Vigilantes encerram greve e bancos reabrem nesta quarta-feira

Categoria entrou em acordo com empresas de segurança durante audiência no TRT.

Flávio Oliveira,
Talan Marques/Sindsegur
Vigilantes deflagraram greve no dia 26 de fevereiro, interrompendo o atendimento principalmente em bancos, mas retomam atividades nesta quarta.

Os vigilantes decidiram encerrar a greve deflagrada desde o dia 26 de fevereiro e devem retornar às atividades já nesta quarta-feira (14). Com isso, os bancos devem reabrir normalmente, assim como também regulariza os trabalhos em hospitais, entre outros órgãos públicos.

A decisão ocorreu após um acordo entre o Sindicato Intermunicipal dos Vigilantes (Sindsegur) e o Sindicato das Empresas de Segurança Privada (Sindesp), que participaram de audiência na tarde desta terça-feira (13), no Tribunal Regional do Trabalho (TRT-21 Região).

Na negociação, ficou definido que o reajuste salarial da categoria será de 2,2%. Além disso, o valor do vale-alimentação foi majorado para R$ 15,50. Os representantes dos sindicatos também entraram em consenso em questões que tratavam da jornada de trabalho.

Em nota, o Sindesp informou que uma nova rodada de negociação será realizada na sexta-feira (16) para finalizar a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT).

Confira a nota do Sindesp

O Sindicato das Empresas de Segurança Privada do RN – SINDESP, após audiência no TRT 21, nesta terça-feira (13), vem a público comunicar o acordo firmado entre o SINDESP e o SINDSEGUR, que consignou a convergência nas cláusulas de atrito e deliberou a cessação imediata da greve dos vigilantes.

Uma nova rodada para finalização da Convenção Coletiva de Trabalho - CCT deve acontecer na próxima sexta-feira, dia 16 de março, no TRT.

Atenciosamente,

Diretoria do Sindicato das Empresas de Segurança Privada do RN – SINDESP

Tags: Cidades Greve dos vigilantes
A+ A-