Prefeito entrega Parque da Cidade inacabado

Devido ao período eleitoral, Carlos Eduardo inaugurou obra faltando acabamento. A previsão é de que sejam necessários mais 30 dias de serviço.

Itaércio Porpino,
Fotos: Itaércio Porpino
Solenidade de inauguração do Parque da Cidade.
De longe, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte parece estar totalmente pronto, mas ainda falta o acabamento, que deve levar uns 30 dias, entrando no período eleitoral. Por esse motivo, o prefeito Carlos Eduardo Alves inaugurou a obra que considera a mais marcante de sua administração inacabada mesmo, no final da tarde deste sábado (21).

A inauguração atraiu muitos natalenses, de diversas localidades, que foram para conhecer o mais novo espaço de lazer da cidade e, sobretudo, para assistir aos shows da cantora potiguar Roberta Sá, revelação da música popular brasileira, e de Dominguinhos, um dos mais hábeis acordeonistas brasileiros. A festa, no entanto, ficou para o final. 

 
Prefeito Carlos Eduardo carimba selo alusivo ao Parque da Cidade.
A solenidade começou às 17h30 com a benção concedida pelo arcebispo de Natal Dom Matias Patrício e o monsenhor Lucas Batista. Logo após, foram lançados o selo e o carimbo comemorativos referentes ao Parque da Cidade, com a participação do prefeito Carlos Eduardo Alves, da governadora Wilma de Faria, da deputada federal Fátima Bezerra e da deputada estadual Márcia Maia, além de auxiliares da Prefeitura.

Carlos Eduardo enalteceu o Parque, dizendo que se trata de uma obra de grande projeção para Natal. “É importante pelo projeto de Oscar Niemeyer, brasileiro que revolucionou a arquitetura mundial; por ser mais uma opção de lazer para o natalense e, principalmente, por ser um espaço de educação ambiental. Queremos trazer para cá pesquisadores do Brasil e de outras partes do mundo”. 

O arcepispo Dom Matias Patrício destacou a homenagem feita a Dom Nivaldo Monte, que morreu em 2006. “É uma homenagem justa. Dom Nivaldo foi um grande amigo da natureza”.

Quanto ao parque, disse: “Será um espaço a serviço do bem, voltado ao lazer, à educação, à cultura e ao meio ambiente, além de cumprir o papel de promover a inclusão social”.
O Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte está localizado na Avenida Omar O’ Gray, entre os bairros de Candelária, Cidade Nova e o conjunto Cidade Satélite. 

Área de preservação

Com uma área de 64 hectares, o Parque da Cidade insere-se na Zona de Proteção Ambiental I, um ecossistema natural composto por cobertura vegetal de dunas, onde há uma interação entre a flora e a fauna, que influenciam na amenização do clima, qualidade do oxigênio, aumento da umidade e chuvas. 

 
Arcepispo Dom Matias e monsenhor Lucas Batista abençoam Parque.
Segundo a Prefeitura, trata-se do terceiro complexo ambiental do país, ao lado do Ibirapuera, em São Paulo, e da Pampulha, em Minas Gerais, projetado por Niemeyer.

O Parque conta com dois pórticos de entrada – Avenida Omar O’ Gray e Cidade Nova – restaurante, biblioteca, auditório, orquidário, prédio de administração, posto florestal, sistema de circulação de pedestres e veículos, estacionamento e trilhas ecológicas.

O maior destaque é a torre monumental, equivalente a um prédio de 12 andares que, com a elevação da duna onde foi erguida, corresponde a um prédio de 18 andares. Em seu topo será instalado o Memorial da Cidade – espaço que vai contar a história de Natal e de onde o visitante poderá ter uma vista panorâmica da cidade.

Foi exatamente o que mais chamou a atenção do arquiteto americano Taylor Van Horne. Ele esteve na inauguração do Parque da Cidade e elogiou a obra. “Acho que está bem bacana, essa torre maluca, esse bicho enorme olhando por cima do verde. Tem a assinatura de Niemeyer, que é inconfundível. Mas, quando vai estar terminado mesmo?” 

Argemiro Lima
Visual arquitetônico é destaque do Parque da Cidade.
Bom, essa parte ficará sob a responsabilidade da Fundação Capitania das Artes (Funcarte), enquanto o Parque será administrado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb).

O presidente da Capitania, Dácio Galvão, informou que o Memorial deverá estar montado em 60 dias e que o prefeito Carlos Eduardo Alves pediu para que os eventos culturais da Prefeitura fossem realizados no espaço.

“A idéia é realizar tudo que for possível ser realizado. O prefeito quer, inclusive, que o ENE [Encontro Nacional de Escritores] seja aqui e já solicitou que propuséssemos uma programação. Temos que ver com cautela porque a gestão está terminando”.
A+ A-