'Nasci novamente', declara padre Marcelo Rossi uma semana após cair em missa

No dia 14, o sacerdote foi empurrado por uma mulher que alega sofrer transtornos mentais.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Reprodução
Para Marcelo Rossi, a situação serviu como uma bênção. "Se o inimigo pensava que seria a minha morte, deu um tiro no pé", disse.

Na celebração de missa neste domingo (21), o padre Marcelo Rossi falou sobre o acidente que sofreu no domingo anterior e não conseguiu segurar as lágrimas. "Estou sem remédio. Foi uma dor muito forte. Só sei que, naquele momento, veio uma consciência tão forte que Deus estava me dando de novo o batismo Nasci novamente", declarou o religioso.

Padre Marcelo foi empurrado por uma mulher que alega sofrer transtornos mentais. Na ocasião, o religioso preferiu não registrar um boletim de ocorrência (BO). Mesmo assim, a mulher prestou esclarecimentos em uma delegacia e foi liberada pelas autoridades.

Para Marcelo Rossi, a situação serviu como uma bênção. "Se o inimigo pensava que seria a minha morte, deu um tiro no pé. Porque aquilo se transformou em bênção. Quem crê em milagres? Se você duvida, está aqui. Somos a descendência que pisa na cabeça da serpente", disse.

empurrão-H

O padre chorou ao lembrar dos jovens que tentaram socorrê-lo no momento da queda. "O mundo pode até te derrubar, mas Deus vai te levantar. Falei que não ia chorar, mas não tem jeito", concluiu.

Na segunda-feira (15) passada, Marcelo Rossi já havia se manifestado pelas redes sociais sobre o ocorrido. Na ocasião, disse que se salvou por "um milagre".

Tags: empurrão padre Marcelo Rossi
A+ A-