Artistas protestam contra atraso de benefícios da FJA

“Somos palhaços por profissão, mas não somos idiotas não!”, entoavam os manifestantes em frente ao prédio da instituição.

Melina França,
Melina França
Organizados pela Trota Trupe Cia. de Arte, diversos artistas promoveram uma manifestação em frente à Fundação José Augusto para reclamar do atraso na liberação de recursos.

Eles foram beneficiados por editais públicos de 2008, mas só têm pagamento previsto para 2010. O ato ocorreu na manhã desta segunda-feira (26) e visava uma reunião extraordinária com Crispiniano Neto, presidente da instituição. Estima-se que mais de 100 artistas estejam nessa situação.

 

"O dinheiro está tramitando. Dizem que foi repassado à Secretaria do Planejamento", explica Geovane Almeida, do Tropa Trupe. A preocupação dos manifestantes é que a planilha de gastos seja fechada e a remuneração saia apenas no ano que vem. "Não estamos contra o governo, mas contra toda essa burocracia", diz o músico Esso Alencar.

 

Ele ainda completa: "Não estou aqui especificamente por causa dos editais. A questão é mais ampla na indústria cultural. Precisamos de políticas públicas efetivas!". O Guarartes é outro que ressalta a urgência de investimentos. Segundo eles, gasta-se muito para trazer artistas de renome para a cidade e pouco é empregado na cultura local.



 

A+ A-