O rádio potiguar perde o querido Francisco Inácio Sobrinho

Edmo Sinedino,

chiquinho_09Uma notícia dessas que a gente não consegue aceitar, absolver. Uma ligação de um amigo, e me conta do falecimento de Francisco Inácio Sobrinho, nosso querido Chico Inácio, querido amigo Chiquinho. 

Me diz o médico Aelson Moacir, que sempre trabalha no estádios em dias de jogos, que o quadro dele era grave, muito grave. Ele havia designado um seu primo, também médico, para cuidar de Chiquinho. Mesmo assim, a notícia o deixou muito triste.

Chico Inácio deu entrada na UPA do satélite com um quadro de parada cardíada que, infelizmente, mesmo com o esforço da equipe médica, não foi revertido. Umas das perdas mais doídas de nosso futebol.

parteeuipe_09

Tive o privilégio de trabalhar com Chico Inácio na rádio 96 FM, fizemos inúmeras viagens e jornadas juntos e, sem falsidade, nunca o vi de mal humor, chateado, descontente e, mais importante:  nunca testemunhei ele falar mal de alguém, o que não é comum nesse meio que vivemos.

Chiquinho na sua curta passagem pela rádio que trabalho, e continuo, deixou uma legião de amigos que sempre têm uma palavra de carinho para dizer sobre ele. Certamente, quando souberem de sua passagem vão lamentar muito.

Ainda não tenho informações sobre velório ou sepultamento, mas assim que chegar ao meu conhecimento eu noticiarei.

Com muita dor, não posso dizer mais nada, a não ser que Chiquinho siga em paz, cumpriu sua missão lindamente na terra, e que nosso Deus conforte seus familiares, e nós todos que aprendemos a amá-lo.

Fica para sempre conosco a sua alegria, criatividade, os bordões "Agora tudo mudouuuuuuuuu ou o Toma Geraldooooooooo!!!


Tags: chiquinho humor jornadas juntos radio
A+ A-