José Vanildo é o novo secretário de esportes

Edmo Sinedino,

vanildo1_09José Vanildo, presidente da FNF, convidado pelo prefeito Carlos Eduardo, vai ser o novo secretário de esportes.

É verdade!

"O prefeito me convidou porque a secretaria estava sem visibilidade", disse o novo mandatário. Imagine uma frase dessas...

Uma notícia se espalhou como fogo em mato seco e causou a indignação, pasmo, incredulidade e susto em presidentes de federações, de centros desportivos, promotores de eventos e o mundo que gira em torno do esporte: José Vanildo pode ser secretário de esporte do município.

Escrevi essa abertura ontem, não publiquei para não dar a impressão de que alguém pudesse acreditar nesse infortúnio.

Foi confirmado.

Não sei de onde veio a informação, nem sei se pode ser tratada como tal, mas parece tão absurda que, sabendo o que se passa na política, é capaz de acontecer. Também essa frase eu escrevi ontem.

Aconteceu. A política não mais nos surpreende. Agora, certamente, com suas ligações, Vanildo deve sair candidato a alguma deputação.

O cartolas foi, sempre, o maior crítico da prefeitura e governo do Estado, destacando em suas entrevistas a falta de apoio dos gestores ao nosso futebol e esporte em geral.

Entendo que, para acontecer essa nomeação, indicação, claro, Henrique Alves deve ser o responsável. Todos nós sabemos o quanto Henrique é bajulado pelos seus pares e por Vanildo.

Digo que tem política eleitoral nisso, porque, todo mundo é testemunha, até mesmo seus amiguinhos da imprensa, que o presidente da FNF, realiza uma gestão à frente da entidade que o credencia a tudo, menos ser gestor de todo o esporte da cidade.

Vocês lembram as rusgas e picuinhas que ele criou por conta do sucesso, do trabalho e da ótimo administração do ex-secretário Eduardo Machado?

E ele, enciumado, por nada fazer. Agora, está tudo bem explicado.

O dirigente do futebol fazia quase que oposição ao trabalho realizado por Eduardo. Claro, não impediu que o jovem secretário fizesse muito mais, até, do que se esperava dele.

Eduardo Machado fez uma gestão tão elogiada, tão positivamente marcado, por que não voltou?

E se não voltou, como explicar a todo o mundo esportivo a nomeação de alguém que sempre atacou a sua administração e nunca teve experiência nenhuma na área?

Henrique Alves e futuros acertos.

Nós tivemos Eduardo Machado, com um belo trabalho, dispomos de nomes como Jamilson Martins, Gileno Souto, Flávio Tinoco, Breno Cabral, Magnólia Figueiredo, Suzet Cabral, Dênis Lisboa, o próprio Carlos Eduardo Nascimento, entre tantos outros, como fazer uma aposta tão esdrúxula?

Conversava sobre essa indicação com um amigo, presidente de uma federação, e ele me confidenciava triste, desesperançado: “é por essas e outras meu amigo que estou querendo largar tudo. Estou cansado”.

Confesso: eu também.


Tags: carlos eduardo cidade eduardo machado esportes pasta secretario
A+ A-