Sampaio Corrêa perde muito com as ausências de Ferreira e Salatiel Júnior

Edmo Sinedino,

Os três jogadores titulares que voltam ao time do Sampaio Corrêa, diante do ABC - Andrey, goleiro, Volante Hulk e o meia Rodrigo - não são tão fundamentais ao time quanto os desfalques - Ferreira, volante e Salatiel, atacante.

Ferreira além de ser muito bom na marcação também tem a qualidade do passe. O Salatiel Júnior, atacante, muito rápido, seria, sem dúvida, uma preocupação muito grande para a defensiva do ABC que não prima pela velocidade.

O Bolívia Querida está em Natal, faz treinos no CT do América, mas deve fazer um trabalho de reconhecimento de gramado no Frasqueirão nesta sexta-feira.

ABC x Sampaio, 17ª rodada da fase de classificação do Grupo A da Série C do Brasileiro está marcado para acontecer neste sábado, às 19h15, no Estádio Frasqueirão, em Natal.

O time visitante precisa vencer para garantir o seu primeiro lugar no grupo. Já ao ABC a vitória pode significar a chance de continuar a luta, até a última rodada, contra o rebaixamento;.



ABC deve ter, de novo, mudanças de peças e na forma de jogar

Edmo Sinedino,

Roberto Fernandes vai mexer, de novo, no time do ABC. Difícil acreditar que essa equipe possa ter um crescimento, aliás, agora, nem dá mais tempo. Faltam somente dois jogos e o treinador alvinegro ainda fazendo testes.

Ele vai jogar com dois volantes de saída - Guedes e Mossoró -, até acho que está certo. Dois meias, também é preciso, mas fez a opção por Lohan e Wallyson, deixando Jefinho no banco de reservas. Esse foi o time do primeiro tempo.

No segundo tempo da atividade, ele improvisou um ala da esquerda na direita e veio com apenas um volante, Guedes, dois meias, e o garoto Wanderson formando o trio de ataque com os dois do primeiro tempo.

Edson, Wenderson, Joécio, Adalberto e Hugo (Guilherme); Guedes, Mossoró, Dione e Anderson Rosa; Lohan e Wallyson. No segundo tempo, Wanderson para Mossoró e Guilherme na vaga de Wenderson.

Não sei se vai ter mais testes e mudanças nos treinos de amanhã e sexta-feira, só tenho certeza que já é passada a hora de testes.



Equipes do Estadual Sub 19 submetidas a jogar no horário das 13h30

Edmo Sinedino,

abcfesteja_09O ABC é a única equipe a se manter com 100% de aproveitamento no Campeonato Estadual Sub 19. A vitória de 8 a 0 sobre o Atlético Potengi deixa o alvinegro com 15 pontos em cinco jogos disputados.

ABC, Força e Luz, Visão Celeste e Alecrim são os primeiros colocados, mas o Palmeira de Goianinha, se vence seu compromisso diante do Globo, em casa, nesta quinta-feira, assume a quarta vaga e tira o Alecrim da linha de classificação à segunda fase.

Não ficou repetindo o que tudo mundo vê, mas esse Estadual poderia ter uma duração maior e se estender até o final da temporada, ou próximo, para que as equipes, campeã e vice, chegassem à Copinha em boas condições.

Hoje, de novo, no Nazarenão, em rodada dupla, os dois favoritos à classificação, Força e Luz e  Visão Visão Celeste jogaram no criminoso horário das 13h30. Eu pergunto: onde está o Sindicando dos Atletas? 

E pergunto também onde estão os órgãos competentes para evitar esses abusos que põem em risco a integridade física de jovens valores do futebol potiguar. A FNF tripudia dos torcedores, dos clubes e até da lei, creio.

ABC VENCE ATLÉTICO POTENGI POR 8 A 0 E SE TORNA LÍDER DO ESTADUAL SUB-19

ABC 8 x 0 Atlético Potengi

Jogando em casa, no Estádio Frasqueirão, o ABC venceu o Atlético Potengi por 8 a 0, na tarde desta quarta-feira (14). Os gols do ABC foram marcados por Marquinhos (2), Daniel (2), Jailson, Vitinho, Varley e Davi.

Força e Luz 0 x 0 Visão Celeste

Em jogo válido pela abertura da 6ª rodada do Campeonato Potiguar Sub-19 e também pela briga da liderança da competição Força e Luz e Visão Celeste ficaram empatados sem gols. A partida foi bastante disputada e aconteceu no Estádio Nazarenão, em Goianinha.

América 4 x 1 Centenário

Jogo entre América e Centenário também aconteceu no Estádio Nazarenão, às 15h30, e quem levou a melhor foram os alvirrubros que conquistaram a segunda vitória seguida na competição e venceram o Centenário por 4 a 1.Os gols do América foram marcados por Sylas (2), Jadson e Luan Feliciano, enquanto que o Centenário aproveitou para diminuir com um gol contra do camisa de número seis do alvirrubro.

Parnamirim 0 x 3 Alecrim

Jogando no Estádio Juvenal Lamartine, em Natal, Alecrim e Parnamirim travaram um duelo interessante, mas os gols acabaram saindo somente na etapa final. O Verdão entrou com o time misto e após algumas alterações do técnico do Alecrim, Hugo Chacon, os gols começaram a sair.

Classificação do Campeonato Estadual Sub 19 do RN

1º ABC 15

2º Força e Luz14

3º Visão Celeste 13

4º Alecrim 10

5º Palmeira 10

6º América-RN 10

7º Potiguar 6

8º Centenário 3

9º Globo FC 0

10º Atlético Potengi 0

11º Parnamirim 0







Foto: Diego Simonetti



9º Batalhão da PM realiza a III edição da Corrida da Força Tática

Edmo Sinedino,

corrida23_09A Força Tática do 9° Batalhão de Polícia Militar, localizado em Natal/RN, estará promovendo no próximo dia 24 de agosto a III Corrida FT9, tendo como finalidade a saúde e o bem estar, além da inclusão social associado a um evento beneficente.

De acordo com o Regulamento da III Corrida FT9 serão ofertadas 1.000 inscrições, com o pagamento da taxa de R$ 55,00 (incluindo a taxa administrativa para inscrição online) e a doação de 1kg de alimento não perecível que será doado ao Lar da Vovozinha e ao Abrigo Juvino Barreto.

A III Corrida FT9 será realizada no dia 24 de agosto de 2019, nas distâncias de 5km homologadas pelo FNA, com a participação de pessoas de ambos os sexos, com idade a partir de 14 anos, com largada prevista para às 16 horas em frente à sede do 9° Batalhão de Polícia Militar, localizado na av. Cap. Mor Gouveia (esquina com av. Rio Grande do Sul), Cidade da Esperança, Natal/RN.

Confira o Regulamento e participe da III Corrida da Força Tática do 9° BPM.

Serviço:

Evento: III Corrida Força Tática 9° BPM

Local de concentração: av. Cap. Mor Gouveia (esquina com av. Rio Grande do Sul), Cidade da Esperança, Natal/RN

Horário de Concentração: 15 horas

Horário de Largada:  16 horas

Percurso: 5km

Inscriçõeshttps://sistema.ingressos84.com.br/corridaft9



Os "melhores do ano"

Edmo Sinedino,

Lá como cá. Absurdos do tamanho correspondente. Aqui em Natal, quase todos os anos, ao fim do Estadual uma rádio elegia Zé Vanildo dirigente do ano. E ele afundando o futebol. Não sei quem tomou primeiro o "chá de cimancol", radialistas ou o próprio presidente? 

Pararam com isso, mas pode ter certeza que o "Zeva" se sente assim um hors concours (pronuncia-se: ór concur). Hoje, quem contrata mais ganha o prêmio ou acaba escrachado.

Lembrei dessa passagem porque li num blog que o diretor de futebol do Palmeiras, Alexandre Mattos foi eleito várias vezes dirigente do ano em São Paulo por conta de suas contratações bombásticas. Pobre futebol!

E o palmeirense pode perder, deve perder, seu posto esse ano para o presidente do Flamengo, o "tarado" Rodolfo Landim, que já trouxe um monte de estrelas, cadentes ou não, para o Flamengo - Gabigol, De Arrascaeta, Rafinha, Filipe Luís, Pablo Marí, Gerson, o técnico Jorge Jesus - e agora deve gastar mais R$ 66 milhões para contratar o polêmico Balotelli.

Eles, os loucos, já gastaram R$ 191 milhões, mas a doença não pára, eles querem mais e mais.



Mais um desabafo de Bora Porra

Edmo Sinedino,

boraporra_091Mais um desabafo, sofrido, de um fiel torcedor apaixonado do ABC.

Vejam abaixo:

O desabafo de Bora Porra

Eu me chamo Roberto Luís da Costa Barbosa, sou conhecido por Bora Porra e torço pelo ABC desde os tempos do JL, cresci vendo o meu alvinegro querido jogar.

Sofri, vibrei, chorei, sorri com as conquistas e derrotas de meu time. Estou falando aqui com  meus amigos no zap zap e as lágrimas vão caindo...é sério.

Tudo bem, ganhar e perder é normal. Mas não do jeito que está o ABC de hoje, do jeito que meu time vem desde o rebaixamento, a chegada desse tal de Salton, a dispensa de tantos bons jogadores da casa para a chegada dos "reforços" desse tal de Salton.

Todo os dias que o meu ABC vai jogar, já sei, é dia de agonia, de dormir e acordar mal, é noite mal dormida, é beber e beber minha canjibrina para não sofrer, e tentar esquecer.

E minhas noites têm sido insones. Meus dias  sem brilho, salvo sou pelos meus colegas de trabalho, pelos amigos que tenho.

Não tenho mais alegrias e, confesso, perdi a esperança de ver o ABC voltar à segunda divisão, agora, para acabar de lascar tudo, durmo e acordo com o pesadelo de descer para a quarta divisão e fazer companhia ao "Mequinha".

É clari que eu não estava 100% satisfeito com Ranielle Ribeiro, mas o caras nunca derram a ele as peças que ele pediu, só murrinhas.  E ele estava no G4 quando esse Salton e a diretoria resolveram trazer aquele tal de "Kid". 

Foi uma sequência desgraçada de derrotas, o fundo do poço. 

Uma dor, uma dor continuada.

Roberto Fernandes assumiu, confesso, e eu pensei que ele daria jeito nesse time do ABC. Os caras reclamavam porque Ranielle jogava atrás, e Roberto Fernandes? O ABC precisando somar pontos, desde a estreia contra o Náutico, ele colocando o time para empatar...

A vitória do Treze hoje foi como se alguém tivesse colocando uma corda no meu pescoço e tivesse apertando, apertando, apertando, apertando...

Dia dos pais, fui de manhã ver meus filhos, mas o resto do dia me tranquei no apartamento, sem escutar minhas músicas, triste, capiongo, esperando, vejam só, o jogo do Treze e tomando minha canjibrina para não fazer uma besteira.

Meus cabolcinhos, meu São Jorge, meu São Francisco de Assis, a que ponto nós chegamos...Ficar torcendo para que outro time que não tem nada a ver não vença.

É o fim da estrada.

Não aguento mais ver o ABC perder para times sem tradição, sem expressão, e vocês dirigentes, que se dizem abcdistas, eu vivia dizendo, pedindo, tomem providências! Vocês tomaram? Contrataram um empresário que nada sabe de futebol para enterrar nosso time.

“Bandigalado” não dá mais para ver tanto jogador ruim, sem sangue, sem garra e sem talento vestir a camisa do ABC. 

Desfilar com a camisa do ABC.

Respeitem, senhores dirigentes, respeitem a Frasqueira que aprendeu a amar Alberi, Danilo Menezes, que viu Esquerdinha e Soares, que se acostumou com a garra do Capitão Edson, e que teve, um dia, a grandeza de exportar Marinho Chagas para o mundo!

Quero voltar ao Frasqueirão e chamar o meu torcedor, minha Frasqueira amada, quero dizer a plenos pulmões: “Bora Porra! Bora, Bora bandigalado!”

Mas com esse timeco que tá aí...estou sendo motivo de chacota dessas paquitas americanas...

Roberto Fernandes, só restam dois jogos, hômi, pelo amor de Deus, nesses dois jogos coloque esse time na frente. Um ataque que seja ataque, meiocampistas que criem e uma defesa que, por favor, não fique com medo da bola e com medo de dar o combate aos adversários!!!

É Messi? É Cristiano Ronaldo?É Neymar que vocês estão marcando? Só pode, pois a defesa do ABC é uma avenida e só fallta ir todo mundo para trás do gol quando o adversário vem por ataque.

Estou vivendo um pesadelo, e o pior é que não acordo...

Por tudo que estou vendo, ainda queria, juro, Judas Tadeu. Pelo bem do ABC, que outros dirigentes que amam esse clube se juntem  a ele para salvar do desastre.

Chega de sofrimento, eu quero voltar a sorrir, quero voltar a ter alegrias no meu estádio Frasqueirão.

Bora-Porra – torcedor do ABC



Criminosos, vândalos e impunidade

Edmo Sinedino,

sedevidro_09Vândalos dementes, inconsequentes, e sem inteligência, pois uma câmera vai indenficá-lo(s), quebraram o vidro da porta de entrada principal da sede social do América, na Avenida Rodrigues Alves.

Tempos sombrios vivemos. Polícia e futebol, destruição de patrimônio e morte. E tudo tratado, enxergo, como se não tivesse gravidade nenhuma. A impunidade fazendo os delinquentes acrediitarem que podem tudo.

Os idiotas de prontidão, que fazem questão sempre de escrever sobre as mazelas do futebol, e da política, mas preservando seus bandidos de estimação, gozam com os acontecimentos e apresentam estatísticas nefastas para o fim de nosso futebol.

O pior é que, desta vez, esses débeis que vivem de exaltar Messi, futebol estrangeiro e Cia Ltda, os vira-latas de nosso plantão diário, de nossos impressos e etc, estão com a razão. Como incomoda ter que reconhecer.

Esperando que a Polícia identifique os criminosos que provocaram, de forma covarde, a morte do torcedor pessoense e os responsáveis pelo vandalismo, menos mal, na vidraça da sede do América que, um dia, já foi um dos maiores orgulhos da elite potiguar. A sede, pois pois o clube, apesar de tudo, continua a sê-lo.

*Foto: Assessoria de Imprensa do América


Onde foi que o ABC mais errou?

Edmo Sinedino,

Umas coisinhas para a gente lembrar. No começo da Série C, matéria do UOL, colocava o ABC de Giscard Salton como a equipe de maior folha salarial, de acordo com o que estava posto nas carteiras dos atletas.

Lutando contra o rebaixamento, a torcida do ABC está mais presente aos estádios que a torcida, por exemplo, do Clube Náutico Capibaribe, praticamente classificado à próxima fase. São coiss de se admirar mesmo.

E outra: de todas as equipes em disputa, ainda, acho que o ABC é o único que está pagando bicho no vestiário, o que aconteceu diante do Ferroviário, e não se repetiu contra o Imperatriz porque a equipe não venceu, claro.

Tudo isso nos levar a pensar, quebrar a cabeça tentando descobrir o motivo, ou motivos, para o ABC não ter dado certo, muito pelo contrário, ser o retumbante fracasso da Terceira Divisão.

Direção que contratou Salton com a famigerada carta branca, Ranielle que deu muita moral para o mesmo executivo que nunca soube contratar; a demissão impensada do próprio,e a desastrada vinda de Sérgio Soares.

Segue o jogo.

Temos mudanças de atitude essa semana. O treinador Roberto Fernandes já disse que todos os treinos serão de portões abertos. Eu sempre me perguntei o motivo dessa frescurite de treinar sem a presença da torcida e da imprensa.

O Globo

E o Globo? Hígor César vai ter o retorno dos jogadores que fizeram muita falta diante do Botafogo/PB, na derrota de 3 a 0. Ramon, Jardel e Max cumpriram suspensão e vão estar em campo na batalha contra o Santa Cruz. Hígor garantiu que vai em busca de pontos fora de casa.



Segunda Divisão: dificuldades impostas pela FNF restringe número de participantes

Edmo Sinedino,

vanildao_09Foi realizado na tarde de ontem (terça-feira), na sede da FNF, a reunião do Conselho Técnico para definição do Estadual da Segunda Divisão de Profissionais. Nove equipes estiveram representadas, mas dificilmente todas tenham condições de disputa. Alecrim, Atlético Potengi, Centenário, Força e Luz, Parnamirim, Visão Celeste devem fazer parte da competição.

Também compareceram à reunião os representantes de Macau e Fluminense de Natal, equipes com pouquíssima chance de inclusão por conta de dívidas junto à CBF, além do Cruzeiro de Macaíba. E quando se trata de dinheiro, a FNF não abre mão. Até o dia 23 de agosto os clubes precisam garantir vaga por intermédio de ofício.

As dificuldades são imensas, e a FNF, como sempre, não dá qualquer tipo de incentivo, muito pelo contrário, dificulta. Cada clube, além das taxas altíssimas de participação, inscrição e transferência do "Cartório de José Vanildo" ainda têm que apresentar um estádio para mandar seus jogos com todas as liberações em dia.

Se temos somente Nazarenão, Frasqueirão e Arena das Dunas, me pergunto: onde vão jogar todos? O ABC cai ceder seu campo? A Arena vai abrir seus "portões de ouro" para uma Série B? Resta o Nazarenão, que já está sendo palco de vários jogos do Sub 19.

Como sempre, a FNF, que deveria, creio ser tarefa da entidade, providenciar meios para a realização dos seus campeonatos, se esquiva, diz não ter responsabilidade. Esse ano, pelo que se comenta, vai ser pior ainda, pois não haverá dispensa de taxas administrativas.

Definitivamente, fica a impressão de que a entidade não quer promover o futebol. Só lembrando, a Paraíba realiza sua Segunda Divisão de Profissionais com a participação de 12 equipes. Já o campeonato Sub 19 tem nada menos que 24 equipes disputantes. José Vanildo, o que será que diz disso?

A Série B nossa deve começar no final do mês de setembro, dia 28, e pode ter a participação de ABC e América, Sub 23, o que acho muito difícil devido ao momento muito negativo que vivem as duas agremiações de maior torcida do Estado.

O futebol do RN vive uma crise sem precedentes e o presidente da FNF, Vanildo da Silva, com toda sua prosopopeia,  dizendo ter certeza do sucesso da Segundona. O cartola parece estar vivendo em outro planeta, ou nestes tempos loucos de Brasil, preso em sua "bolha".

Foto: Iuri Seabra / FNF


Sãogonçalense Lucas Camilo, do Grêmio, acerta contrato de patrocínio com Nike

Edmo Sinedino,

lucascamilo_09Lucas Camilo, grande promessa do Grêmio de Futebol Portoalegrense, nasceu em São Gonçalo do Amarante,  seu pai do distrito de Jenipapo e sua mãe de Poço de Pedra. Ele tem 13 anos, joga de meia atacante, nunca passou por nenhum clube de Natal, na verdade não foi visto por ninguém daqui, e a gente sabe o motivo. ABC e América, me parece, não querem "perder tempo" em buscar valores aqui no Estado.

Vejam só, quando tinha ainda três anos de idade a habilidade e intimidade de Camilo com a bola já chamava a atenção de uma tia, e olha que ela nada sabia de futebol, que aconselhava o pai a levar o garoto para jogar num centro maior. Foi ela quem primeiro comprou chuteira, bola e tênis para o pequeno fenômeno.

Em Natal, treinando uma escolinha de um clube estrangeiro (não sei se franquia mesmo ou simples credenciado) Camilo chamou a atenção do auxiliar do professor Bruno Xavier, filho do ex-craque americano Hélcio Jacaré, que trabalha com categorias de bases e foi o responsável pela sua ida para o Grêmio.

Na época, Bruno o levou para treinar na  sua equipe credenciada pelo Flamengo, onde o jovem valor chegou a atuar e participar de torneios. Depois, Bruno se desligou do Flamengo e acertou seu trabalho com o clube gaúcho que, imediatamente, após observações e testes providenciou a ida do garoto para Porto Alegre.

Hoje, aos 13 anos, Camilo está sendo aproveitando junto com a equipe Sub 19, inclusive tendo participado recentemente de um torneio desta categoria em Santa Catarina. Fala-se que alguns clubes estrangeiros já estariam tentando comprar seus direitos federativos.

Recentemente, mostrando o seu valor e prestígio, o potiguar acertou contrato de  patrocínio e fornecimento de material, exclusivo, com a multinacional Nike. A Adidas entrou na jogada e até ofereceu mais vantagens, no entanto, por conta de seu empresário e da seleção brasileira ser patrocinada pela empresa americana da cidade de Beaverton, no estado do Oregon, fundada em 1964, ele fez a opção.

Recentemente, o garoto esteve no programa Prorrogação, da tevê Assembleia, entrevistado por Mállyk Nagib e eu.

Lembrando que São Gonçalo já nos deu de presente craques como Odilon, Odisser, Ivan Matos, Tito, Ribeiro, Gonzaga, Assis, entre tantos outros.

*Foto: reprodução


Sampaio Corrêa perde para o Náutico, mas mostra ser um time qualificado

Edmo Sinedino,

O ABC vai ter problemas. Se o Sampaio apresentar o mesmo futebol do duelo de hoje, diante do Náutico, nos Aflitos, a missão da equipe potiguar vai ser espinhosa. O Bolívia Querida está, acredito, mais arrumado do que quando ganhou a Copa do Nordeste, ano passado.

A equipe treinada por João Brigatti fez um duelo parelho com o Timbu e, diria, foi sim prejudicado pela arbitragem. A partida terminou 2 a 1, de virada, mas mantém os maranhenses na liderança com 30 pontos. O alvirrubro pernambucano subiu para a segunda colocação.

Sobre a polêmica, a arbitragem marcou um pênalti para os donos da casa, mas em lance semelhante, não assinalou a mesma infração para os visitantes.

Bem fechado atrás, bem articulado no meio-campo e com a chegada na frente com vários jogadores, assim foi o Sampaio que vi nesta segunda-feira.

Na torcida para que nada funcione no próximo sábado, aqui no Frasqueirão. Bola por bola, sejamos realistas, o clube maranhense está jogando muito mais, tanto que já está garantido na segunda fase.



O ABC virou um enorme cabide de empregos?

Edmo Sinedino,

Se a informação, via twitter, do ex-dirigente do ABC, Flávio Anselmo, está correta, o clube alvinegro tem hoje 138 funcionários. Gente, é tão absurdo que parei para pensar ser brincadeira de Flavão.

Depois, vi a repercussão, não houve nenhum desmentido, informativo, esclarecimento da diretoria, portanto, quem cala consente. Deve ser mesmo verdade. Mais: segundo repórteres que circulam pelo clube a impressão é essa mesma, de gente demais para pouco ou nenhum rendimento efetivo.

O que mudou no ABC? Qual a necessidade de tanta gente. Fazendo o que? Cuidando de que? Quem sabe, diante de tanta celeuma criada a direção do clube possa explicar ou, mais racional ainda, enxugar essa folha, se for o caso.

Lembro da gestão Judas Tadeu. Na primeira adversidade surgiu uma greve, até hoje não sei articulada por quem (mas imagino) e logo, logo entra em ação os "cardeais" exigindo a saída de Judas como condição para uma ajuda.

Observo hoje, o clube afundado em dívidas, agora bem mais, e mesmo com a situação em campo pior do nunca esteve, não vejo nenhum "cardeal" pedindo mudanças ou adequações.

ABC Futebol Clube você, clube do povão, da massa, se parece demais com esse Brasil que vivemos. Nunca vi enredos tão parecidos. Só faltou prenderem Judas Tadeu...

E essa folha de pessoal, dos funcionários do clube, é mesmo maior que a dos atletas e comissão técnica? Alguém precisa responder.



A morte de um torcedor...a morte do futebol

Edmo Sinedino,

Que absurdo! No final de semana notícias de esporte e polícia se misturam. Gols e morte. Um torcedor do Botafogo de João Pessoa veio acompanhar sua equipe e perdeu a vida. 

A mãe chora a morte do filho que não vai ver voltar para casa. Absurdo maior, nas entrelinhas de uma imprensa doentia, tentar justificar, amenizar o horror desse crime fazendo alusão ao suposto uso de drogas lícitas ou ilícitas pelo torcedor.

O futebol, definitivamente, é, me parece, o depositário dos maiores absurdos - homofobia, discriminação racial, reacionarismo, apologia á violência, entre tantas mazelas. Uma vida pouco ou nada vale, contanto que não seja da família. Se torna mais importante a vitória do seu time.

Mais horrendo ainda quando esse morte é comemorada igual à vitória dentro de campo. Quem vai a campo? Eu não vou, só a trabalho. E indo, claro, não levo nenhum dos meus, e nem aconselho a que você, caro leitor, leve os seus. Não dá mais! Chega!

Principalmente em jogos em que o acirramento da disputa, a rivalidade de torcidas pode gerar mais espetáculos dantescos como o de ver um jovem com o peito afundado, o rosto massacrado por agressões covardes, sejam de onde quer que tenham partido.

As polícias se unem para investigar. Alguém leva mesmo fé nisso? A família vai chorar, reclamar, buscar, mas sabe que, daqui a pouco, outro acontecimento fará  sepultar o passado e tudo segue como antes nesse imenso insano mundo do futebol.



O Estadual (relâmpago) Sub 19 tem o Força e Luz na liderança

Edmo Sinedino,

forcao345_09Todos os recordes de tempo. Na verdade, quase um torneio relâmpago, onde as equipes são obrigadas a jogar nas quartas e quintas-feiras, sábados e domingos, sem intervalo, com apenas uma equipe folgando a cada rodada.

Mais um dos tantos absurdos registrados pela Federação que, parece, tem a enorme pressa de encerrar a competição, não dando tempo para que as equipes possam se organizar e apresentar um melhor futebol.

O campeonato poderia durar até perto do final do ano, pois estariam, os melhores colocados, campeão e vice, mais perto da disputa da Copa São Paulo de Futebol.

Depois dos resultados do final de semana, o Força e Luz, com um jogo a mais que o ABC, volta a liderar a competição.

CONFIRA OS RESULTADOS DA 5ª RODADA DO ESTADUAL SUB-19

O Campeonato Potiguar Sub-19 continuou no final de semana com os jogos da 5ª rodada da competição.

Sábado 10/08, JL, 15h (TV FNF)

Visão Celeste 4 x 1 Centenário

-------------------------------------

Domingo 11/08, Nazarenão, 8h30

Atlético Potengi 1 x 2 Palmeira

-------------------------------------

Domingo 11/08, JL, 8h30

América 1 x 0 Parnamirim

------------------------------------

Domingo 11/08, Barrettão, 15h (TV FNF)

Globo 0 x 1 Força e Luz

------------------------------------

Domingo 11/08, JL, 15h

Alecrim 3 x 2 Potiguar

Foto: Iuri Seabra / FNF



O prejuízo duplo de contratar ex-atletas em atividade

Edmo Sinedino,

O América, em acordo realizado no Centro de Soluções Judicários, vai pagar  R$ 45 mil ao joador Léo Gago, e mais R$ 51 mil para Rafael Estevam. Essas ações trabalhistas tramitavam desde 2016.

Léo Gago, 36 anos,  ex-jogador em atividade, hoje ainda joga defendendo o Guarani de Palhoça, em Santa Catarina, entrou em campo quatro vezes, ninguém nem notou, mas foi o suficiente para uma ação.

Além de contratar errado, um atleta que, todos sabiam, não acrescentraia nada, ainda deixou de cumprir obrigações, acho, para ter que pagar na Justiça do Trabalho.

O ala Rafael Estevam jogou treze vezes, mas duvido que os torcedors rubros se lembrem dele. Atualmente, segundo portais de informação, defende o Uberlândia, mas não tem registro de jogos em 2019.

Enquanto isso, atletas como Tiago, Anthony, Maik Va Van, Juninho, Jadson, Renato, Denilson, entre outros, nunca tiveram chance de jogar.



Vou escalar um time

Edmo Sinedino,

Vou escalar um time para que vocês, minha meia dúzia de leitores, possam analisar e julgar. Lá vai: Edson, Arês, Tonhão, Vinícius e Marcílio; Jardel, Erivélton, Fessin e Chiclete; Wallyson e Matheus Matias.

Nessa plantel ainda teríamos como opções os jogadores Yan, Montanha, Wenderson, Anderson, Wanderson,  Kaká, Alvinho, Berguinho, Dalberto e Jefinho, além de mais alguns jogadores que poderiam vir do Potiguar de Mossoró - Vinícius -, Romeu, Rivaldo, Geovane e outros.

Com esse time, esse plantel, não tenho nenhuma dúvida, o ABC brigaria pelo título da Série C, ainda com a enorme diferença, para menos, da folha de pagamento. Todos eles, à exceção do goleiro Edson e de Vinícius, nascidos no Rio Grande do Norte.

Detalhe, todos, ou quase todos eles, os que saíram, poderiam ainda hoje fazerem parte do plantel alvinegro não fosse a incompetência e falta de gerência da direção.


Futebol do Brasil: estrangeiros supervalorizados e medalhões brasileiros em final de carreira

Edmo Sinedino,

Vira-latas. Rodrigo só falta fazer chover pelo lado esquerdo de ataque do Flamengo, mas os caras preferem elogiar o Arrascaeta, uruguaio, que fez um gol meio que empurrando a bola, livre de marcação.

Vira-Latas. Everton Ribeiro marca um dos gols mais bonitos da rodada, faz tudo no Fla, mas o destaque de meio-campo do Flamengo é o comum Cuéllar, colombiano.

Vira-latas. O Flamengo é igual, talvez jogue até menos, que o Flamengo de Abel Braga ou  Zé Ricardo, mas Jorge Jesus, protuguês, chegou para "dar cara nova" ao time rubro-negro.

O futebol do Brasil invadido por estrangeiros ganhando salários astronômicos, absurdamente em desacordo com suas bolas murchas.

O futebol do Brasil repatriando ex-jogadores em atividade, outros em final de carreira, brasileiros, com salários absolutamente fora de nossa realidade.

Os estrangeiros, grandes clubes, importam nossas promessas, ainda a preços módicos, quer dizer, fazem o contrário, aliás, o que todo time de futebol que se planeja deve fazer.

O Brasil...o fundo do poço.



Brasil confirma melhor campanha em Jogos Pan-Americanos

Edmo Sinedino,

brasilpan_09Na edição 2019 dos Jogos Pan-Americanos, realizados de Lima, no Peru, a equipe brasileira confirmou a melhor atuação do país em Jogos Pan-Americanos. O Time Brasil conquistou 171 medalhas e garantiu o país no 2º lugar do quadro geral de medalhas, com 55 de ouro, 45 de prata e 71 de bronze.

A medalha de ouro de Guilherme Costa nos 1.500m da natação, foi a marca para o país chegar a 53 ouros em Lima e superar sua melhor campanha em Jogos Pan-Americanos na história, ocorrida no Rio 2007, com 52 ouros.

Foram 19 dias de jogos Pan-Americanos. Nesse tempo, o Brasil mostrou dominância em algumas modalidades, surpreendeu em outras e também viu medalhas que pareciam quase certas escaparem. 

Superação e aprendizado caminham juntos em qualquer competição esportiva. Da frustração do ginasta Arthur Zanetti, prata nas argolas, a ouros inéditos no badminton, boxe feminino e taekwondo feminino, o Brasil escreveu sua história em Lima.

*Foto e texto: Agência Brasil

Nota do blog

Sem nenhuma dúvida um resultado conquistado a partir de políticas públicas para o esporte realizadas nos dois governos de Lula da Silva e no primeiro governo de Dilma Roussef. O futuro, bem, não sabemos o que nos reserva.



Treze vence o Ferroviário e recoloca o ABC na última posição do Grupo A

Edmo Sinedino,

A vitória do Treze sobre o Ferroviário- 2 a 0 - complicou ainda mais a vida de ABC e Globo na Série C do Brasileiro. O clube paraibano voltou à briga contra o rebaixamento, encostou no Águia de Ceará -Mirim e ultraassou o alvinegro, deixando-o na última colocação. Os representantes potiguares perderam na rodada.

Na  próxima rodada, claro, a chance de recuperação do ABC, que joga em casa contra o atual líder Sampaio Corrêa, mas já o Globo, assim como o Treze, tem um copromisso fora de casa contra o Confiança, os trezeanos encaram o Confiança, vice-líder com 25 pontos,  em Sergipe.

Não dá para fazer prognósticos, tudo pode acontecer, afinal, vou repetir o que venho dizendo sempre: nesse grupo A quase todas as equipes estão num mesmo baixo nível, podendo separar duas ou três que estão, podemos dize, vivendo um momento melhor.



ABC perde para o Imperatriz e continua na nona colocação

Edmo Sinedino,

O atacante Rayllan saiu do banco  para decretar a vitória do Imperatriz sobre o ABC, 1 a 0, na noite desde sábado, no Estádio Frei Epifânio, na cidade do interior maranhense, 18ª rodada da Série C do Brasileiro, grupo A. 

Com o triunfo o Cavalo de Aço sobe para a segunda colocação e espera o final da rodada. O alvinegro potiguar continua na nona colocação, sob risco de ser ultrapassado pelo Treze, que joga em casa diante do Ferroviário, e pode terminar a rodada na lanterna.

No primeiro tempo, apesar das opções que considero equivocadas - manter Lohan, sacar Dione para a entrada de Guedes - o ABC pareceu um pouco melhor, criando situações de ataque com Wallyson e Jefinho.

No segundo tempo, ainda quando a partida estava muito igual, mas já com um domínio maior dos donos da casa, o atacante Raylan, que entrara no segundo tempo acabou abrindo o placar. O lado direito da defesa do time potiguar sofria com os ataques do adversário.

Depois do gol, o ABC, meio na base do abafa, mas ainda desorganizado, foi para cima em busca do empate, mas não conseguiu seu objetivo. Foi a segunda vitória da equipe maranhense sobre o alvinegro. No primeiro turno, em Natal, triunfo dos visitantes por 4 a 2.

Na próxima rodada, o ABC recebe o Sampaio, no Frasqueirão, sábado,  às 19h15. E nem precisa dizer que, qualquer tropeço nesta partida pode significar, matematicamente, já, o rebaixamento da equipe alvinegra.

Atualização: com a vitória do Treze, 2 a 0, sobre o Ferroviário neste domingo, o alvinegro potiguar caiu para a última colocação do Grupo A,


41-60 de 9509