Setor de Segurança comemora tranquilidade do carnaval de Caicó

Caso mais grave registrado até o momento foi a apreensão de 400 gramas de cocaína.

Marcos Dantas, especial de Caicó,
Marcos Dantas
Ilha de Santana recebe cerca de 50 mil pessoas todas as noites
Apesar de ser considerado o terceiro maior carnaval da região Nordeste, o diferencial da festa em Caicó continua sendo a tranquilidade. Até agora, nos sete dias de folia, a maioria das ocorrências registradas na Delegacia Munipal de Caicó, e principalmente no posto instalado na Ilha de Santana, têm sido perdas de documento e embriaguês ao volante. Segundo Getúlio Medeiros, titular da delegacia de Caicó, isso se deve ao trabalho que o setor de segurança da cidade vem realizando.

“Ninguém faz nada sozinho, e mesmo com um número pequeno de homens, a parceria entre polícia civil e militar, Corpo de Bombeiros e Itep está proporcionar segurança aos foliões”, comemorou o delegado. A ocorrência de maior gravidade até agora foi a prisão dos irmãos Eli Sérgio Maia e Elissandro Maia com 400 gramas de cocaína, na manhã do domingo (14). A droga foi encontrada no interior da residência dos acusados. Imediatamente eles foram encaminhados para o presídio Pereirão, aonde permanecem.

Nos hospitais, o clima também vem apresentando tranquilidade. A maioria delas são de pessoas que exageram no uso da bebida alcóolica e acabam procurando atendimento médico. Por noite, a média de atendimento no Hospital Regional, a maior urgência da região durante este carnaval tem sido de 10 atendimentos, todos provocados por ingestão de bebida.

Policiais Rodoviários Federais também realizam blitz todos os dias na BR-427, principalmente no cruzamento que dá acesso ao Açude Itans. Em todas as abordagens são verificadas as documentações do condutor e do veículo e a realização do teste do bafômetro, o que já foi responsável pela condução de alguns foliões para a delegacia de polícia de Caicó.

Com tanta tranquilidade, a segurança não pode falhar. Por noite, de acordo com o Comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar, 250 homens fazem a segurança nas ruas, nos blocos do Magão e Treme-treme e na Ilha de Santana. O Corpo de Bombeiros também montou seu esquema de segurança. Além de contar com ambulâncias no percurso dos blocos de rua,  um quartel improvisado foi montado na Ilha de Santana onde  médicos e enfermeiros da Secretaria de Saúde de Caicó prestam auxílio em qualquer urgência. Tenente Wanderley Bezerra, comandante da Unidade dos Bombeiros do Seridó acredita que por noite, cerca de 50 mil pessoas frequentem a Ilha de Santana.
A+ A-