de pôr minha vida futebolística em xeque - de atleta e jornalista - como qualquer jogador minimamente preparado, da base, do interior, destaque do Mossoró, do Visão Celeste, do  Força e Luz, ou qualquer dos clubes que disputaram o Estadual não tivessem um volante com mais qualidade que esses que vinham atuando com Sérgio Soares.

E hoje, no jogo, o garoto Wenderson, nunca sequer levado em consideração, conseguiu se salvar dessa caótica atuação.

O mais absurdo de tudo isso é você saber que a diretoria, ainda Ranielle técnico, concordaram em emprestar, por birra, por boataria sem nexo e safadeza, o volante Jardel para ficar com Pedra, Valdemir e Caucaia.

Os meninos Kaká, Veterano, Vitinho, Wesley, Papel,  eu, hoje, traria todos eles do sub 19 e Sub 17, o que fosse, para o time profissional e teria a certeza de que passaria - torcida e povo potiguar - vergonhas menores, diria até que vergonha nenhuma se comparado ao que estamos testemunhando em campo desde que Sérgio Soares assumiu o ABC.

Gente, para encerrar, não é brincadeira não. A diretoria, alguns já sob as bênçãos do novo comando, não trouxe um, um jogador sequer em condições de entrar em produzir. E para completar esse filme de terror ele, treinador, ainda insiste com Boris Sagredo, Henrique e Xavier.

Quem quiser que continue ignorando a responsabilidade de quem está escalando.



ABC passa nova vergonha, desta vez diante do limitado Imperatriz

Edmo Sinedino,

O ABC perdeu mais uma. De forma bizonha, medíocre, com todos os jogadores demonstrando total falta de segurança, errando lances bobos, passes de dois metros,m numa demonstração clara de que o treinador Sérgio Soares não tem comando e muito menos uma proposta decente de jogo.

Com o resultado, 4 a 2, derrotado pelo limitado Imperatriz do Maranhão, de novo vergonhosamente dentro de casa, diante de sua torcida, o time continua na última colocação, somando a perda de pontos absolutamente irrecuperáveis. Se quiser algo de positivo na competição vai ter, primeiro, que vencer, fora de casa, as partidas de derrota no Frasqueirão.

Na partida deste sábado, a torcida enxergou o óbvio, mas muito tarde. A ineficiência do executivo de futebol Giscard Salton. Daqui a pouco vai ter gente pedindo a volta de Ranielle Ribeiro. Eu peço um treinador, simples, mas que saiba aproveitar os bons valores que o time tem, pois discordo, agora mais, que o mal do ABC seja o plantel.

Os erros

Tudo bem, tudo bem, Sagredo não produziu o esperado. O treinador não sabia. Xavier foi mal improvisado na lateral. O treinador não sabia.  Bocão não tinha condição para entrar  na partida, fora de ritmo. O treinador não sabia. Uma pergunta: o que  o Sérgio fez durante essa semana de preparação que não viu nada disso que testemunhamos em campo.

Chega a corroer a forma como fica evidente que uma equipe escalada da forma que o ABC vem sendo não pode conseguir resultados positivos. Não é possível!!! O cara que tem à disposição jogadores como Anderson, Wanderson, garotos que fizeram um ótimo campeonato e prefere escalar Sagredo e Xavier, acho que ele não sabe o que está fazendo,  ou não quer vencer.

Anderson saiu do time de forma inexplicada, mal substituído numa partida que, assim como Luan, não deveria ter saído. O Wanderson, por mais que entre e mostre mais movimentação, coragem para buscar a jogada vertical, nada disso adianta, continuam a jogar o Boris e o Xavier. Faltou ele escalar o Caucaia de novo.

E o ataque? Minha gente, o ataque. Quanto mais o Sérgio Soares vai fazer para anular o Jefinho, colocando-o fora da posição. Se é isso, permanece não tendo sorte, pois o rapaz de Triunfo Potiguar voltou a marcar. Não jogou bem. Nem pode. Nem ele ou muito menos o Hélio Paraíba, dois atacantes de características iguais.

Será possível que o ABC vai permanecer segurando o Sérgio Soares diante de tantos erros cometidos?



Potiguares em partida da Série A do Brasileiro

Edmo Sinedino,

A informação sobre a arbitragem de Avaí x São Paulo, partida que terminou empatada sem gols. Caio Max Augusto Vieira apitou a partida, auxiliado por Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Jean Márcio dos Santos.  Caio e Jean Potiguares.

Pathrice Wallace Corrêa Maia será o árbitro de vídeo. Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro e Flávio Gomes Barroca são os assistentes. Antônio Pereira da Silva supervisiona.

Pablo e Flávio, potiguares.

Um trabalho bom, sem questionamentos ou críticas. Mas, também sem muitos elogios. Aliás, nem mesmo a informação de onde vieram.



Atlético Mineiro elimina o Santos com vitória de virada no Pacaembu

Edmo Sinedino,

"Santos pagou pela ousadia". Manchete de um canal de tevê. Quanta bobagem. Num jogo de alto nível como esse não dá para fazer análises rasas, até porque a subjetividade no futebol não permite. O Santos não ganhou porque era dia de Atlético. Tem disso não? Claro que tem.

Não vou contar, nem precisa, o Santos criou muito mais, aliás, como vem acontecendo na maiorias de seus jogos. Perde sem envergonhar seu torcedor, penso. O Santos foi derrotado buscando a vitória, e é esse o pricipal ensinamentos dos treinadores Sampaoli, argentino, do Santos, e Diniz, do Flu, brasileiro.

Não vão ganhar todos os jogos. Mas estarão em campo sempre jogando para isso, fica evidente quando se assite aos dois.

Interessante o futebol, falo sempre, as coisas mudam muito rápido. O Galo, dias atrás, mocorongo, derrotado; o Cruzeiro altaneiro, vencedor. Hoje o Galo triunfa e o Cruzeiro patina, acho, mesmo tendo vencido o Flu. Aliás, de forma injusta e até ilegal, vom VAR e tudo.

Bom, definidos os oitos clubes classificados às quartas de final da Copa do Brasil, com um nordestino no bolo. Palmeiras, Bahia, Inter, Grêmio, Flamengo, Atlético/PR, Cruzeiro e Atlético. Podemos ter confrontos regionais nas próximas fases.

E favorito ao título, quem é? Quem é mais, vamos perguntar assim. Eu arrisco Flamengo ou Palmeiras.



O América deve jogar com todos seus titulares

Edmo Sinedino,

Sou absolutamente contra essa história de poupar jogadores, escalar time misto, usar duas formações para competições diferentes. Foi assim que o Grêmio de Renato Gaúcho, timaço, perdeu tudo de mais importante ano passado.

O América, ainda por cima, só disputa uma competição. Está jogando uma vezinha por semana, escutei essa conversa de time misto me surpreendi. Moacir Júnior não deve fazer isso, imagino. Aliás, nem classificado ainda o rubro está.

No futebol, nada se decide antes. Nem mesmo pode se considerar três pontos ganhos contra uma equipe que, se voltar a perder domingo, fará a pior campanha de um clube na quarta divisão.

O América tem colocar em campo o que tem de melhor, respeitar o Serrano vencendo bem, se possível goleando novamente, garantindo pontos, gols, saldo e posição boa para decidir os mata-mata em casa na segunda partida.



História de ex-goleiro do América-RN vira livro

Edmo Sinedino,

goleiro34_09História de ex-goleiro do América-RN vira livro

A história do ex-goleiro e ídolo das torcidas do América-RN, Fortaleza e Remo, Fabiano Bolla Lora, será retratada em “Fabiano, o Paredão”, a ser lançado no próximo dia 13 de junho pela Editora Primeiro Lugar. Na obra, o jornalista Tiago Menezes passeia por vários momentos da carreira do ex-jogador, explora os fatos mais marcantes da trajetória de Fabiano e desvenda o ser humano além do atleta e ídolo. 

O livro narra as dificuldades na infância, o início no futebol amador em São Paulo, a faculdade de Odontologia, o apoio da família na ascensão ao profissional, mágoas e alegrias. Além, é claro, das defesas importantes, atuações memoráveis, títulos e grandes conquistas. A publicação ainda dedica capítulos especiais sobre a relação afetiva de Fabiano com os clubes por onde passou, especialmente o América, onde alcançou grandes conquistas e criou um laço que persiste mesmo após a aposentadoria dos gramados.

“É uma história inspiradora pela determinação e superação de uma criança que perseguiu o sonho e se tornou um grande ídolo do futebol. Fabiano é dono de uma trajetória de desafios, mas também de muito amor pelas camisas que vestiu e respeito pelas pessoas que fizeram parte dessa história. A entrega e raça dele em campo são frutos do ser humano que ele é. Um camisa 1 quase intransponível, mas essencialmente humano, e o livro mostra isso de maneira sensível e íntima", descreve o jornalista Tiago Menezes. 

O livro conta com depoimentos exclusivos de grandes personagens na trajetória de Fabiano, como o ex-jogador do América-RN, Flamengo, Corinthians e Seleção Brasileira, Souza, o médico Maeterlinck Rêgo, dentre outros. A obra conta ainda com a participação do ex-zagueiro americano Robson, assinando a orelha do livro.

“Em quase todos os clubes pelos quais Fabiano passou, seja em São Paulo, Fortaleza ou Belém, ele foi peça importante, protagonista de conquistas e títulos. No América então, ele esteve presente em campo numa das fases mais vitoriosas da história centenária do Alvirrubro. Assim, o livro se torna um registro histórico, uma oportunidade de resgatar com detalhes momentos inesquecíveis do nosso futebol e de um grande personagem", afirma o autor.

“Fabiano, o Paredão” será lançado no dia 13 de junho, no Real Botequim, Shopping Cidade Jardim, na Avenida Engenheiro Roberto Freire. Enquanto isso, o leitor pode adquirir seu exemplar, durante a pré-venda, através do site da editora (www.edprimeirolugar.com.br). 

Coleção Grandes Craques RN:

O livro-reportagem dá sequência à coleção #GrandesCraquesRN, série de obras publicadas pela editora Primeiro Lugar que tem como proposta resgatar fatos relevantes do futebol potiguar, através de relatos das carreiras e vidas de grandes personagens que ajudaram a escrevê-la. A publicação “Fabiano, o Paredão” é o livro 3 da coleção. Em junho e julho de 2018, respectivamente, a editora lançou "Ivan, o Terrível" e “Moura, o Príncipe Negro”, que narram as histórias de outros ídolos do futebol potiguar e tantas outras torcidas do futebol brasileiro. 

Sobre o autor:

Tiago Menezes é potiguar, nascido em Natal, e jornalista formado pela UFRN. Possui especialização em Assessoria de Comunicação pela UnP e MBA em Marketing Estratégico pelo UNI-RN. Atuou como repórter nos jornais Tribuna do Norte e Novo Jornal, além do Globoesporte.com, participando de coberturas como a Copa do Mundo 2014. Também foi assessor de comunicação no UNI-RN. Atualmente é vereador em Ielmo Marinho-RN e estudante de Direito. Em 2018, publicou o livro “Eu, repórter: pautas, aspas e crônicas esportivas”.

Mais informações: Rafael Morais - 84 98899-1001



Sérgio Soares precisa acertar

Edmo Sinedino,

O novo velho time do ABC. Edson ou não? Acho que sim. Bocão pode estrear, certeza de Joécio, dúvida entre Henrique e Yan, dúvida entre Hugo e Xavier. Caucaia de novo? Acho que sim, com Valdemir e Sagredo, isso parece definido, mesmo o chileno nunca ter jogado para ser titular, pelo menos até agora.

Henrique e Xavier podem sair ganhando na escolha pelo fato de terem jogado já várias partidas como titulares, vamos ver. E o ataque será o mesmo? Com dois centroavante e um atacante de beirada sem ritmo?

O Sérgio Soares ainda não contará com Guedes, e muito menos com o Rodrigo Rodrigues que treina em sepatado junto com Wallyson e Bruno Turco. O atacante macaibense, ídolo da Frasqueira, só deve entrar em campo mesmo no começo de julho.

Fala-se no clube que vai chegar um ala esquerda até o final deste semana ainda, portanto, hoje. O time ainda precisa de mais dois volantes, um de pegada e o de saída.



No América, a contusão de Fábio Souza e a volta de Leandro Melo

Edmo Sinedino,

No América, ao contrário do ABC, tudo tranquilo, mesmo com a confirmação da contusão do volante Fábio Sousa. Ele sofreu contusão no tornozelo e está fora, e ficaria no banco, já que Leandro Melo, titular, está de volta ao time.

O treino realizado na Arena das Dunas foi de movimentação, os mesmos velhos manjados e iguais treinos que todos os profissionais formados na "escola parreiriana" fazem pelo Brasil a fora.

O América continua, acho eu, em busca de um reforço de ataque, provavelmente também queira mais um ala esquerdo. O time está praticamente definido, com a permanência, creio do Mikael como titular no meio-campo ao lado de Leandro Melo e Adenilson.

Os atletas americanos voltam a treinar amanhã (6), às 15h30, no CT Dr. Abílio Medeiros, em Parnamirim.



O misterioso caso do bloqueio de R$ 700 mil sofrido pelo ABC

Edmo Sinedino,

As coisas no futebol são sempre muito mal explicadas. A falta de transparência parece ser uma regra a ser obedecida por todos, quem entra, quem sai, enfim, por todos. 

Esse negócio envolvendo o goleiro Wellington, que provocou um bloqueio de R$ 700 mil ao ABC é sintomático.

Como um clube vende 80% do passe de um atleta e, sete anos depois, aparece uma novidade dessas. O ABC, segundo seus dirigentes, não sabe o valor da venda do atleta e espera que os 20% que tem direito possa cobrir esse valor bloqueado.

Clécio Santos, diretor do clube potiguar,  responsável pelo caso, está fazendo um levantamento para saber o que realmente aconteceu e por quanto o jogador foi vendido ao Casimiro de Abreu e registrado no Duque de Caxias, depois repassado para o português Marítimo.

Para isso ele esteve recentemente no Rio de Janeiro e vai voltar a semana vindoura, até que sejam esclarecidas todas as dúvidas.



As mudanças de Sérgio Soares para a partida contra o Imperatriz

Edmo Sinedino,

Notícias do ABC. Tristes. Fernando Suassuna, presidente fala das dívidas, dos jogadores desligados do plantel e do zagueiro contratado. 

A situação do clube é muito complicada, mas nada que uma recuperação em campo não resolva.

No futebol, nunca muda, vai ser sempre assim. Se vencer o Imperatriz, certamente, já acontece um certo alívio, mas não o suficiente.

O problema é que Sérgio Soares vai precisar de uma boa sequência de resultados positivos para conquistar a confiança, abalada, da torcida.

Sobre o time que vai jogar, afirma-se que Edson deve ficar fora, sendo escalado o goleiro Saulo. Bocão fará sua estreia, com Hugo na esquerda, ou ainda o Xavier, opção. 

Os dois zagueiros? Joécio e Yan, Maurício está fora. No meio-campo, dúvidas. Anderson Rosa não joga. Caucaia e Valdemir com Sagredo?

 E no ataque ele vai manter a mesma formação "anula Jefinho"? com dois centroavantes ocupando um mesmo espaço? Tomara que não.


21-40 de 9257