Os equívocos na convocação de Tite

Edmo Sinedino,

A convocação de Tite. Intocável Tite, incomparável Tite até perder a Copa, se vier a perder. Mas eu começo a discordar de Tite.

Faltam novidades na seleção brasileira. As novidades que ele introduziu estão ficando velhas, e isso pode ser prejudicial demais quando chegarmos à Copa.

O treinador brasileiro não aproveita as últimas rodadas da Eliminatórias – Brasil classificado – para inovar e ver mais gente com a camisa da seleção.

Muitos outros valores do futebol poderia ser observados. O goleiro Vanderlei, do Santos, o atacante Viseu, do Flamengo, Rodriguinho do Corinthians, Ramiro, do Grêmio, Diego, Flamengo e pelo menos dois ou três meninos do Fluminense.

Não entendo a insistência com jogadores que nunca foram decisivos na seleção e não atravessam bons momentos nos seus clubes.

O que Fernandinho ainda pode acrescentar à seleção. Por quê não observar Ramiro, Tchê-Tchê, Douglas ou Wendel?

A insistência com William não se justifica quando, no Brasil, Rodriguinho faz partidas e gols fantásticos?

Será que o novo respeitado comandante da seleção pensa igual a Parreira? Não valem as atuações no Brasil?

Roberto Firmino me parece uma piada de mau gosto, assim como o Thaison e o Giuliano. Treinador não pode ter 'jogador de estimação'.

Ainda mais no nível de Tite. Ele tem que ter uma comissão que saiba analisar o rendimento e convocar os melhores em atividade, independente de onde estejam.

Não quero que aconteça, mas um dia, e pode ser tarde, vamos descobrir o prejuízo por termos reservas muito abaixo do nível dos titulares.


Tags: fluminense meninos rodriguinho selecao tite
A+ A-