Fiscalização contra poluição sonora será intensificada em todo o estado

Responsáveis por carros de som que estejam em desconformidade com a legislação podem ser presos.

Redação,
O Instituto de Defesa do Meio Ambiente do Rio Grande do Norte (IDEMA), em atendimento a Recomendação Conjunta encaminhada pelo Ministério Público Estadual e o Ministério Público Federal, vai intensificar até o dia das eleições municipais, no próximo domingo (05), a fiscalização em todo o Estado quanto à poluição sonora.

Duas equipes do IDEMA já vêm atuando em vários municípios do interior, fiscalizando os equipamentos sonoros utilizados por partidos políticos, coligações e candidatos, autuando e apreendendo àqueles que são flagrados em infração à legislação ambiental em vigor.

Levantamento preliminar repassado ao MPE pelas equipes de fiscalização do IDEMA registra que foram apreendidos cinco carros de som em duas semanas de trabalho, sendo três veículos em Parnamirim, um em Angicos e um outro na cidade de Macaíba.

As equipes contam com pessoal do IDEMA e da Companhia Independente da Polícia Ambiental (CIPAM) e a ordem é, inclusive, prender os responsáveis por carros de som que estejam em desconformidade com a legislação. Como já ocorreu.

O Coordenador do Centro de Apoio às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente (CAOPMA), Promotor de Justiça Antônio de Siqueira Cabral, reforça que o objetivo de intensificar o trabalho de fiscalização nessa reta final é o de desencorajar quem, por ventura, queira descumprir a legislação ambiental e tirar o sossego da população com o pedido de voto de última hora.

As equipes de fiscalização do IDEMA já atuaram em municípios como Parnamirim, Mossoró, Areia Branca, Grossos, Pau dos Ferros, Umarizal, Extremoz, Macaíba, João Câmara, Ceará-Mirim, Angicos e Governador Dix-Sept Rosado.

* Com informações do Ministério Público.
A+ A-