América "nasceu" na Rua Vigário Bartolomeu

Edmo Sinedino,

Frequento assiduamente o sebo do músico e compositor José Ramos e só na semana passada fiquei sabendo que ali, naquela casa, nasceu o América.

O fato me foi contado pelo proprietário que, feliz da vida, me falou da visita do ex-presidente Jussier Santos, e do conselheiro Carlos Gomes.

Segundo Ramos, repetindo Jussier, foi feita uma intensa pesquisa, pois havia uma dúvida entre o prédio onde Ramos tem seu relicário de livros e o prédio da frente.

Por fim, todas as dúvidas esclarecidas, Ramos autorizou os dirigentes do América colocarem a placa de identificação no dia do centenário.

A residência fica na Rua Vigário Bartolomeu, número 565, na Cidade Alta.

Veja a programação:

PROGRAMAÇÃO DE 14 DE JULHO:

7h - Hora do orgulho bater forte no peito: Alvorada na sede social do América Futebol Clube

8h - Confraternização alvirrubra com café da manhã na sede social do América Futebol Clube

9h30 - Sessão solene da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

11h - Descerramento de placa na primeira sede do América, localizada na ria Vigário Bartolomeu, número 565, Cidade Alta.

19h - Missa na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação

20h - Show pirotécnico: Céu de Bagdá

20h30 - 100 anos de paixão: Sessão comemorativa no Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte.



SEL realiza a III edição da Copa Natal de Futebol Sub-15

Edmo Sinedino,

Depois da competição realizada em cidades do interior, onde ABC e América puderam participar (Sub-15 e Sub-17) simultaneamente, agora chegou a vez da SEL - Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura.

Todos, felizmente, fazendo o papel que deveria ser feito pela Federação Norte-rio-grandense de Futebol.

Será a terceira edição da Copa Nossa Cidade Natal. Vale sempre lembrar que a Prefeitura já realizou a edição da edição de Sub-17.

E a SEL também vai realizar a Copa dos Campeões de Bairros e a Copa de Futebol Feminino.

A FNF, o presidente José Vanildo, bem, parece estar de férias.

Veja abaixo:

Inscrições para III Copa Nossa Cidade de Futebol Sub-15 seguem abertas

O maior campeonato de futebol amador da cidade segue com o período de inscrições aberto. A III Copa Nossa Cidade de Futebol Sub-15 que está marcada para o mês de agosto e é uma promoção da Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEL).

A previsão da SEL é de que mais de 60 equipes se inscrevam para a disputa. O número é superior ao do ano passado, quando 54 times disputaram a competição.

As inscrições são gratuitas e seguem até o dia 6 de julho, das 9h às 13h, na sede da SEL, que está localizada na Rua Potengi, 409, Petrópolis. Podem se inscrever times com até 25 atletas nascidos no ano de 2000.

III Copa Nossa Cidade de Futebol Sub-15

A primeira edição da Copa ocorreu no ano de 2013 e teve a participação de 46 equipes com o Santa Cruz como campeão. No ano seguinte foram 54 equipes inscritas sagrando-se campeão o time de Santos Reis.

O torneio conta com a participação de equipes das quatro regiões administrativas da cidade e é subdividido em fase de grupos, oitavas de final, quartas, semi e final. A premiação é de troféus e medalhas.



FNF ignora, mas Prefeitura, via SEL, realiza Copa de Futebol Feminino

Edmo Sinedino,

femini_09E vem mais irritação do presidente da FNF, José Vanildo da Silva. Ele não faz e continua tomando “tapas de luva”.

Tem sido em competições promovidas pela UFRN, cidades do interior – sub-17 e sub-15 – e, principalmente pela Prefeitura de Natal, por intermédio da Secretaria de Esporte e Lazer.

O prefeito Carlos Eduardo e o secretário Eduardo Machado lançaram oficialmente, na sexta-feira (26), a Copa Natal de Futebol Feminino.

Enquanto a FNF abandonou bases e o futebol feminino, a prefeitura vai realizando ajudando, muito, aos desportistas do RN.

José Vanildo, acreditem, não é balela, já é tratado como ‘persona non grata’ pelas meninas do futebol e também por desportistas que gostariam de participar de competições de base.

Equipes tradicionais como Palmeiras das Rocas e Natal FC fazem parte do grupo que, agora, se dedicam somente a competições fora do Estado.

Veja baixo:

Prefeito lança Copa Natal de Futebol Feminino nesta sexta-feira

A Copa Natal de Futebol Feminino vai começar. O lançamento oficial do torneio aconteceu sexta-feira (26), às 9h30, no gabinete do Prefeito do Natal, Carlos Eduardo Alves. A competição é uma promoção da gestão municipal através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SEL), e visa incentivar e fortalecer o desenvolvimento do esporte na capital potiguar.

Com nove equipes inscritas, o titular da SEL, Eduardo Machado, lembra que os times não pagam nada para participar do torneio. “Cedemos todos os ternos, campos e arbitragem, ou seja, brincamos que a única obrigação das equipes é de estarem em campo nos dias e horários marcados”.

Ainda sobre a competição, o secretário acredita que será disputada e conta com a participação da torcida para incentivar as equipes. “Todos os times demonstram motivação, o que pode refletir em campo com bons jogos. E contamos também com o apoio da torcida. Que a população acompanhe as partidas e se divirta com mais uma opção de lazer no fim de semana”.



Gilmar Dal Pozzo repete formação com três volantes

Edmo Sinedino,

Ontem, depois do treino, ficou evidente qual seria o time que Dal Pozzo vai colocar em campo.

O mesmo que empatou com o Náutico.

Isso mesmo. Com três volantes e nenhum meia, verdadeiramente de ligação, sim, porque Edno é meia atacante.

Neto Coruja, Dedé e Fábio Bahia. Os três postados, com possibilidade de jogo apenas para Neto Coruja, de novo?

Não é possível que o treinador não tenha encontrado uma maneira de fazer esse time andar, rodar a bola, criar, e chegar com mais gente, de verdade, na frente.

Claro, tudo pode dar certo, funcionar, e o ABC vencer de goleada, espantando a crise, mas ficou preocupado.

Vamos torcer, de novo, que Fabinho e Marcílio possam resolver essa parada de falta de jogo no ataque.

Acho eu, era sim chegada a hora de um volante só de marcação, dois meias e mais um meia atacante.

Os dois atacantes Kayke e Fabinho, a chegada dos alas e do meia atacante – Edno – ao lado do meia de criação – Ronaldo Mendes.

Chiclete seria esse terceiro atacante pelo lado direito, sem a bola, ele e Edno voltariam ajudando na recomposição.

Para mim passou da hora de jogar, realmente, em busca de uma vitória consagradora.

Ainda lamento e sinto falta do ABC que vi jogar no Segundo turno do Estadual, nas primeiras partidas do Brasileiro.



Rogério Ceni esqueceu que passou da hora de encerrar a carreira

Edmo Sinedino,

Alguém ainda duvida que Rogério Ceni se acha mais importante que o São Paulo?

A frase da discórdia após a derrota para o Atlético/PR que, de novo, deixou evidente sua falta de condição de jogo.

Também claro ficou que esse profissional, como disse Ney Franco, está muito mais preocupado em marcas pessoais.

Rogério Ceni manda e desmanda no São Paulo. E olha que é o São Paulo.

A frase dita depois da derrota para o Atlético/PR: "entendo a necessidade financeira do clube, mas tem também minha necessidade de ser campeão".

Ceni vem desde muito prejudicando o São Paulo e se sentindo ele, o lesado..

Detonou o técnico Leão, e elogiou Ney Franco, substituto, pouco tempo depois declarando que, “se dependesse dele o Ney Franco já estaria na rua”.

Isso em passado recente.

Veja o que disse Ney Franco sobre esse jogador após sair do clube: "Sem dúvida. (Rogério Ceni) Extrapolou o limite. Até participa da vida política do clube, há uma disputa por seu apoio político. Ele tem consciência do que representa. Em 2013, não tive nele o capitão de que precisava. Havia a preocupação de quebrar marcas individuais".

Nem quero, no entanto, criticar a sua postura fora de campo.

O principal é dentro mesmo.

A imprensa cega, a torcida inocente, e os dirigentes e comissão técnica covardes fingem não ver as falhas seguidas do goleiro.

Não percebem a falta de reflexo, a falta de elasticidade, não notam nem mesmo a barriga flácida, caída, que o goleiro vem mostrando nos últimos tempos.

Sinais claros do tempo, e de um treinamento relapso. Imaginem isso numa equipe do porte do Tricolor.

Ceni, convenhamos, nunca foi um goleiro top. Nunca esteve entre os melhores do Brasil, longe disso, o seu diferencial sempre foi falta e pênalti e a média que fazia, e faz, com imprensa e torcida.

Tanto que, mesmo diante de tantas falhas, da fase ruim, todos são “culpados”, menos o narigudo Rogério Ceni.

E não tem um jogo em que ele não cometa falhas - pequenas ou determinantes.

Os seus números impressionantes com os pés não discordo e nem comento, goleiro, no entanto, ele é fraco.

Rogério Ceni é mais um exemplo claro da falta de profissionalismo e seriedade do futebol do Brasil.




O futebol prega peças

Edmo Sinedino,

josue1_09O futebol nos prega peças.

Dias desses, o ABC tinha um treinador alegre, aberto e que colocava seu time para jogar na frente.

Josué Teixeira era assim.

O seu time, com esquema definido, boas variações, jogava bonito, e fez a alegria dos torcedores como não via fazia tempo.

O segundo turno do Estadual foi uma festa.

Muitos gols, os meninos da terra em campo, titulares, abrindo espaço para outros – Erivelton, Chiclete, Marcílio e o Jardel quase tendo também sua chance.

Mas aí, a peça. Josué mudou o time, acho que pressionado, e acabou perdendo, em dois jogos, o título do Estadual para o América que estava quase morto.

Para piorar a situação, Josué começa o Brasileiro perdendo em casa. E vejam só: o ABC merecia ter goleado.

Se recuperou jogando muito, fora de casa.

Na sequência teve um absurdo da Copa do Brasil, o time ganhou fora de casa jogando bonito, depois outro tropeço e fim da era Josué.

Foi demitido pelas arbitragens.

Os meninos voltam para o ostracismo. Não vai mais ter chance para ninguém., Erivelton perdeu lugar, Chiclete já havia perdido, Marcílio, Jardel e Mael não serão mais utilizados.

Com Dal Pozzo, ficou evidente, só tem lugar para “medalhões” mesmo que toscos, rotos, quebrados...



As opções do treinador Roberto Fernandes

Edmo Sinedino,

O América sem Boaventura, Pardal e Max, suspensos. Rafael Estevam, machucado, e o último, pelo que jogou até agora, não faz falta.

Artur Henrique foi relacionado, mas será que vai ser mesmo o ala da esquerda?

Dependendo de como esteja, claro que deveria jogar.

Na defesa, a opção deve ser mesmo por Edson Rocha.

No ataque, talvez Marcelo Maciel jogue ao lado de Thiago Potiguar.

Existindo também a possibilidade de um “enchimento” no meio – Judson, Zé Antônio,  Maguinho e Álvaro, além de Cascata.

Marcelo na frente.

Maguinho e Thiago Potiguar, para mim, em nenhuma formação, podem ficar de fora desse time do América.

Roberto Fernandes relacionou 21 atletas.

Veja a relação:

Goleiros: Busatto e Pantera;

Alas: Lucas Néwiton e Arthur Henrique;

Zagueiros: Edson Rocha, Cléber e Rafael Vitor;

Volantes: Judson, Zé Antônio Paulista, Régis Potiguar, Maguinho e Matheus Barbosa;

Meias: Álvaro, Cascata, Reys, Mateus e Bruno Farias;

Atacantes: Marcelo Maciel, Thiago Potiguar e Gláucio.



STJD indefere recurso e Roberto Fernandes tem pena mantida

Edmo Sinedino,

As desgraçadas, desastrosas arbitragens fazendo suas vítimas.

Roberto Fernandes não teve refresco. Vai ter mesmo que cumprir mais duas partidas de suspensão na Série C.

O recurso impetrado pela diretoria jurídica do clube foi indeferido.

Será que o péssimo Railton Oliveira de Souza, árbitro, sofrerá alguma punição?

Isso é outra vergonha que somos obrigados a conviver por conta da desmoralização da CBF,

Leandro Sena será o comandante á beira do gramado.



ABC vai jogar de portões fechados diante do Paraná

Edmo Sinedino,

Menos mal.

ABC teve recurso julgado e conseguiu minorar os prejuízos. Vai pagar somente R$ 5 mil de multa e, ao invés de perda de mando de campo, joga com os portões fechados.

O ABC cumprirá a punição na 13ª rodada, diante do Paraná Clube.

Veja abaixo:

STJD julga recurso, diminui multas, mas mantém perda de mando de campo

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou nesta quinta-feira (2) o Recurso Voluntário movido pelo Mais Querido quanto às decisões da Quarta Comissão Disciplinar do STJD, em relação aos fatos ocorridos na partida ABC x Paysandu/PA, válida pela segunda fase da Copa do Brasil.

No primeiro julgamento, o Clube do Povo acabou multado em R$ 1.000,00 (mil reais) por infração ao artigo 191, inciso III, e multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) e perda de um mando de campo por infração ao artigo 213 do CBJD. O Departamento Jurídico do Alvinegro recorreu da decisão e conseguiu vitórias no recurso julgado nesta quarta-feira (1).

Por unanimidade de votos, o Pleno do STJD absolveu o ABC da multa de R$ 1.000,00 (mil reais) por infração ao artigo 191, inciso III, diminui a multa que era de R$ 10.000,00 (dez mil reais) para R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e manteve a punição de perda de mando de campo em um jogo, que será disputado com portões fechados.

Desta forma, o Mais Querido cumprirá a punição de perda de mando de campo na partida contra o Paraná Clube/PR, marcada para o estádio Frasqueirão, válida pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Fonte: site oficial do ABC


Formando craques e combatendo o crack

Edmo Sinedino,

Uma receita simples de combate às drogas, de combate ao maldito crack.

Nem cobro por ele, passo de coração.

A nossa revolução.

Quatro zonas administrativas de Natal – Norte, Sul, Leste e Oeste – todas aparelhadas com campos e quadras.

Satélite na Zona Sul, Cicade da Esperança na Zona Oeste, Rocas, Leste e toda a Zona Norte imensa.

Ginásios e campos.

Escolinhas em turnos alternados. Atendendo crianças de dez a 15 anos. Futebol de campo, futsal, basquete, voleibol, natação, xadrez, etc.

Os problemas surgidos resolvidos com convênios.

O centro condutor de tudo isso funcionando no CAIC de Lagoa com sua pista de atletismo e vários equipamentos.

A célula da organização.

Professores da rede pública fazendo o trabalho de acompanhamento e monitoração, aulas, ensinamentos; uma outra secretaria, braço, cuidando da alimentação – manhã e tarde – e está feita revolução.

E claro, com o aproveitamento de trabalhos que já existem.

Quanto de investimento? Quase nada. Afinal, professores, merendeiras, profissionais de quase todas as área estão disponíveis, recebem das gestões.

Quanto de integração para várias e várias famílias que não têm, a não ser as ruas, para deixar seus filhos enquanto trabalham?

Seria impossível viabiliar projeto tão simples?

Comprometimento, cobrança e por que não, parcerias, divisão de esforços, entre secretarias do Estado e do Município.

Solução para problemas, mesmo os mais graves, existem sim, o que falta mesmo é vontade política.



Chiclete e os reforços que Pastana já trouxe para o ABC

Edmo Sinedino,

Vou voltar a a falar de Chiclete.

Me baseio no elogio que o técnico Francisco Diá fez ao garoto, destaque do jogo-treino contra o Globo, autor do gol da vitória.

Fico me perguntando: o que esse menino fez de tão terrível?

Qual foi a falta indesculpável que esse garoto cometeu?

O Gilmar Dal Pozzo vai promover meio mundo. Já deu chances, mais ainda, a Bruno Luiz. Agora, parece, vai promover Bismarck, já escalou Maurício de lateral esquerdo duas vezes, mantém Fábio Bahia, já inventou Leonardo Luiz, mas não tem lugar para Chiclete.

É bem provável que ele jogue com dois volantes e dois meias – Bahia/ Coruja e Ronaldo Mendes/Edno – e nada de Chiclete.

É bem capaz de Wellington, que estava machucado, sem ritmo, assim como Coruja, ficar no banco e entrar durante a partida. E nada de Chiclete.

O pior de tudo é que o ABC ainda vai contratar mais um volante, um atacante de velocidade e mais um ala esquerda.

Marcílio, que fez grandes jogos, e gol, ainda não convenceu. Ainda deve ser uma “promessa” para Dal Pozzo e Rodrigo Pastana.

Fico me perguntando, e repetindo, e repetindo, até quando vamos testemunhar esse tipo de política do absurdo?

Será que esses caras acham que tem alguém melhor que o Marcílio, que o Erivelton, Chiclete, Jardel, Firmino, e etc, dando sopa no mercado?

Será que Dal Pozzo e Rodrigo Pastana acham que, ao final do Brasileiro, vão conseguir convencer alguém de que os jogadores que o Pastana trouxe e o Dal Pozzo colocou para jogar são melhores que os meninos que citei?

Como a imprensa de Natal o escolheu (Pastana) como dirigente do ano, muito provável que ele tenha certeza que essa mesma imprensa vai continuar referendando seus “reforços”.



A única alternativa para a solução da crise do futebol brasileiro

Edmo Sinedino,

nero1_09A solução do problema, parece não saber Del Nero (foto), está nele. Isso mesmo. Renuncia Del Nero!

Uma renúncia do presidente da CBF e uma limpeza geral, inclusive no funcionalismo da CBF, uma mudança de estatutos, novas eleições, limpas, promovida pelo Bom Senso FC, essa, entendo, é a única saída.

No mais é palhaçada. Ainda vamos ter outras pantomimas iguais, não se surpreendam.

O país em que vivemos, com Cunha comandando o Congresso Nacional, Renan Calheiros, o Senado, nunca que teremos mudanças decentes.

A bancada da Bola não vai deixar que as coisas mudem.

O povo, infelizmente, que poderia sim, sair às ruas, encampar essa luta, alienada por uma mídia que prega golpe e cria crise, não liga a mínima para o que acontece no futebol.

Intervenção da CBF. Essa é a única alternativa que pode promover mudanças no falido, desmoralizado, corrupto e combalido futebol brasileiro.

Veja a piada abaixo:

CBF anuncia criação de conselho para discutir a Seleção Brasileira

O vexame na Copa América faz a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) buscar uma resposta para solucionar os erros no futebol nacional. Nesta quarta-feira, o presidente da entidade, Marco Polo Del Nero, instituiu um Conselho de Desenvolvimento Estratégico do Futebol Brasileiro.

A ideia é buscar soluções para a evolução da Seleção Brasileira. Farão parte deste grupo o coordenador de Seleções Gilmar Rinaldi, o técnico Dunga e ex-treinadores da seleção principal que ainda não tiveram seus nomes divulgados.

"Nossa linha de trabalho na CBF aponta sempre para o diálogo. Em dois meses e meio de gestão, já reunimos treinadores do Campeonato Brasileiro, profissionais de marketing e do futebol feminino, médicos e patrocinadores da entidade. Na Seleção, estamos seguindo o mesmo caminho: ouvir as pessoas que construíram nossa história vencedora para colher opiniões e unir forças para evoluir", afirmou Marco Polo Del Nero, através de nota oficial.

A estreia do novo conselho será na segunda-feira, na sede da CBF. "Precisamos entender a visão destes profissionais sobre a origem dos problemas e lutar para solucioná-los. Temos que pensar no futuro. É fundamental que a sociedade seja nossa parceira para elaborar um plano de ações estratégicas para melhorar o cenário do futebol brasileiro", emendou o dirigente.

Fonte: Gazeta Esportiva

Foto: Divulgação


Treinadores de Futebol não precisam de registro no CREF

Edmo Sinedino,

Só para informar e evitar que ex-atletas profissionais se deixem influenciar por perseguições.

E olha que isso já aconteceu em Natal.

Um professor de educação física chegou a fazer denúncias na FNF para que alguns ex-atletas fossem impedidos de trabalhar.

Ainda bem que, de imediato, sua “fúria invejosa” foi contida.

Oficialmnete, não existe impedimento. Mas também, evidente, que uma reciclagem e mais aprendizados e cursos sempre são benéficos.

Veja abaixo:

Treinadores de Futebol não precisa de registro no CREF

Técnico de futebol não diplomado não precisa de registro em conselho de educação física A Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) definiu que técnicos e monitores de futebol não diplomados não precisam ter registro nos conselhos de educação física. A exigência, considerada ilegal, foi estabelecida por resoluções do Conselho Federal de Educação Física (Confef).

O relator do caso, ministro Humberto Martins, advertiu que as entidades profissionais não podem fazer interpretação extensiva de leis que regulamentam o tema, nem exercer poder de polícia contra treinadores não diplomados em educação física.

O ministro afirmou que, no cenário do futebol brasileiro, é comum o jogador, ao deixar a vida de atleta, passar a atuar como treinador ou monitor de futebol. Alguns, renomados; outros, incógnitos.

“A mídia divulga frequentemente casos de autuações e penalidades que tais profissionais sofrem por parte dos Conselhos Regionais de Educação Física (CREFs), amparadas em resoluções do Conselho Federal de Educação Física, muitas vezes às vésperas ou durante as rodadas de campeonato, haja vista a falta de diplomação e de registro em tais conselhos”, disse.

A Lei 9.696/98 dispõe sobre a regulamentação da profissão de educação física. A norma define que apenas profissionais com registro regular no respectivo conselho regional poderão atuar na atividade de educação física e receber a designação “profissional de educação física”. O ministro Humberto Martins, no entanto, constatou que a lei não determina, explícita ou implicitamente, a inscrição de treinadores e monitores de futebol nos conselhos.

Preferência

Para o ministro relator, a competência que a Lei 9.696 atribui ao profissional de educação física não se confunde com as atividades desempenhadas por treinadores e monitores de futebol.

A Lei 8.650/93 é que define que o treinador profissional de futebol deve ser preferencialmente portador de diploma de educação física ou pessoa que, até o início da vigência da lei (22/4/1993), tivesse comprovado o exercício da profissão por, no mínimo, seis meses.

Humberto Martins observou que a lei específica dá preferência aos diplomados, mas não veda o exercício da profissão de técnico de futebol aos não diplomados ou aos que não comprovem o exercício pelo prazo mínimo.

Resoluções

O Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) entendeu que a Resolução 45/02 do Confef, ao estabelecer condições para o registro de não graduados, acabou por extrapolar os limites da Lei 9.696.

Humberto Martins disse que não cabe ao STJ interpretar os termos das Resoluções 45 e 46/02 do Confef – ambas discutidas no processo – para verificar se tais atos normativos se amoldam ou extrapolam a Lei 9.696, uma vez que não compete ao Tribunal interpretar atos normativos destituídos de natureza de lei federal.

No entanto, o ministro relator lembrou que “leis não se revogam nem se limitam por resoluções. Se tais resoluções obrigam treinadores e monitores de futebol não graduados a se registrar em Conselho Regional de Educação Física, estão extrapolando os limites da lei”.



Felipe Alves desperta o interesse da Ponte Preta

Edmo Sinedino,

Vejam só o que é o futebol.

Felipe Alves nunca foi devidamente aproveitado pelo ABC.

Mesmo tendo feito campeonatos de alto nível defendendo o Santa Cruz, por exemplo.

Esse ano, se repetiu, ele e Alvinho (mesmo Alvinho tendo feito grandes atuações na Copa do Brasil, e contra o campeão brasileiro) não foram aproveitados.

Diá, treinador, levou os dois para o Campinense. Alvinho, que vivia grande fase, se machucou seriamente, e não concluiu o campeonato.

Felipe Alves foi, de novo, destaque. Desta vez despertando o interesse, inclusive, de um time da Série A, a Ponte Preta.

O técnico Guto Ferreira teria feito rasgados elogios ao atacante de Martins.

Infelizmente, Felipe e seu empresário estão com problemas pendentes com a direção do Campinense.

Além de Ponte Preta, o Boa Esporte Clube também quer o jogador.

Felipe Alves também tem proposta do futebol do exterior.

E por falar em futebol do exterior, o ótimo atacante Alfredo, ex-América, vai jogar no futebol português, segundo me informou o empresário do atleta.



Técnico Diá viu amistoso ABC 1 x 0 Globo e elogiou o meia Chiclete

Edmo Sinedino,

Bom ver o ABC vencendo, mesmo que seja amistoso, e com um gol de Chiclete.

Quem sabe, o treinador Gilmar Dal Pozzo note, enfim, a presença do bom jogador que saiu do time e até hoje não vi uma justificativa aceitável.

Não vi o jogo-treino, mas quem esteve lá e me serviu de olheiro foi o técnico Francisco Diá.

Ele elogiou a forma como armou o Globo o treinador Anthoni Santoro.

“Duas linhas de quatro bem feitas, jogando sempre no erro do adversário, gostei do Globo. Também gostei muito da movimentação do Chiclete, bom jogador”, disse.

Sempre atento aos talentos da terra – deu oportunidade a Felipe Alves e Alvinho, entre outros, e agora está levando Everaldo – Diá perdeu oito jogadores ao final do Estadual Paraibano e trabalha na remontagem do Campinense.

Ele foi olhar o amistoso justamente porque o Globo é seu adversário na estreia da Série D, em julho.



Uma carta de Jesus para Malafaia - Por Duvivier

Edmo Sinedino,

Não tem nada a ver com futebol. Tem a  ver com Jesus, então, é do interesse de todos.

Republico esse texto maravilhoso aqui no blog. Espero que sirva.

Um dos mais talentosos humoristas da atualidade, autor da equipa do “Porta dos Fundos”, dá uma lição de cristianismo ao pastor Silas Malafaia, televangelista brasileiro, conhecido pelas campanhas homofóbicas e pela sua vasta fortuna - e por ter apoiado Aécio Neves para a presidência.

Abaixo:

De Gregório Duvivier, no DCM

Querido pastor,

Aqui quem fala é Jesus. Não costumo falar assim, diretamente -mas é que você não tem entendido minhas indiretas. Imagino que já tenha ouvido falar em mim -já que se intitula cristão. Durante um tempo achei que falasse de outro Jesus -talvez do DJ que namorava a Madonna- ou de outro Cristo -aquele que embrulha prédios pra presente- já que nunca recebi um centavo do dinheiro que você coleta em meu nome (nem quero receber, muito obrigado). Às vezes parece que você não me conhece.

Caso queira me conhecer mais, saiu uma biografia bem bacana a meu respeito. Chama-se Bíblia. Já está à venda nas melhores casas do ramo. Sei que você não gosta muito de ler, então pode pular todo o Velho Testamento. Só apareço na segunda temporada.

Se você ler direitinho vai perceber, pastor-deputado, que eu sou de esquerda. Tem uma hora do livro em que isso fica bastante claro (atenção: SPOILER), quando um jovem rico quer ser meu amigo. Digo que, para se juntar a mim, ele tem que doar tudo para os pobres. “É mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus”.

Analisando a sua conta bancária, percebo que o senhor talvez não esteja familiarizado com um camelo ou com o buraco de uma agulha. Vou esclarecer a metáfora. Um camelo é 3.000 vezes maior do que o buraco de uma agulha. Sou mais socialista que Marx, Engels e Bakunin -esse bando de esquerda-caviar. Sou da esquerda-roots, esquerda-pé-no-chão, esquerda-mujica. Distribuo pão e multiplico peixe -só depois é que ensino a pescar.

Se não quiser ler o livro, não tem problema. Basta olhar as imagens. Passei a vida descalço, pastor. Nunca fiz a barba. Eu abraçava leproso. E na época não existia álcool gel.

Fui crucificado com ladrões e disse, com todas as letras (Mateus, Lucas, todos estão de prova), que eles também iriam para o paraíso. Você acha mesmo que eu seria a favor da redução da maioridade penal?

Soube que vocês estão me esperando voltar à terra. Más notícias, pastor. Já voltei algumas vezes. Vocês é que não perceberam. Na Idade Média, voltei prostituta e cristãos me queimaram. Depois voltei negro e fui escravizado – os mesmos cristãos afirmavam que eu não tinha alma. Recentemente voltei transexual e morri espancado. Peço, por favor, que preste mais atenção à sua volta. Uma dica: olha para baixo. Agora mesmo, devo estar apanhando – de gente que segue o senhor.



Não me venham colocar a culpa em Thiago Silva de novo

Edmo Sinedino,

Prometi a  mim mesmo que não escreveria sobre seleção.

No entanto, vendo os grandes colunistas, alguns idiotas, dementes, ainda falando mal do Thiago Silva por conta do episódio do choro, pênalti e cartão, não me segurei.

Culpa de Thiago Silva? Simplistas cretinos. Hipócritas de uma imprensa conivente e covarde.

Nunca tiveram coragem de contradizer um picareta chamado Parreira. Nunca tiveram coragem de fazer, de forma real, uma campanha pela moralização do futebol brasileiro.

Com raríssimas exceções sempre tiveram medo de criticar, bater de frente, denunciar, desmascarar desmandos, irregularidades, roubalheiras de figuras como João Havelange, Ricardo Teixeira, Nabi Abi Chedid, Marín e Del Nero, e agora querem depositar toda a culpa em Thiago Silva.

Nem mesmo esse idiota chamado Dunga, esse demente que nem sabe mesmo o quanto é usado, tem essa culpa toda.

Basta escutar sua fala, atestar seu nível intelectual para sentir o quanto de quadrúpede ele tem.

Muito mais culpa que Neymar, Dunga e Thiago Silva têm sim os senhores covardes coniventes de uma imprensa cega, cega sim, pois se enganam com resultados de amistosos caça-milhões.

Depois que o Brasil cai na Copa América, só aí, se mostram indignados, cobrativos, intolerantes, e se manifestam e escrevem textos exaltados.

Esse Brasil de Eduardo Cunha,  Renan Calheiros, de canalhas da políticas amigos íntimos de todos que mandaram na CBF, e ainda mandam, é culpa sim de vocês “grandes nomes” de uma imprensa atada.

Uma imprensa mais covarde submissa que no tempo da ditadura militar.

Não me venham sacudir a culpa em Thiago Silva.



Edson marca o gol da vitória do Fluminense sobre o Goiás

Edmo Sinedino,

edson3_09





O volante Edson, conterrâneo potiguar da cidade de Touros, cria do ABC não aproveitado pelo ABC, continua bem.

Titular absoluto do Fluminense, hoje, diante do Goiás, ele marcou seu primeiro gol no Brasileiro.

O nono desde que chegou ao Fluminense.

Para um volante de marcação é uma marca super especial.

Grandes jogadores da posição, no Brasil, chegaram a passar quase a carreira toda sem marcar.

Exemplos: Denilson, Liminha, Lima, Zé Carlos, Carlos Roberto,  Zito, só para citar alguns que marcaram época em seus clubes.

Quem sabe, um dia, valorizam o futebol jogado no Brasil, mudam essa política torpe da CBF e poderemos sonhar em ver Edson vestir a camisa da seleção.

PS: vejam como são as coisas da vida. Um empresário picareta disse que Edson nem tinha jeito de jogador, podia o ABC mandar embora; um outro picareta, enganador,  ex-treinador, chegou a espalhar na cidade de Touros, que o rapaz não jogava porque não se cuidava, insinuando problemas com bebidas. Edson é abstêmio. Todos eles passam, e Edson brilha.



As vergonhosas arbitragens continuam

Edmo Sinedino,

As idas e vindas de José Vanildo, presidente da FNF, ao Rio de Janeiro, às portas da CBF, parece, de nada adiantam.

Aliás, de nada adianta se falar, gritar, espernear. As arbitragens continuam sendo uma mancha.

Vocês imaginem que, na Libertadores, os casos de corrupção estão vindo à tona, imaginem...

Essa arbitragem do jogo Vila Nova x América foi outro escândalo.

Jânio Pires Gonçalves (TO), árbitro da partida, protagonizou mais um show de horrores.

Típico árbitro sem condição que usa o cartão para se firmar, acaba se perdendo ainda mais.

O cara sequer sabe anotar uma súmula, erros grosseiros, nervosismo, falta de critérios, etc e etc.

Quando será que essa “casa de mãe Joana” chamada CBF vai colocar alguém que tenha moral para comandar as arbitragens desse futebol?

Acho que nunca.

E o presidente José Vanildo, que passa o ano todo para organizar um Estadual de três meses, e só, não faz absolutamente nada nesse sentido.

Continua, tão somente, com suas promessas.

Será que ele merece, pelo que tem feito, algum tipo de homenagem?



Um time de Série B disputando a Série C

Edmo Sinedino,

Não vi o jogo do América, por isso não escrevi sobre.

Mas uma coisa só veio comprovar o que passei a semana falando. Seja qual for a formação, Maguinho tem que ser titular do América.

Fazendo a função de segundo volante, ele marca, toma lá atrás e sempre aparece na frente, fazendo jogadas pelos dois lados do campo.

Falei também durante a semana que o América, apesar da supervalorização que Roberto Fernandes sempre faz do adversário, o time rubro era melhor que o goiano.

Provou isso. Jogou com um homem a menos durante grande parte do jogo, marcou seu gol quando estava assim, e no final, levou sufoco porque, evidente, o Vila viria para cima de qualquer jeito.

Se tivesse um pouco mais de calma, e estratégia, teria feito, no erro do adversário, o segundo, o terceiro...

Pelos melhores momentos do jogo (imagens no site oficial do clube), não notei, não apareceram os alas Lucas Néwiton, estreante, nem o Rafael Estevam.

As jogadas do América sempre com Cascata, Maguinho e Pardal.

Claro, não dá para analisar atuações por melhores momentos.

De qualquer maneira, uma vitória que dá um novo alento e, espero, de uma vez por todas, a confiança.

O América tem um time de Série B disputando a Série C, e é preciso que o treinador e jogadores acreditem nisso.

Sem invenções, ou crises, o América continua sendo, para mim, favorito sim ao acesso.


21-40 de 4183