Arbitragem favorece vergonhosamente ao Santa Cruz na partida diante do Globo

Edmo Sinedino,

higorcesar_09O Globo está numa situação difícil e pode ser rebaixado na próxima rodada. Se isso se confirmar, podemos, sem dúvida, depositar esse rebaixamento na conta da arbitragem de Rodrigo Carvalhães de Miranda - não comentei ontem porque não tinha visto, com clareza, os lances em questão. Uma vergonha! 

O que esse "soprador de apito" fez com o time de Ceará-Mirim foi criminoso. Um gol legítimo anulado, dois pênaltis claríssimos não marcados, além de várias inversões de faltas. O que mais nos adoece é que ele não vai pegar punição nenhuma e continuar agindo da mesma forma.

Se o Rio Grande do Norte tivesse um presidente de federação que se interessasse e brigasse, de verdade, pelos filiados, uma coisa dessas teria que ser levada até às últimas consequências. Um dirigente de verdade entraria com um pedido irrevogável, até, de anulação da partida, pois em tempos de VAR não dá para aceitar esse tipo de absurdo.

No entanto, a gente bem sabe, como Marconi Barretto não faz parte do grupinho de apoio ao presidente da FNF, José Vanildo, já tendo inclusive ido à Justiça contra sua gestão, essa atuação não vai acontecer. Mais uma vez o futebol do Rio Grande do Norte é tratado como lixo, como resto e a coisa deve ficar por isso mesmo.

Os lances. O gol legítimo de Jardel, de cabeça, o volante saiu depois do lançamento, estava pelo menos uns dois metros antes do seu marcador. Um gol absurdamente invalidado pelo assistente, Thiago Rosa ou Thiago Henrique.  E os pênaltis? Mais clareza impossível. A bola bate não do defensor do Santa Cruz e, por último, o goleiro atropela o atacante Murici. Descaradamente ignorados pelo apitador.

O técnico Hígor César (foto) ficou indignado com a atuação da arbitragem e se manifestou várias vezes nas redes sociais. Para ele, ficou claro a forma tendenciosa como trio se comportou.

Como fica? Para permanecer na Série C, o Globo terá que vencer o ABC na última rodada e torcer pela derrota do Treze, que joga em casa,  para o Botafogo. Se houver empate entre os paraibanos, a equipe potiguar terá que bater seu rival local por 2 a 0.

Incrível o pouco caso, ou caso nenhum da imprensa pernambucana com relação aos absurdos erros da arbitragem. Fico imaginando se tivesse acontecido o contrário.

*Foto: site oficial do Globo

PS: Rodrigo Carvalhães é carioca, assi como seus assistentes. Não sei porque, mas eu já imaginava.


Treze publica documento que legaliza a utilização do zagueiro Breno Calisto

Edmo Sinedino,

document_09Quem ainda mantiver qualquer esperança de que o ABC possa ser beneficiado no "Tapetão", esqueça. O Treze não vai ser punido pela utilização do zagueiro Breno Calisto, pois a diretoria do Galo já publicou documento (ver ao lado) em que o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, atesta a legalidade. 

O atleta tomou o terceiro cartão amarelo, mas a regra teria valor se ele tivesse sido expulso, sofrido a aplicação do cartão vermelho e já punido em julgamento. Um profissional suspenso  numa Série D deve cumprir em outro certame da CBF, salvo, nesse caso, as que estão em andamento, como a Série C, por exemplo. Portanto, nada ilegal com o defensor do time paraibano.

Explicando: o zagueiro Breno Calixto, atualmente no Treze de Campina Grande, defendia a equipe do  Cianorte na série D. Quando sua equipe foi eliminado, na última partida, ele tomou o terceiro cartão amarelo. Ele estreou em campo contra o o Globo, mas de forma legal, autorizada pela CBF como consta o documento. 



Organizada tem reunião impedida e posta foto criticando a diretoria

Edmo Sinedino,

safadaD_09Uma organizada do América foi barrada na entrada da sede social. Eles, segundo informações em nota, iriam se reunir e a direção do clube sabia do encontro e da natureza do assunto. 

Ele foram barrados pelos seguranças do clube e se revoltaram, acabando por fazer essa foto e propagar nas redes sociais muitas críticas sobre o atual momento.

Eles também teriam publicado uma nota de repúdio, além do que já xingaram na faixa apresentada na foto. Faz tempo, a direção do clube rubro convive com críticas pesadas de parte da torcida que reclama da falta de democracia.




A Arena América já tem data para a festa de inauguração

Edmo Sinedino,

americaF_09Vou repercutir, claro, é um fato importante. A Arena América vai ser inaugurada. Uma pergunta faria: o estádio será aberto para jogos oficiais de verdade, esse documento do Corpo de Bombeiros autoriza o que? Estadual, Série D? E o resto? Os acessos, estacionamento, cabines de imprensa, camarotes, vestiários, está mesmo tudo como deve ser num estádio de futebol? 

Tomara que sim. O América, o futebol pobre do RN não pode continuar mandando seus jogos na Arena das Dunas e enchendo de dinheiro os cofres da OAS, da FNF e ficando com migalhas.

Vejam abaixo tirado do site oficial do clube:

Diretoria recebe Termo de Compromisso dos Bombeiros e agenda inauguração da Arena América

Na última sexta-feira (16), o presidente do América Futebol Clube, Eduardo Serrano da Rocha, acompanhado do presidente do Conselho Deliberativo e seu vice, Dr. José Vasconcelos da Rocha e Dr. Carlos Gurgel, do Diretor de Patrimônio, Engenheiro Francisco Sobrinho e do Diretor Administrativo e Financeiro, Walmir Nunes, recebeu das mãos do Capitão Monteiro o termo de compromisso emitido pelo Corpo de Bombeiros que autoriza a inauguração do sonho alvirrubro, a Arena América.

O Estádio Desembargador José Vasconcelos da Rocha - Arena América, terá seu jogo inaugural no dia 7 de setembro de 2019 em um grande evento que contará com a presença da torcida americana.

Sonho começou a se tornar realidade em 2011

Ainda sob a administração do ex-presidente, Deputado Hermano Morais, foi lançada a Pedra Fundamental que deu início a construção da Arena América.

Na ocasião, foi formada uma comissão composta pelo idealizador Dr. José Rocha, Dr. Eduardo Serrano da Rocha, Dr. Carlos Gurgel, Dr. José Medeiros, Eng. Francisco Sobrinho, Eng. Cláudio Bezerra, Ricardo Dantas, Nicholas Carvalho, Álvaro Gouveia, Pedro Paulo e Cláudio Formiga que, conjuntamente, sugeriram o nome do estádio como sendo Desembargador José Vasconcelos da Rocha, prontamente aprovado pela diretoria na ocasião.

Com o financiamento da torcida, conselheiros e diretores, as obras foram iniciadas no dia 12 de maio de 2012 e a primeira etapa do Estádio será entregue no dia 7 de setembro de 2019.

"Após a entrega do primeiro módulo serão construídos os camarotes, cujos adquirentes foram quem financiaram o início das obras, então nada mais que justo", disse o presidente Eduardo Rocha que ainda complementou. "Fico muito feliz que, em minha gestão, estejamos conquistando mais este marco na história do América Futebol Clube".

Fotos: Antônio Neto/América FC



Grupo "Audita ABC" pretende promover uma devassa nas contas do clube

Edmo Sinedino,

Desde meados da Série C que um grupo de jovens torcedores do ABC, todos com ótima formação começou a pensar na formação de um bloco formado, também por conselheiros, para exigir uma auditoria independente no ABC Futebol Clube. Com a confirmação do rebaixamento, evidente, essa ideia só tende a ficar mais forte.

Audita ABC FC já conta com mais de mil seguidores em seu microblog e tem como objetivo saber o que foi feito com o dinheiro que entrou no clube, como foi aplicado, quanto gastou em contratações de atletas, folha salarial da equipe e dos funcionários.

A conta é muito simples de fazer. O departamento de futebol do ABC recebeu, entre verbas de competições e negociações com jogadores, um total de R$ 7 milhões, somente e exclusivamente do futebol.

Tudo isso pretende ser devassado pelo grupo que não tem a intenção de promover uma "caça às bruxas", mas tornar clara a situação financeira do clube.



Quem vem de fora tem "carta branca" para agir

Edmo Sinedino,

Vocês lembram do que sempre escrevo sobre "carta branca" em nosso futebol. Essa mania de dar poderes supremos a quem vem de fora tem sido nossa derrocada.

 Basta voltar um pouco no tempo e lembra de um tal de Gustavo Mendes, ex-executivo de futebol do ABC, sua última passagem por futebol, parece, foi no Tupi de Minas, hoje comanda uma empresa de comunicação. 

Depois veio Rodrigo Pastana que faz gato e sapato de nosso ABC, pois recebeu esses poderes do Rogério Marinho, deputado, que mandava no ABC à época. Apesar das mil polêmicas, parece, está prestigiado no Coritiba, que faz boa campanha na Série B. Até quando?

Poderia citar duzentos casos de treinadores que passaram por nosso futebol e trouxeram um caminhão de jogadores. Posso recordar 2013, o ano daquele milagre de Roberto Fernandes, salvando o ABC. Só naquela reta final foram contratados 17 jogadores. 

Você nunca vai ler sobre um treinador da terra ter essa famosa "carta branca", isso não. Aqui em Natal, até mesmo numa secretaria municipal já tivemos um estrangeiro com essa premissa, o famigerado Rodrigo Martins Cintra, que tentou derrubar, vejam só, o nosso Danilo Menezes. 

Ontem, no meu blog, repercuti notícia de sua condenação em ressarcir os cofres de nossa cidade com R$ 40 mil.

Outro forasteiro que passou como um tsunami por cima da gente foi o bandido internacional Anthony Armstrong. Recebeu "alvará" dos alecrinenses e afundou o time verde que hoje, graças a ele, está na segunda divisão do Estadual.




Os culpados pelo rebaixamento do ABC

Edmo Sinedino,

saltonC_09Já respondi essa pergunta várias vezes. De quem é a culpa maior pela crise do ABC e que, agora, culminou com o rebaixamento? Numa hipotética operação matemática de porcentagem, 60% para os dirigentes, 30% para Giscard Salton e os 10% restantes para serem divididos entre jogadores que nada queriam com o "basquete" e treinadores.

Agora, agora?  Não adianta mais. Quem deu carta branca ao Giscard? Quem nunca teve coragem de, antes, na sua chegada criticar, questionar? Quase ninguém. Muito pelo contrário, o que muito se viu foram "tapinhas nas costas" e até defesa ferrenha do executivo de futebol que, como quase todos que vêm de fora, recebem "carta branca" para fazer o que bem entendem.

Eu vou logo dizendo que posso sim criticar, cobrar, pois desde o ano do famigerado golpe que tirou Judas Tadeu do comando, depois da pantomima de uma greve orquestrada por inimigos do ABC e de Judas Tadeu, muitos deles se dizendo abcdistas, apontei o dedo na direção dos errados. Ali começou o caos, a hecatombe que culminou com o rebaixamento deste domingo.

Empresários sem nenhum compromisso com o clube, de comportamento duvidoso, para dizer o mínimo, começaram a negociar as melhores peças do ABC e foram, ao longo dos meses, desmontando um time que tinha tudo para grandes conquistas. As contratações, depois, foram todas um desastre.

O desmonte maior começou quando, na terceira posição do Brasileiro, dentro do G4, a direção demitiu Ranielle Ribeiro e continuou sob a conversa fiada de Giscard Salton. Veio Sérgio Soares, com eles, reforços absurdos, ele afiançou o contrato de Jackson Caucaia e a permanência, ainda do chileno Bóris Sagredo, e, acho, a vinda de Bocão que, parece, não tinha nenhuma condição de jogo. Todos os jogos que ele comandou foram de derrotas.

Depois, Roberto Fernandes, que já tinha sido preterido numa primeira vez e, claro, colocou a faca no peito da direção. Exigiu bom contrato, tempo, e não fez absolutamente nada que mudasse, de verdade, a trajetória, o jeito de jogar, os resultados do ABC na Série C.

Não sou contra A ou B, mas Roberto Fernandes, que vinha de fracassos seguidos - rebaixamentos em América (2014), Capivariano (2016), Náutico (2017) e ABC (2019) - também não me parecia ser o nome mais indicado para o momento. Veio e, blindado, pela direção e por boa parte da torcida, cometeu vários erros, mas ninguém tem e nem terá coragem de apontar, isso desde a estreia oficial contra o Náutico.

Claro, com a crise, com as derrotas, muitas coisas foram surgindo. Os tais "Cardeais" que deram o golpe em Judas Tadeu nunca apareceram com o prometido auxílio, nem mesmo de conselho. O que se viu foi um ABC inchado de jogadores ruins, fracos, descompromissados e, tem mais, uma invasão de funcionários que não sabem nem mesmo eles, as funções que exercem.

Não dá para dizer que esse rebaixamento foi surpresa. Diante dos resultados, dos tropeços seguidos em casa, irrecuperáveis, fazia tempo, já um bom tempo que, aos amigos mais chegados eu manifestava minha quase certeza de rebaixamento.

O que fazer agora? Não sei. Quem sabe, aprender, finalmente, com os erros. Mas tem gente da torcida se organizando para exigir muito mais. Conto numa próxima postagem.

*Foto: site oficial do ABC


Treze vence o Confiança e antecipa o descenso do ABC para a Série D

Edmo Sinedino,

O Treze ganhou do fraco time do Confiança de 1 a 0, gol contra. Uma daquelas partida que nem mesmo o mais apaixonador e cego torcedor consegue encontrar algo de bom para elogiar. 

O resultado rebaixou, de forma antecipada, o ABC de Natal. E isso é o mais inaceitável de tudo. Jogar menos que Treze e Confiança para todo mundo que tem juízo é uma coisa absurda, nunca antes imaginada, mas foi o que aconteceu.

Com o resultado, o Treze foi a 18 pontos, e mesmo que o ABC vença ao Globo e o Galo seja derrotado pelo Botafogo, ainda assim, iguais nos pontos, os paraibanos levam a vantagem de uma vitória a mais - 5 a 4. Hoje o ABC tem apenas três triunfos nos 17 jogos que disputou.

O clima não poderia ser pior. Alvinegros  arrasados, enquanto os torcedores do América fazem todos os tipos de piadas nas redes sociais, festejando inclusive com fogos de artifício o rebaixamento do rival, felizes, mesmo que essa felicidade signifique o afundamento de nosso futebol.

Na última rodada, o Globo vai ter que vencer o ABC e torcer para que o Treze não consiga vencer o Botafogo. Se o time de Campina Grande empatar com o Belo, indo também a 19 pontos, o Águia de Ceará Mirim terá que vencer ao alvinegro por dois gols de diferença, para ultrapassar o rival no saldo de gols.

Numa imaginávamos uma situação tão deprimente para o futebol do RN. Enquanto isso, em entrevistas concedidas essa semana, o presidente da federação que corre o risco de não term nenhum time nem mesmo na Terceira Divisão, sacode a culpa no empresariado local, nos governos e, por último, chamando os dirigentes que o mantém no poder em eleições nunca esclarecidas, de amadores.



O "show" de Daniel Alves

Edmo Sinedino,

danialves_09É muito, mas muito fácil enganar nesse futebol do Brasil. Daniel Alves estreou pelo São Paulo e as manchetes, várias, inclusive de jornais estrangeiros, atribuíram ao jogador um "show" de bola. Que absurdo! Longe disso. 

Ele marcou o gol num lance fácil, chutou uma falta para fora e mesmo jogando com a camisa 10, e no meio-campo, foi o jogador que menos criou. Fez o nome, deita na cama. País do futebol, hoje, dos cegos.

O Ceará foi um adversário à altura, acho até que não merecia perder, teve chances claras de gol, um pênalti claro a seu favor não marcado e pressionou muito a mediana equipe sãopaulina. 

A estreia de Daniel Alves no tricolor do Morumbi, estádio cheio, foi o retrato do momento que vivemos. Futebol muito pouco, marketing exagerado. Por essas e outras, estejam certos, nunca mais vamos ganhar uma Copa do Mundo se nada mudar.

*Foto: site da CBF



Rodrigo Martins Cintra não escapa do MPRN

Edmo Sinedino,

Acho que todo mundo do esporte se lembra do canastrão Rodrigo Cintra, dublê de modelo e árbitro de futebol, um dos tantos picaretas que passaram por nossa cidade recebendo carta branca para agir.

Ele foi secretário de esportes de nossa cidade e desfilou sua empáfia, arrogância e prepotência pelos quatro cantos da cidade, se dando ao luxo de ser convidado para falar, plaestrar, enganar até na Câmara dos Vereadores de Natal.

Quem me acompanha sabe das vezes que denunciei os absurdos desse camarada que não tinha nenhum cacife para ser secretário de esportes. Fico me perguntando, como essas coisas se dão em nossa terra. Quem chega, manda, essa parece ser a regra.

E isso vale para dirigentes, atletas, jornalistas, radialistas e até políticos. Quando essa povo da política descobri vai chover carioca, gaúcho, paulista, mineiro angariar votos por aqui.

Rodrigo Cintra foi mais uma das tantas aberrações em nosso esporte, erros que se repetem quase todos os anos, basta ver o que aconteceu com o ABC sob o comando de Giscard Salton. Lembram do inglês asqueroso ladrão que afundou o Alecrim? Era tratado como "Pai" por parte de nossa torcida.

Entra tantas que aprontou, dessa ele não escapou e por determinação do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 44ª Promotoria de ustiça da comarca de Natal, recomendou que o Município promova a execução judicial da condenação de ressarcimento ao erário em cerca de R$ 40 mil, imputada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) em desfavor do ex-secretário Municipal da Juventude, Esporte, Lazer e Copa do Mundo da FIFA, Rodrigo Martins Cintra.

Quem será o próximo a aparecer para mandar por aqui? Cintra, Rodrigo Mendes, Pastana, Armstrong, Giscard...



A enorme superioridade do Flamengo sobre o Vasco

Edmo Sinedino,

O Clássico Vasco 1 x 4 Flamengo retratou, desta vez, com exatidão, o momento das duas equipes, as enormes diferenças entre ambas. O rubro-negro é infinitamente superior, em tudo e, princilpalmente, na qualidade técnica dos jogadores. 

O técnico Jorge Jesus tem a grande vantagem de ter na reservas jogadores do nível de Everton Ribeiro e Gerson, enfim, os 4 a 1, apesar dos pênaltis desperdiçados pelo time da Cruz de Malta, ainda foi muito pouco para o passeio no Mané Garrincha.

O Vasco quase que não conseguia passar do meio-campo, seu time era sempre envolvido em troca de passes, passagens, triangulações. Para o time mais querido do Brasil só falta, agora, a manutenção de sua regularidade.

Nos outros jogos deste sábado, o Atlético do Paraná venceu o Mineiro de 1 a 0. O Botafogo, fraco, não foi páreo para o Corinthians, mediano, mas bem melhor. O Internacional venceu o Fortaleza, 1 a 0 na Arena Castelão e no jogo da 21h, Grêmio e Palmeiras, mistos, empataram de 1 a 1.

Domingo, a rodada 15 se completa com Cruzeiro x Santos, estreia de Rogério Ceni no comando do Cruzeiro; São Paulo x Ceará; Fluminense x CSA, Bahia x Goiás e o duelo dos 18º  Chapecoense com o lanterninha Avaí.



ABC só empata com o Sampaio Corrêa e pode ser rebaixado já neste domingo

Edmo Sinedino,

walysonSa_09A situação é a seguinte: Treze o Globo, qualquer dos dois que vencer seu jogo deste domingo - os paraibanos enfrentam o Confiança, em Sergipe, e o Águia o Santa Cruz, em Recife - decreta, de forma antecipada, o rebaixamento do ABC que, com o empate diante do Sampaio Corrêa, 1 a 1, neste sábado, no Frasqueirão, ficou em situação ainda mais delicada na tabela de classificação. Continua na lanterninha, seja qual for o resultado de ambos.

Não vou falar muito de jogo, e nem de quase nada, falar o que? Mas Roberto Fernandes entrou de novo com uma equipe modificada, que eu, novamente, devo dizer, não entendi. Xavier no lugar de Dione. Ainda preocupado com marcação, com reposição. Quer dizer, ainda temendo soltar de vez seu time. Quando ele pretende jogar para vencer, de fato, o ano que vem?

Se você tem Ivan, pronto para jogar, qual finalidade improvisar o garoto Wenderson. Se era para sacar Dione que fosse para entrada de um atacante de beirada, para evitar a carga de marcação toda em Wallyson. Bom, agora é tarde. O ABC está por fio e alguma zebra acontecer neste domingo, e olha que nem são zebras tão impossíveis, já que esse Série C é um "caminhão de times iguais". 

Desta vez, já sei, a culpa vai ser de Wallyson pelo pênalti perdido. Um torcedor já me paraou depois do jogo para dizer: "trouxeram Wallyson de volta para acabar com o ABC!" Pois é, vai ser esses abdurdos que vamos ouvir durante a semana, muito mais de o alvinegro já for rebaixado neste domingo.

Não tem mais o que fazer, nem o que lamentar. Um verdadeiro hecatombe para o futebol potiguar se os dois principais clubes de nosso Estado se encontrarem na Série D. Quem sabe, finalmente, os dirigentes, chamados de amadores por José Vanildo da Silva, presidente inútil da FNF, possam se revoltar a fazer alguma coisa para mudar esse quadro de terror em nosso futebol.

Será possível que os nossos clubes vão continuar se contentando com as "migalhas" que Vanildo oferece e vende para a imprensa, para todos os bobos que acreditam nele, ou fingem acreditar, isso é ajuda?

*Foto: equipe de comunicação do ABC



O ABC tem que melhorar muito mais que só as finalizações

Edmo Sinedino,

Roberto Fernandes está enganado, penso. O problema do ABC não se restringe a má pontaria dos atacantes. De jeito nenhum! É muito mais complexo. O time dele precisa melhorar na defesa, ataque e meio-campo.

Eu não sei qual foi a partida que o Roberto viu tantas qualidades no seu time. No jogo em casa, diante do Santa Cruz? Não acho. O ABC criou várias situações de gols, no entanto, todas muito mais pela fragilidade do Santa e qualidade individual de alguns jogadores.

O conjunto está devendo sim. A defesa ainda bate cabeça nas bolas alçadas. A cobertura dos alas é falha. A saída de bola é sofrível, muitos passes errados e bolas rifadas. Será que ninguém vê isso?

A criação está restrita. Quase não vemos jogadas trabalhadas de verdade por Dione, Rosa,fazendo andar as passagens de alas. Alguém viu algumas boas jogadas de linha de fundo? Eu não.

Portanto, para vencer o Sampaio Corrêa neste sábado o ABC vai ter que melhorar num todo - defesa, meio-campo e ataque. Bloco defensivo, marcação alta tirando espaço do adversário e rapidez nas transições, com variações, evidente.



José Vanildo em sua "bolha"

Edmo Sinedino,

Todo dia, agora, me parece, tem uma piada nova de José Vanildo, presidente da FNF.  Fico imaginando o que os dirigentes vão dizer desse ataque. O super presidente, o melhor de todos, chamou a todos de amadores e disse que o futebol do RN, que ele é o cartola maior da entidade que rege esses clubes, está fadado a desaparecer.

Não queria está todo dia aqui escrevendo sobre esse assunto, mas surgem sempre coisas tão absurdas que você não pode evitar de comentar. Todo mundo sabe, menos Vanildo, que ele, presidente da FNF, é o problema maior.

Sua gestão é um entrave para que nosso futebol ande. Ele não se mexe, só reclama e ataca a todos, na velha tática da "melhor defesa é o ataque". Só, coitado, está caindo no ridículo. De cada dez desportistas, dez, o apontam como cancro maior de nosso futebol.

Claro, junto com os dirigentes que o elegem e mantém no poder, ele é o alvo maior de todas as críticas sobre o péssimo momento que vivemos. Promover manchetes em jornais, atacar Nordestão, Riachuelo, governos em entrevistas, se tornando repetitivo e chato, não vai mudar isso.

Algo muda de fato em nosso futebol no dia que o gestor da FNF merecer a confiança do empresariado local e dos governos constituídos. O dirigente de mantém, não sei até quando, em sua "bolha".

Os dirigentes não têm coragem, mas já passou da hora da FNF, de novo, passar por uma intervenção e devassa, mudança de comando se faz urgente.  Só os dirigentes e o próprio Vanildo não enxergam essa obviedade.



Manoel Carlos, 13 anos, convidado para testes no Sub 15 do Náutico de Recife

Edmo Sinedino,

manecarlos1_09Manoel Carlos, 12 anos, nascido em  2006 atua na posição de centroavante. Ele iniciou em 2017 no projeto de futebol da escola  da Afurn - Associação dos Funcionários da UFRN Era o artilheiro da equipe e até recebeu o apelido de  "Ceifador". 

Foi campeão pela equipe no Torneio Ação Global na época . Em 2018 subiu para equipe sub 13/14, mesmo ainda estando com apenas 11 anos. No mesmo ano se transferiu para a Escolinha Pequenos Alvinegros . 

No início de 2019 foi convidado a jogar no amistoso em João Pessoa pela escolinha do Sport Clube Marítimo de Portugal. Atuou em  Recife contra a escolinha do Atlético Paranaense base e novamente em amistoso em João pessoa atuou no Sub 15. 

Neste ano foi convidado pelos observadores do Clube Náutico Capibaribe pra um período de avaliação já no Sub 15, mesmo estando com apenas 13 anos. Manoel Carlos é mais uma promessa do futebol potiguar que, certamente, não seria aproveitado pelos nossos clubes.



Últimas da noite

Edmo Sinedino,

Parece que o ABC está definido. Edson, Wenderson, Joécio, Adalberto e Guilherme; Guedes, Mossoró, Dione e Anderson Rosa; Wallyson e Lohan. Sem mais invenções, esperados, com mais rendimento, esperamos, com uma vitória, torçamos juntos. ABC x Sampaio, sábado, Frasqueirão, 19h15. O xafurdo começa às 13h30 com o "Confrasqueira", samba, cerveja Farache, Cachaça Mipibu, feijoada e muita corrente positiva.

--------------------------------------------

O Globo vai ter, todo mundo já sabe, os reforços de Ramon, Jardel e Max, contudo, Jaquinha está fora. Menos mal, Hígor César tem o Nininho. Assim como o ABC, o Globo também precisa vencer para, na partida final contra o rival natalense tentar garantir sua permanência.

------------------------------------------------

Essa é mais uma para os flamenguistas. O  Volante, comum, mas tratado como super craque, colombiano Gustavo Cuéllar deve ser vendido para o Al Hilal, da Arábia Saudita por R$ 35 milhões. Estranho, né não? Esse cara não estava sendo pretendido por grandes clubes da Europa?! Arábia Saudita, mercado que praticamente enterra jogadores, tirando-os da mídia? Fiquei sem entender. Brincadeira minha. Eu sempre soube que o Cuéllar era apenas um bom jogador, os exageros ficaram por conta dos cegos da imprensa carioca vira-lata.

-----------------------------------------------

O movimento dos torcedores do ABC para arrecadar uma grana e premiar os atletas tem gerado polêmica, muita gente contra, mas a maioria a favor, me fez lembrar do Alecrim em 1986. Em plena busca do bicampeonato tínhamos um presidente sem vergonha, que não pagava nem promessa a santo. Ele fazia tabelinha com Pio Marinheiro e o dinheiro nunca aparecia. A FERA se reuniu foi às ruas e conseguiu juntar um dinheirinho para uma premiação que veio muito a calhar. O bicampeonato aconteceu e festejamos juntos. Falando nisso, a rapaziada vai colocar urnas no Frasqueirão para reforço de caixa. Quem puder e quiser...

------------------------------------------------

Não tenho tido mais notícias de basquete, voleibol, handebol (depois do torneio em Gostoso), futsal, natação, enfim, as nossas modalidades amadoras. O que será que está acontecendo? Tudo parado mesmo ou é somente falta de assessoria de imprensa? Judô tem sido o único com notícias. E os Jerninhos? Também não tem divulgação? E nosso futebol de areia, acabou mesmo? O que é feito da federação e dos clubes?

------------------------------------------------------

Vocês lembram desse sem futuro que Micarla de Souza colocou como secretário e eu todo dia danava-lhe o cacete no meu blog. Imagine o prejuízo que aquele tipo nos provocou. E ainda teve o atrevimento, a safadeza de querer mexer com Danilo Menezes Nuñes.

Vejam aí:

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio da 44ª Promotoria de Justiça da comarca de Natal, recomendou que o Município promova a execução judicial da condenação de ressarcimento ao erário em cerca de R$ 40 mil, imputada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN) em desfavor do ex-secretário Municipal da Juventude, Esporte, Lazer e Copa do Mundo da FIFA.

Rodrigo Martins Cintra foi condenado pelo TCE/RN em razão de valores concedidos irregularmente na qualidade de secretário municipal da Juventude, Esporte, Lazer e Copa do Mundo da FIFA, a título de diárias e passagens aéreas sem prova material de sua participação em quaisquer desses eventos. Confira detalhes aqui no portal Justiça Potiguar.

*Fonte: Site Oficial do MP


José Vanildo se repete nas entrevistas

Edmo Sinedino,

José Vanildo da Silva, amigos me mandaram áudio, foi entrevistado no programa "Sem Amarras" da 97 FM, pelos jornalistas Osair Vasconcelos, Sávio Hacrakdt e Antônio Melo. Achei muito egraçado que, a certa altura, da mesma forma que faz sempre quando é questionado de forma inteligente, ele se enfurece e diz até impropério, repetidos, contra governos e empresariado. 

Desta vez ele desceu o malho na Riachuelo e Nordestão. A gestão de José é muito ruim, todos sabem, e têm conhecimento também que o empresariado não investe de verdade no futebol porque não confia, simples assim.

Outra piada boa foi quando Sávio perguntou sobre sua permanência no comado da entidade até 2022, desde 2007. Ele, de forma inacreditável, disse ser reconduzido atendendo a pedido dos clubes filiados. Pode até ser, mas...

Quando se falou em clubes que deixaram o seu Estadual sem atrativos, ele simplesmente atacou, de novo, desta vez os políticos que comandavam as agremiações. Bom, como sempre, ele não explicou o motivo principal de sua gestão que, dizem, tem muito dinheiro, enquanto os clubes estão na penúria.

Uma gestão de futebol, entendo, deve trabalhar, dirigir todos os seus esforços para que seus filiados cresçam, assim sendo, cresce também a entidade. Ou não? Nem sei mais. José Vanildo, um conselho: se não dá para copiar São Paulo, Santa Catarina, Goiás, Parana, pelo menos tente se igualar à Paraíba, Alagoas ou Maranhão, já estaria bom para nós.

Saiba que, quase que a totalidade dos desportistas de nossa terra atribuem uma grande parte de nosso futebol falido à sua administração que, na média, ficou com nota 1,5 quando a máxima é dez. Péssimo, né não? Mas Vanildo é meio assim que parecido com Bolsonaro, um zero administrativo que se acha perfeito e que também não admite questionamento da imprensa livre.



Agradeçam ao Brescia

Edmo Sinedino,

O Flamengo perdeu Balotelli para o Brescia, quer dizer, seria um Avaí ou Fortaleza, ou ainda CSA de Alagoas. Que vergonha para o futebol do Brasil. Acho que não, envergonhados devem ficar o vice de futebol Marcos Braz, o diretor-executivo Bruno Spindel e o advogado Marcos Motta, que viajaram à Europa com essa missão.

Segundo a imprensa do país, o Flamengo ainda pode tentar um último esforço, mas Balotelli já se decidiu pelo Brescia. O time é o atual campeão da segunda divisão italiana e estará no campeonato de elite do país. 

Tenham certeza, nada tenho contra o Flamengo, torço pelos clubes do Brasil, mas não tem como ser diferente quando o nosso futebol continuo a ser gerido por caçadores de holofotes, para dizer o mínimo, pois essas contratações "bombásticas" envolvem cifras nunca transparentes. Não se sabe mesmo o que acontece.

Uma coisa eu tenho certeza: o Flamengo ainda vai lamentar muito essa gestão do Rodolfo ? Landim. Kleber Leite, Márcio Braga, cartolas políticos, milionários, antes ou depois do Fla? Não sei, que o digam onde isso pode chegar. Palmeiras, Corinthians, Vasco, entre outros, são exemplos das loucuras desse tipo de investimento.

Sorte do Flamendo que tenha surgido um Brescia para livrá-lo do Balotelli.



Palmeira bate o Globo e toma a quarta posição do Alecrim no Estadual Sub 19

Edmo Sinedino,

palmeira_09Comparando as campanhas, ainda mais sendo a partida da casa do time verde de Goianinha, a vitória de 2 a 0 do Palmeira sobre o Globo não foi surpresa. Com esse resultado, a equipe interiorana tirou a quarta posição do Alecrim e ficou na faixa de classificação à próxima. 

Veja abaixo:

PALMEIRA VENCE GLOBO POR 2 A 0, EM JOGO VÁLIDO PELO ENCERRAMENTO DA 6ª RODADA DO SUB-19

Palmeira e Globo se enfrentaram no Estádio Nazarenão, em jogo válido pela 6ª rodada do Campeonato Potiguar Sub-19. O mandante, Palmeira, levou a melhor e venceu a Águia por 2 a 0. Os gols da partida foram marcados Thiaguinho e Nicácio Diniz.

Com o resultado, o Globo continua com zero ponto na competição e enfrenta o Parnamirim na próxima rodada, a partida acontecerá no Estádio Barrettão, no próximo sábado (18),  às 15h. O Palmeira com esse resultado soma 13 pontos, continua na quarta colocação e descansa na sétima rodada

Foto: Assessoria / FNF



O Grêmio de Renato Gaúcho já não é o mesmo...

Edmo Sinedino,

Vi o jogo Grêmio 2 x 0 Atletico Paranaense. Me espantei, confesso, com a falta de objetividade dos comandados de Renato Gaúcho. Todo mundo querendo resolver, e principalmente, o homem da seleção, Everton Cebolinha.

Mesmo tendo sido o autor do passe magistral para o gol de cabeça do André, abrindo o marcador, ele abusou das finalizações como primeira opção, quando haviam, posicionados, companheiros em melhores condições.

Achei também que a equipe, apesar da dupla de zagueiros tão elogiada - Geromel e Kanneman - muito vulnerável, falha na marcação pelos lados do campo. O meio-campo formado por três jogadores habilidosos, mas que oferecem muito espaço ao adversário, demora muito a fazer a bola chegar na frente.

Achei a defensiva tricolor muito desguarnecida, volantes de pouca proteção e pegada, ainda mais quando os alas, o esquerdo principalmente, é muito deficitário na marcação. 

Enfim, me decepcionei com o Grêmio. Sem medo de errar, diria que o Renato Gaúcho de tanto mexer na equipe acabou errando a mão, perdendo o controle sobre aquele time rápido e criativo que vi ano passado.

Luan no banco de reservas, nem pensar. Não sou Caio Ribeiro para achar que tudo que o Renato faz é bem feito. Acho que é birra. Pois o meia é, de longe, o maior jogador da equipe ao lado do garoto Jean Pierre, autor do segundo gol, de falta.


21-40 de 9509