Prolongamento da Prudente de Morais só fica pronto em 15 meses

Ele explicou que o projeto foi mal planejado, mas a obra foi colocada com parte do projeto da Copa 2014 e agora é prioridade.

Thyago Macedo,
Foto: Artur Dantas
O prolongamento da avenida Prudente de Morais está longe de ser concluído. Na manhã desta sexta-feira (28), o diretor do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Demétrio Torres, afirmou que o prazo para o fim das obras é de 15 meses.

Ele explicou que o projeto foi mal planejado, mas a obra foi colocada com parte do projeto da Copa 2014 e agora é prioridade. De acordo com Demétrio, o projeto principal não contemplou a acessibilidade dos moradores de Cidade Satélite e as desapropriações necessárias para construção de um anel viário sobre a BR 101.

“Deverei lançar um novo edital para completar esses pontos que ficaram faltando. Além disso, preciso conseguir R$ 18 milhões, para fazer as desapropriações. Então, estamos colocando um prazo de 15 meses para a conclusão”, explica.

O projeto do prolongamento da avenida Prudente de Morais foi orçado inicialmente em R$ 27 milhões, mas teve acréscimo nos valores, a partir das novas necessidades apontadas por Demétrio Torres. “As quantidades que foram colocadas nas planilhas não são suficientes. Preciso fazer um aditivo para concluir a obra”, revela.

A obra ampliará a avenida em 4,7 quilômetros, oferecendo uma alternativa de acesso a Natal. O diretor geral do DER comentou ainda que o governo do Estado pretende recuperar todas as rodovias.

“Estou fazendo licitação para recuperar o calçadão de Ponta Negra e tapar os buracos. Em todas as rodovias estaduais vamos ter o programa de recuperação”, completou Demétrio Torres.
A+ A-