Os gols incríveis que toma a seleção do obtuso Vadão

Edmo Sinedino,

Desculpe a minha irritação, mas eu olho para esse Osvaldo Alvarez, o Vadão, e vejo a cara dos ratos da CBF. Me lembro dele bajulando descaradamente aquele povo corrupto que comanda a CBF e que não oferece, nunca ofereceu, nem 10% das condições ideais de treino, jogo, apoio, financeiro que dá aos homens.

Mas deixa pra lá, quero falar do jogo e, por isso, minha irritação aumenta contra o treineiro. Esse camarada está no comando tem um tempão e não consegue sequer arrumar uma defesa para ações defensivas primárias. O Brasil toma gols inacreditáveis e foi assim derrotada pelas Matildas.

Se a Austrália trabalhasse melhor a bola, se tivesse melhores jogadoras, tecnicamente falando, ficaria quieto no meu canto, mas não é o caso. As nossas meninas são melhores, nós não temos é um treinador e, pasmem, nem sequer uma preparação física adequada.

Como uma seleção de jovens e vigorosas garotas cai tanto de rendimento físico faltando ainda pelo menos dez minutos para o fim da partida? O futebol feminino dá uma boa mostra da desigualdade de gênero que ainda impera no Brasil e tende a piorar, e muito, no governo misógino, racista e discriminador dos Bolsonaros.

Por fim, acho que o obtuso Vadão ainda errou ao tirar Formiga e Marta. Poderia sim manter a melhor do mundo para ter mais controle de bola, cavar faltas, manter a bola em nosso poder. Por fim, nossa seleção ainda foi prejudicada pelo apito. Pênalti não marcado, claro.



Tags: gols marta matildas obtuso primarios vadao
A+ A-