Pesquisa mostra que 60% dos brasileiros não querem arma em casa

Percentual entre os que rejeitam a ideia de ter uma arma é maior entre as mulher, 70,6% não pensam nesta possibilidade.

Da redação, Estadão Conteúdo,

Um levantamento da Paraná Pesquisas, divulgado nesta terça-feira (21) indica que 60,9% dos brasileiros não gostariam de ter uma arma de fogo em casa. Já 36,7% afirmam que gostariam de ter e 2,4% da população não sabe ou preferiu não responder. O resultado mostra que grande maioria dos brasileiros recusa as facilidades para a posse de armas, de acordo com as medidas recentes anunciadas pelo presidente Jair Bolsonaro.

O percentual entre os que rejeitam a ideia de ter uma arma é maior entre as mulher – 70,6% não pensam nesta possibilidade e 26,7% quer um revólver, pistola ou outro armamento.

Já entre os homens, 50,2% dizem “não” e 47,6% respondem “sim” para os pesquisadores.

O maior percentual dentre os que querem armas – 40,4% – está na faixa dos 35 a 44 anos e dentre os que têm ensino superior – 41,3%.

Também é significativa a rejeição à posse de armas entre os mais jovens: 66,9% dos brasileiros entre 16 e 24 anos disseram “não”.

A Paraná Pesquisas entrevistou 2.452 pessoas em 180 municípios nos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. A consulta foi feita de 14 a 18 de maio.

Veja a pesquisa na íntegra.

Tags: arma de fogo em casa decreto das armas Jair Bolsonaro Paraná Pesquisas
A+ A-