Torcida do América volta a protestar

Edmo Sinedino,

torcida1_091Gostaria de nunca escrever sobre esse tipo de coisa, mas é meu ofício. Sábado, um grupo de torcedores entrou no CT Abílio Medeiros para cobrar empenho dos jogadores.

Incidentes aconteceram, atletas dizem que foram agredidos, torcedores afirmam que não. Difícil acreditar que não houve exageros, basta ver o nível de agressões nas redes sociais.

Basta ver a fúria dos torcedores, mesmo em pequeno número, hoje no Frasqueirão.

Hoje, o presidente Beto Santos foi o alvo contínuo dos torcedores, e até da torcida do ABC. Enquanto americanos gritavam para que ele saísse do América, abcdistas pediam que ele ficasse.

Na descida para o intervalo, jogadores foram alvo do arremesso de copos com água e muitas ofensas verbais.

Um pecado cometeu quem autorizou a torcida entrar no CT e falar aos atletas neste momento de tão grande tensão.

O episódio gerou nota de repúdio do América, nota de torcidas organizadas unidas e também ação do Sindicato dos atletas.

Depois de ver o que aconteceu neste domingo, no Frasqueirão, a forma como o América perdeu, fica evidente que esse tipo de pressão não funciona.

Também fica evidente que parte da torcida, a que pede garra e melhor qualidade técnica também está coberta de razão.

A crise do América só termina com vitórias.

*Foto: Canindé Pereira/América FC

Tags: america beto santos jogadores ofensas torcida
A+ A-