Entre lanternas e livros

Literatura Fantástica em Cordel: uma empreitada na sala de aula da Educação básica

Michelle Paulista,


Contos clássicos da literatura mundial com um sabor bem nordestino

A literatura de cordel, presente na vida de quem nasceu no severo e maravilhoso nordeste desde sempre, fez uma incursão inesperada e desafiadora: mergulhou nos contos da literatura fantástica do século XIX e nos brindou com esta obra no mínimo curiosa.

Um desses bravos professores de Literatura – gente que faz de tudo e mais um pouco para promover a leitura literária na escola – Daniel Nasser, resolveu desenvolver um trabalho em sala de aula, tão lindo quanto inusitado.

Fruto do trabalho das turmas de literatura de 7º a 9º anos da Escola Ressurreição (Macau/RN), o livro é um apanhado dos autores mais diversos como Gógol, Balzac, Dickens e Machado de Assis, entre tantos outros ilustres mestres, traduzidos em cordéis escritos pelos próprios alunos.

O resultado da empreitada foi um livro sobre a descoberta de uma nova literatura: um amálgama entre o árido e o frio deserto de ilusões desses antigos cânones e esses jovens estudantes desbravadores!


A+ A-