Os descaminhos do futebol potiguar

Edmo Sinedino,

vanildr2_09Atropelos, mudanças, falta de planejamento, apoio, patrocínio (eterno descrédito do empresariado), infelizmente, é esse o quadro de nosso futebol.

A tendência é piorar.

Cada vez menos clubes vão se interessar em participar de um Estadual esvaziado e sem motivação.

Uma pena, pois considero-o de muita importância, principalmente para a revelação de novos valores.

Mas nem isso está servindo mais.

E piora quando o presidente da FNF, José Vanildo, praticamente decreta o fim de nosso futebol amador.

Enquanto outra federações têm 10, 12 clubes disputando uma Segunda Divisão, pelo andar da carruagem, muito em breve teremos ninguém.

Precisamos de um plano de salvação de nosso futebol cambaleante.

Começando, é claro, pelo reconhecimento da má gestão e ações reais para mudar o que está posto.

Nossas bases - categorias de base, amador, feminino - estão absolutamente abandonadas pela Federação.

Um erro gravíssimo.

Profissionalizar o futebol não significa decretar o fim das equipes de pouca condição financeira.

E essa parece ser a política principal do atual mandatário da FNF.

E o pior é que ele segue sem oposição nenhuma, o que é um risco, sempre, em qualquer setor.

*Foto: site da FNF




FNF define datas e locais da "decisão" contra o rebaixamento

Edmo Sinedino,

Fico imaginando, se fosse uma decisão de turno, ou de campeonato, contra ABC ou América, certamente o Marizão seria, de novo, alvo de impedimento.

O jogo é contra o Força e Luz de Ranilson Cristino e vale permanência na Primeira Divisão.

Já disse o que penso. Dificilmente o Galo do Seridó, primeiro campeão do interior (2001) continua em atividade se for rebaixado.

Veja a definição:

Definidos os mandos de campo para Força e Luz x Corintians

Em sorteio realizado na sede da Federação Norte-Riograndense de Futebol foi definida a ordem dos mandos de campo para os dois jogos extras entre Força e Luz x Corintians na briga para escapar do rebaixamento.

As duas equipes terminaram a Copa Cidade do Natal com três pontos e agora disputam em dois jogos de ida e volta, sem vantagem para nenhuma das equipes o descenso para a Segunda Divisão. O time que  somar o maior número de pontos ganhos nesses dois confrontos permanecerá na Primeira Divisão ( não participa da Copa Rio Grande do Norte, o segundo turno do Estadual ).

Os jogos seguirão a seguinte ordem:

Força e Luz x Corintians - Quarta-feira (25) às 20:00 no Barretão

Corintians x Força e Luz - Domingo (29) às 17:00 no Marizão

Fonte: Site da FNF

Funcionário da FNF, a mando do presidente, destrata fotógrafos no Frasqueirão

Edmo Sinedino,

vanildo1_091O presidente da FNF, José Vanildo, esteve no Frasqueirão.

Pelo relato de alguns repórteres fotográficos presentes ele abusou do poder que seu cargo outorga.

Colocado dentro de campo, e não em um camarote como seria mais correto, mandou que seu funcionário conhecido por “Tico” praticamente expulsasse jornalistas quem disputava o espaço para se protegerem da chuva.

Tudo bem, o local (ver foto) não era apropriado para os fotógrafos, mas estava chovendo e os profissionais não têm opções.

Revoltados, os repórteres reclamaram do tratamento dispensado, da falta de respeito com quem estava trabalhando.

Frankie Marcone, do portal Nominuto.com disse que o funcionário Tico, sem nenhuma educação, mandou que eles saíssem.

Praticamente expulsando-os. E com o aval de José Vanildo.

Claro, diante disso, segundo ainda Frankie, houve sim os protestos.

E essa reclamação teria provocado a ira do presidente.

Definitivamente, essa não é a postura que se espera de um presidente da entidade que comanda o futebol no Estado.



Atuações: Cascata joga só um tempo e faz a diferença

Edmo Sinedino,

cascata_09Um América equilibrado.

A volta de Wálber à ala direita, a passagem de Maguinho para fazer a função de segundo volante deram equilíbrio e boa saída de jogo.

O meio-campo criativo, talvez, um pouco congestionado.

Thiago Potiguar, Daniel Costa e Cascata, com o primeiro caindo mais pelo lado esquerdo mas também, desta vez, e bem, se mexendo por outros setores.

Temos de convir que três meias é um pouco demais.

O América, beneficiado, claro, pela expulsão, sobrou.

Analiso, com nota, a atuação dos jogadores rubros.

Busato – Foi obrigado a intervir em dois ou três chutes de longa distância, todos defensáveis. Não passou por apertos. Nota 6.

Wálber – Muito bem na saída de bola, sempre aparecendo como opção, e chegando como deve sempre chegar quem joga na ala. Peça importante na vitória. Nota 7,5.

Boaventura – Seguro e, sem dúvida, o jogador mais participativo defensivamente na defesa. Foi decisivo e algumas jogadas de bola alçada na área do América. Outra bela atuação. Nota 8.

Zé Antônio – Esteve sempre bem, seguro, sem afobação e aparecendo sempre como zagueiro de saída de bola, e com bom passe. Nota 7.

Julinho – Tem melhorado. Hoje mais ainda porque o América teve um segundo volante para ajudar aos alas trabalharem. Nota 7.

Judson – Já está parecendo um veterano jogador. Não mais se afoba, não mais comete faltas desnecessárias e até tem melhorado muito sua saída de jogo. Nota 7,5.

Maguinho – Na sua real função. Logo se nova a diferença. Aparece bem nos setores do campo, se oferece como opção aos alas, aos meias, e chega como elemento surpresa. Uma muito boa atuação. Nota 7,5.

Cascata (à direita da foto) – Jogou só um tempo, mas mostrou sua qualidade, É sim um jogador diferenciado. Passe perfeito, cabeça erguida, sempre atuando de forma vertical e ainda marcou um belo gol. Nota 8.

Daniel Costa – Importante na articulação de jogadas, no passe, na bola parada. Cresce de produção à medida que participa mais. Nota 7,5.

Max – O velho “Homem de Pedra” de sempre. Incomoda, se mexe bem, abre espaços e marca gols. Fez mais um, o do título. Nota 7,5.

Thiago Potiguar – Outro jogador diferenciado. Voltou para buscar a bola, realizou jogadas pelos lados do campo (mais pela esquerda) e teve mais um boa atuação. Nota 7.

Emerson – Entrou no lugar de Cascata, e não teve atuação que merecesse registro. E olha que o jogo estava ótimo para quem joga na frente. Sem nota.

Régis Potiguar – Sem tempo. Sem nota.

Mateus – De novo, sem tempo. Sem nota.



ABC goleia o Globo de 5 a 2 e assume vice-liderança

Edmo Sinedino,

jompa1_09O ABC venceu o Globo de 5 a 2 e terminou o primeiro turno na vice-liderança, somando 19 pontos, um a mais que o Alecrim.

O time alvinegro fez 3 a 0 no primeiro tempo.

No segundo tempo tomou um susto, 3 a 1, mas fez o quarto. O Globo ainda faria o segundo, e Chiclete acabou fechando a goleada.

O técnico interino, Ademir Fesan entrega o cargo ao contratado Josué Teixeira com 100% de aproveitamento.

Três vitórias importantes – 3 a 0 no Baraúnas, 2 a 0 no Boavista, pela Copa do Brasil, e 5 a 2 no Globo, última rodada do primeiro turno.

O treinador alvinegro começou a partida com Erivelton no lugar de Sandro, e Júlio César formando o trio de atacantes.

Ele tirou João Paulo (na foto homenageando sua esposa, grávida do primeiro filho). Não entendo. Até porque o Júlio César desde que chegou ainda não fez uma partida convincente.

E João Paulo não tem mais o que provar, só precisa ter sequência para voltar a marcar.

Os gols do jogo foram assinalados por Reginaldo, Leandro Amaro e Kayke no primeiro tempo; João Paulo e Chiclete, no segundo.

Índio Oliveira e Marcelo descontaram para o Globo.

*Foto: Frankie Marcone


América bate Alecrim de 2 a 0 e conquista primeiro turno

Edmo Sinedino,

campeao_09O América venceu o Alecrim de 2 a 0, gols de Cascata e Max, um em cada tempo, e sagrou-se campeão da Taça Cidade do Natal (foto ao lado).

Com o resultado, o time rubro garante vaga na Copa do Brasil e Copa do Nordeste de 2016, além de assegurar presença na final.

Em nenhum momento da partida o time rubro foi ameaçado.

O time verde levou um baque logo aos 2 minutos de jogo, quando teve o goleiro Fabiano expulso (foto abaixo) de campo.

Ele saiu da área para tentar impedir o gol do meia Thiago Potiguar, e pegou a bola com a mão fazendo falta. Com o era último homem, e jogada de gol, falta e expulsão.

O árbitro Zandick agiu corretamente.

A partir daí, o América teve o domínio total da partida, abusando de chances desperdiçadas, e em lances de grandes defesas do goleiro Danilo.

O gol do América, primeiro, só sairia aos 38 minutos. Cascata fintou o marcador para o meio e soltou um belo chute cruzado no canto alto esquerdo do goleiro Danilo.

Um golaço.

O Alecrim, com um homem a menos, lutava bravamente, e até chegou com perigo em duas bolas alçadas na área. Flávio Boaventura, sempre ele, tirou.

Além de jogar com 10, o time verde já não entrou com seu principal jogador – Felipe Moreira.

O primeiro tempo terminou assim.

No segundo tempo, praticamente a repetição.

O América pressionando, criando chances e o Alecrim jogando nos contra-ataques e tentanto surpreender em chutes de fora com Piúba, Arês e Diego Maia.

Tudo parecia indicar que a vitória rubra seria somente de 1 a 0, quando Max, aos 41 minutos, marcou o gol que sacramentou a certeza da conquista.

Depois, o time comandado por Roberto Fernandes só tocou a bola e esperou o apito final.

América campeão do primeiro turno.

expulso1_09


Futebol do RN pode perder mais um campeão estadual

Edmo Sinedino,

Força e Luz e Coríntians vão decidir, em jogo da morte, quem será rebaixado para a Segunda Divisão do Estadual.

Acredito, inclusive, que se o Galo do Seridó, primeiro campeão estadual do interior, perder, deixa de existir.

Infelizmente.

A política de exclusão da FNF está causando esses desparecimentos.

Um outro campeão já está fora. O ASSU, que conquistou o campeonato estadual de 2009.

Nos dois jogos de hoje, o Forcinha de Ranilson Cristino conseguiu sua primeira vitória, 1 a 0, gol de Eduardo.

Os dois voltam a se enfrentar na luta contra o rebaxamento.

O Palmeira venceu o Baraúnas de 1 a 0 e escapou, permanece no Estadual.

A contratação de treinadores sem história, e parceria de resultado ruim, quase provoca a queda do time de Goianinha.

Será que aprenderam a lição?



Cascata não está na relação, mas pode aparecer domingo

Edmo Sinedino,

rfernandes_09Definida a lista dos atletas do América que vão para a decisão.

No texto ou na lista, nada de Cascata, mas não será surpresa se o meia aparecer na escalação, domingo.

Eu acho arriscado, e não creio que valha o risco.

Veja abaixo:

O técnico Roberto Fernandes (foto) relacionou 20 jogadores para o jogo do próximo domingo (22), às 18h45, contra o Alecrim, na Arena das Dunas, pela última, e decisiva rodada do primeiro turno do Campeonato Potiguar. As novidades na listagem ficam por conta das presenças do volante Tiago Dutra e do atacante Émerson, recuperados de lesão. Por outro lado o meia Álvaro, que saiu machucado na partida contra o Serrano-BA será reavaliado mas dificilmente tenha condições de jogo. Um empate garante o título ao Mecão, líder com 20 pontos, dois a mais que o adversário.

São eles:

Goleiros: Busatto e Pantera;

Ala: Julinho;

Zagueiros: Flávio Boaventura, Zé Antônio Potiguar, Cléber e Edson Rocha;

Volantes: Maguinho, Tiago Dutra, Judson, e Régis Potiguar;

Meias: Daniel Costa, Júnior Timbó, Mateus e Thiago Potiguar;

Atacantes: Gilmar, Max, Alfredo, Emerson e Gláucio.

*Foto: Canindé Pereira/Assessoria de Imprensa


Alecrim fecha patrocínio com Shopping para o clássico de domingo

Edmo Sinedino,

Cada vez mais em moda os patrocínios pontuais.

E o time verde acertou com o Shopping Cidade Jardim.

Acho que faltaram ações como essa para o jogo da Copa do Brasil, por exemplo.

Mas, entendo, não tinha tevê e tudo fica mais difícil.

Veja abaixo:

Alecrim fecha patrocínio com Shopping Cidade Jardim

O Alecrim disputa a final do primeiro turno do Campeonato Potiguar neste domingo. Para esta importante partida o time alecrinense tem o patrocínio do Shopping Cidade Jardim. “O Alecrim tem uma bela história no solo potiguar, e assim como o América comemora seu centenário este ano. Por isso, acreditamos na importância de fortalecer o time para que tenha melhores condições para despontar no torneio regional”, explica o gerente de varejo do Cidade Jardim, Ronaldo Fernandes.

Em contrapartida ao patrocínio, o mall terá seu nome estampado na camisa do clube e em outros locais de divulgação. O Cidade Jardim é um shopping simpático ao apoio de atletas de diversos esportes, como a ciclista Miriam Pereira, o grupo de corredores amadores A&A Runners entre outros. Até mesmo o América Futebol Clube já recebeu o apoio da marca.



Futebol do RN entra na Campanha da Fraternidade

Edmo Sinedino,

Não vai ter automóvel para o campeão estadual, mas troféu tem.

A FNF entra na Campanha da Fraternidade.

E faz bem, pois diante das tantas críticas que vem recebendo e dos muitos erros cometidos, nada como ficar de bem com a igreja.

Veja a matéria abaixo:

Campeão da Copa Cidade do Natal vai levar Troféu Campanha da Fraternidade

Sempre ao lado de causas importantes para o Estado, a Federação Norte-Rio-Grandense de Futebol (FNF) vai apoiar a Campanha da Fraternidade "Eu Vim Para Servir". O vencedor do jogo entre Alecrim e América, neste domingo (22), na Arena das Dunas, além do título de campeão da Copa Cidade do Natal, vai levar para casa o troféu com o nome da campanha.

A entrega será realizada pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha. "Tive essa ideia de homenagear a campanha dando o nome ao troféu da Copa Cidade do Natal. Então, o troféu vai se chamar 'Troféu Campanha da Fraternidade: Eu Vim Para Servir'. O futebol é um importante meio para propagar mensagens positivas, como essa da campanha da fraternidade", destaca o presidente da FNF, José Vanildo.



Carlinhos Bala no Potiguar; os seguidores do velho ex-treineiro

Edmo Sinedino,

Carlinhos Bala.

fabiano1_09A provável contratação do Potiguar de Mossoró para a disputa do segundo turno do Estadual.

Quando será que os dirigentes de nosso futebol vão criar juízo?

Carlinhos Bala é mais um ex-jogador em atividade.

Esse “espírito” daquele ex-treinador, perseguidor dos meninos de base, adepto, sempre, da contratação de ex-atletas, parece, nunca vai abandonar o futebol potiguar.

Quase todo clube de futebol do RN tem um ex-jogador em atividade, inclusive ABC e América.

E justo o Potiguar um trabalho de base tão bonito...

No site oficial do clube, apenas a confirmação de Fabiano Silva (foto), volante, velho conhecido de nosso futebol.


Josué Teixeira x Vicente Feola

Edmo Sinedino,

Ao escrever sobre o novo treinador do ABC,m Josué Teixeira, e buscando sua foto, me deparei com algo interessante: Josué parece muito com Vicente Feola (foto ao lado de supercraques da seleção, treinador campeão do mundo em 1958, na Suécia.feola1_09



Josué Teixeira é o novo treinador do ABC

Edmo Sinedino,

josue_09Ninguém cogitava Josué Teixeira, o novo treinador do ABC. No twitter oficial do clube, a confirmação.

Falava-se em Alberto Valentin e Mazola Júnior, como os mais cotados. Toinho Cecílio, do XV de Piracicaba também foi comentado.

O profissional carioca de 54 anos estava comandando o Macaé e fez sua última partida neste sábado, empate de 1 a 1 diante do Bangu.

Destaque mesmo somente pela conquista da Série C, ano passado, antes disso, nenhuma passagem muito marcante na carreira.

Veja mais sobre o treinador:

Josué Amaral Teixeira, mais conhecido apenas como Josué Teixeira (Rio de Janeiro, 25 de agosto de 1960), é um treinador brasileiro, professor licenciado em Educação Física, pós-graduado em Educação e bacharel em Direito.

Atualmente, comandava o Macaé e se apresenta segunda-feira ao ABC.

Josué trabalhou em equipes pequenas como Bonsucesso e Portuguesa do Rio de Janeiro e como auxiliar-técnico do treinador Abel Braga.

Foi observador para Oswaldo de Oliveira, antes de assumir o Fluminense, clube de seu coração ( e tem isso?), durante o Campeonato Brasileiro de 2006.

Sua estreia como treinador efetivo aconteceu no dia 13 de agosto de 2006, em partida que o Tricolor derrotou o Cruzeiro, em pleno Estádio do Mineirão, por 3 a 2.

Em 2007, assumiu o Avaí de Florianópolis, deixando o cargo dois meses depois.

Trabalhou no Al-Gharafa, clube da cidade de Doha, no Qatar, pelo qual foi campeão nacional na temporada 2007–08 na Liga A, como assistente de Marcos Paquetá, e campeão da Liga B, como treinador .

Em 2009, assumiu o comando do Nova Iguaçu , pelo qual foi vice-campeão da Segunda Divisão Carioca.

Assumiu em abril de 2011 o Sampaio Corrêa para disputar o Campeonato Maranhense e a Série D de 2011.

No dia 24 de julho de 2012, foi anunciado oficialmente como novo auxiliar técnico de Fernandão, no Internacional.

Ainda em 2012, assumiu o comando do Duque de Caxias, para a temporada 2013 , onde, após três derrotas no Carioca 2013, de comum acordo, deixou o clube.

Trabalhou no futebol do Piauí.

Ano passado, dentro da Arena Castelão, desbancou o Fortaleza e depois foi campeão da Série C em cima do Paysandu.

Fonte: Wikipedia



O novo treinador do ABC

Edmo Sinedino,

O ABC já tem treinador.

A informação é confirmada por todos os que vivem o dia a dia do clube.

O nome não foi divulgado.

O novo comandante ainda dirige sua equipe em uma última partida neste domingo.

Dizem, ele é de Série B, e nunca trabalhou em Natal.



O Vitória de novo no caminho do América

Edmo Sinedino,

O sorteio aconteceu na manhã desta sexta-feira (21), na sede da CBF, no Rio de Janeiro. E, coincidentemente, teremos, novamente, frente à frente América x Vitória.

A partida de mata-mata será válida pela Segunda Fase da Copa do Nordeste, definindo as datas do próximo dia 25 para os jogos de ida e 29 para os da volta.

Veja como ficaram os confrontos:

Grupo F: Sport x Fortaleza

Grupo G: Bahia x Campinense

Grupo H: Ceará x Salgueiro

Grupo I: Vitória x América



Troféu homenageia JL e chama atenção para reforma

Edmo Sinedino,

jl2_09Boa iniciativa, belo troféu. Espero que não fique somente nisso. O Governo do Estado, os poderes públicos constituídos devem isso ao desportista do RN.

Espero que a FNF, por intermédio de seu presidente José Vanildo, faça um pleito contínuo por essa reforma.

Eis a matéria no site da FNF

FNF lança troféu do Campeonato e propõe revitalização do Juvenal Lamartine

Seguindo a sua tradição de homenagear os grandes símbolos do Rio Grande do Norte, a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) apresentou nesta sexta-feira (20), o layout do troféu temático do campeão do Campeonato Potiguar 2015. Este ano, a homenagem vai para o estádio Juvenal Lamartine, no Tirol, berço do futebol no estado.

Investir em troféus temáticos é uma marca da gestão do presidente José Vanildo. “Depois de prestar homenagem à Fortaleza dos Reis Magos, ao Farol de Mãe Luiza e à Arena das Dunas, decidimos em 2015 pelo estádio Juvenal Lamartine, que é um símbolo do nosso esporte no Rio Grande do Norte”, destaca o presidente.

A proposta já apresenta a iniciativa da FNF de revitalizar o estádio, com a ampliação da antiga Tribuna de Honra do JL, mantendo o charme do estádio, fundado em 12 de outubro de 1928. “Não podemos deixar o JL abandonado. É um patrimônio do estado e que precisa de uma revitalização. Lançamos a iniciativa e esperamos que ela seja aceita pela sociedade”, destaca.

O projeto foi elaborado pela Agência 10 Sports, responsável pelo marketing da FNF, e também contempla as medalhas da competição. “Elas também serão temáticas. Queremos chamar atenção para esse monumento histórico da nossa cidade. O JL faz parte da história do futebol potiguar e nada mais justa do que essa homenagem no ano do centenário das três equipes da capital”, comenta Alan Oliveira, diretor da 10 Sports.



Atuações: Fabinho foi, disparado, o melhor do ABC em campo

Edmo Sinedino,

fabin1_09Analiso, com nota, as atuações dos jogadores do ABC na vitória de 2 a 0 sobre o Boavista, partida da volta da primeira rodada da Copa do Brasil.

Saulo – Não teve muito trabalho nesse jogo, mas foi obrigado a sair em duas oportunidades e, numa delas, evitar gol certo. Nota 7.

Reginaldo – Aos poucos vai se soltando, aparecendo mais e fazendo jogadas de linha de fundo. Se for mais acionado, acho que a tendência é de crescimento. Tem bom passe de linha de fundo. Nota 7.

Suéliton – Não comprometeu, mas em alguns momentos comete erros primários. Compensa com boa saída de bola e muita velocidade de recomposição. Nota 6.

Leandro Amaro – Bem por baixo e, agora, nos últimos jogos, também por baixo. Deixou de cometer faltas desnecessárias e se firma como melhor da defesa. Marcou o primeiro gol. Nota 7,5.

Lima – Bom jogador. Acho-o ainda econômico nas passagens, mas pode ser por falta de bola, de passe, e de um meiocampista para fazê-lo andar. Bom passe e bom marcador. Nota 7.

Fábio Bahia – Ficou muito só na marcação, sofreu no começo da partida com as investidas de Max Pardazinho e Anselmo. Nota 6.

Nem – Jogador de bom passe, sai bem para o jogo e é, realmente, um segundo volante de chegada. Achei deficiente sua recomposição, mas ainda está pegando ritmo de jogo. Nota 7,5.

Sandro – Batalhou, se mexeu, tentou, mas está muito longe de ser o meia de ligação. Nota 5.

João Paulo – Jogou pouco. Fez um primeiro tempo sem brilho, mas também não foi acionado quase nada. Saiu no intervalo. Nota 5.

Kayke – Mal no jogo. Centralizado, não abriu espaços e não finalizou, apenas uma cabeçada em toda a partida. Nota 5.

Fabinho (foto) – Melhor jogador do ABC em campo. As melhores jogadas partiram de sua iniciativa, sempre levando muito perigo à defesa do Boavista. Se mais e bem servido certamente poderia ter rendido ainda mais. Nota 8.

Júlio César – Entrou num ótimo momento, mesmo assim se resumiu a trocar passes para o lado e para trás. Sem nota.

Neto Coruja – Mostrou ter bom passe e visão de jogo, mas ainda demonstra falta de ritmo. Nota 6.

Chiclete – Menino que entra e a gente logo pensa que ele vai aproveitar a chance para “tocar fogo no jogo”, partir para cima, buscar sempre a verticalidade. Pela segunda vez me decepciona, tocando a bola para os lados e para trás, fazendo parceria com o Júlio. Não gostei. Sem nota.



ABC vence Boavista, passa de fase, mas precisa melhorar

Edmo Sinedino,

kayke_091O ABC venceu o Boavista, 2 a 0, e passou para a segunda fase da Copa do Brasil.

Gols de Leandro Amaro (foto abaixo) e Nem, ambos em jogadas de bola parada.

Não tinha visto ainda o “ABC de Ademir Fesan”. Não gostei.

O torcedor pode ficar sem entender o não gostar de uma equipe que venceu, e diria, com sobras.

Eu estou analisando essa formação já pensando em confrontos mais difíceis. Ficou evidente, no segundo tempo, que o Boavista não tinha mais forças.

Quando teve, no primeiro, o alvinegro potiguar passou por apertos porque seu esquema de jogo é obsoleto.

Não se joga mais 4-3-3 da forma que o Fesan armou e com os jogadores que ele dispõe.

Ora, Fabinho é atacante de beirada, João Paulo é atacante de beirada, Kayke (foto acima) é atacante de beirada e que também sabe jogar centralizado, portanto, são três a menos na recomposição.

E jogando assim, até mesmo contra um Boavista é arriscado.

Contei várias e várias vezes em que o espaço entre os setores meio-campo e ataque do ABC deixava enormes claros.

O time não jogou bem no primeiro tempo, só o Fabinho funcionou e Fesan, estranhamente, penalizou João Paulo.

Sacou o atacante potiguar e fez entrar o inútil Júlio César, quando sabemos que JP precisa de jogo, de sequência para voltar a fazer gols, coisa que sabe fazer.

Depois, fez entrar o Coruja. Notem: tirando as jogadas individuais de Fabinho, melhor em campo, o ABC marcou duas vezes de bola parada.

E antes, mesmo mal fisicamente, caindo pelas tabelas, tendo jogadores como Jeff Silva e Anselmo “armando” jogadas, o time carioca quase marca.

Resultados de vitória também devem ser utilizados para se enxergar erros.

Claro, claro, com o Nem, o Neto Coruja o ABC melhora seu passe, erra muito menos, mas é lento e frágil na recomposição, por tudo que já enumerei.

Os alas do ABC estão mais participativos nesse esquema, mas a gente ainda vê a carência enorme de um, ou dois, verdadeiros meias de ligação.

Chiclete entrou. E pela segunda vez fico sem entender porque um menino novo, que entra com o time ganhando, não parte para cima, não procura jogar de forma vertical?

Ele e esse Júlio César, o time do Boavista morto em campo, tocando para trás e para os lados.

Não deve ter um treinador na beira do campo. Que absurdo!

Defesa foi bem, meio-campo, mais ou menos, e ataque funcionou somente por um lado.

Portanto, muita calma para quem quiser pregar que o Fesan já “arrumou” o time.

O Boavista não é exatamente o teste que se precisa para tirar conclusões.

leandro_09


ABC atolado em dívidas trabalhistas; uma imensa bola de neve

Edmo Sinedino,

washingto_09Pesquisei e fiquei de posse de uma planilha de todas as ações trabalhistas movidas contra o ABC.

São mais de 50.

Os valores em em 1º grau no Tribunal Regional do Trabalho e Tribunal Superior do Trabalho perfazem um total de R$ 4.126, 737, 91.

O valor total em cumprimento de acordos já realizados está em R$ 1.419,852,00.

São ações movidas por atletas e ex-funcionários. Muito mais, claro, litígios com atletas que tiveram passagem pelo clube.

Um mundo de gente.

E chama a atenção alguns valores.

O atacante Washington (foto), por exemplo, que passou sem fazer nada de bom pelo clube, tem uma ação que chega ao absurdo valor de R$ 800 mil.

E está em fase de recurso no TST.

O “grande” craque Makelelê, perna de pau atropelador de bola, tem uma causa com trânsito em julgado no valor de R$ 600 mil.

Um absurdo criminoso sob todos os aspectos.

O zagueiro Bem-Hur, capitão, xodó da Frasqueira por muito tempo, entrou com ação no valor de R$ 400 mil e fez acordo para receber em 24 parcelas.

Não sei se estão pagando direitinho.

O goleiro Andrey, que também passou pelo América, tem uma ação em processo de admissibilidade no TST, no valor de R$ 556 mil.

Todo o processo é uma verdadeira bomba atômica capaz de corroer os alicerces mais firmes de qualquer clube de futebol.

Um departamento jurídico e direção de clube que deixam a situação chegar a este ponto...

PS: a situação do ABC hoje é muito parecida com a que viveu o América no final da década de 1990. Na época, noticiada por mim, muitas e muitas vezes na coluna Drible Curto e nas páginas de esportes do Diário de Natal, do qual fui editor por 14 anos.


O brilho de Tiago Potiguar

Edmo Sinedino,

boaventura2_09Fico me perguntando: porquê Roberto Fernandes se irrita tanto com o Tiago Potiguar (foto se dirigindo a Boaventura, ajoelhado)?

Engraçado.

Justamente o melhor jogador, tecnicamente, do América.

O mais participativo, ousado, criativo.

Parece um contrasenso.

Dia desses, o RF ficou tão fulo da vida que tirou o rapaz do jogo.

Prejuízo.

Tiago é o melhor caminho de gols do América. Ele, ao lado de Daniel, que brilha e some, estão preenchendo a lacuna aberta com a contusão do Cascata.

De novo, na partida de hoje, as melhores jogadas de ataque do time rubro saíam dos pés do curraisnovense.

Volto a dizer: grande jogador, e só precisa aprender diferenciar o momento em que deve fazer o passe ao invés de tentar mais um drible.

E foi isso que me levou a, no começo, achar que ele seria um "peladeiro".

Engano.

Joga muito o rapaz.

A comissão técnica poderia ajudá-lo.

Como?

Mostrando vídeos dele mesmo, para que identifique e se corrija.

É para isso que existe a tecnologia em favor do futebol.


21-40 de 3752