Albergue mais famoso de Natal completa 20 anos

Lua Cheia Hostel comemora com uma festa medieval. Os convidados serão recepcionados no terraço e no jardim central do castelo, ao som do Quarteto de Cordas da UFRN.

Zenaide Castro,
Divulgação
O Lua Cheia Hostel, no Alto de Ponta Negra, conhecido por funcionar em um castelo medieval, comemora hoje (20) vinte anos. A festa será regada a vinho tinto servido em taças de barro, uma grande variedade de pães e acompanhamentos, além dos convidados especiais – reis, rainhas e servos.

Na programação, bandas de música e apresentações circenses pelo grupo Tropa Trupe. Os convidados serão recepcionados no terraço e no jardim central do castelo ao som do Quarteto de Cordas, da UFRN, a partir das 21h30h. A festa também será uma comemoração pelos 100 anos da Hostelling International – o maior sistema de hospedagem espalhado pelo mundo inteiro, ao qual o Lua Cheia Hostel é filiado.

Clima medieval

O Lua Cheia Hostel é o hostel mais conhecido da América Latina e já foi notícia em diversos jornais nacionais. No ano de 1997 foi eleito pelo jornal O Estado de São Paulo como o melhor hostel do Brasil e o equipamento turístico mais votado do Rio Grande do Norte entre todas as categorias turísticas pesquisadas.

Em 2006 ganhou o prêmio da Secretaria Municipal de Turismo pela mais bela decoração natalina da cidade e é indicado com ênfase em todos os guias de turismo do Brasil e do mundo. Entre as memoráveis festas já realizadas no castelo ao longo desses anos pode-se destacar a Festa dos Deuses, os Bailes de Máscaras, os aniversários e, principalmente, os super produzidos Halloweens.

Para manter o clima medieval, todos os hóspedes tomam o café da manhã em uma grande mesa de madeira maciça, ao som de canto gregoriano, óperas, músicas barrocas e medievais. O objetivo é fazer com que as pessoas se conheçam e aproveitem bem a sua estada na cidade num ambiente alegre, sadio e gostoso.

Alemão deu início ao sistema de albergues

O fundador do movimento alberguista foi um professor alemão, Richard Schirrmann. Ele acreditava na aprendizagem por observação direta e, muitas vezes, levava suas turmas a excursões e a caminhadas. As caminhadas poderiam durar vários dias e Schirrmann e seus alunos encontravam alojamentos em estalagens agrícolas.

Em uma dessas excursões, em 26 de Agosto de 1909, o grupo foi apanhado numa tempestade. Eles finalmente encontraram abrigo em uma escola na cidade de Bröl. O diretor os deixou utilizar uma sala de aula e um agricultor deu-lhes alguma palha para dormir e leite para a sua refeição da noite. A tempestade seguiu por toda a noite.

Enquanto os rapazes dormiam, Schirrmann ficou acordado a noite toda. Foi quando ele teve uma idéia: de que as escolas na Alemanha poderiam ser usadas para fornecer alojamento durante os feriados. Aldeias poderiam ter um albergue da juventude aconchegante, situado a um dia de caminhada de cada um dos outros, para acolher jovens viajantes.

Naquela noite de tempestade foi quando o movimento mundial de Albergues da Juventude foi fundado. Em 1910, Schirrmann escreveu um ensaio que define as suas idéias para "Volksschülerherbergen" (albergues para os alunos das escolas públicas estaduais) :"duas salas de aula seriam suficientes, uma para meninos e uma para meninas.

Algumas mesas podem ser empilhadas assim liberando espaço para colocar 15 camas. Cada cama será composta por um saco bem recheado de palha e travesseiro, dois lençóis e um cobertor... Cada criança será orientada para manter a sua própria cama limpa e arrumada."

Em 1912 foi aberto o primeiro Albergue da Juventude em um antigo castelo na cidade de Altena (Alemanha). O castelo foi restaurado e equipado de acordo os desenhos de Schirrmann, com dois dormitórios com triliches de madeira maciça, uma cozinha, lavabos e banheiros.

O Movimento Alberguista cresceu rapidamente. Em 1913, já haviam 83 Albergues da Juventude e 21.000 pernoites foram registrados. Em 1921 o número de pernoites já tinha atingido 500.000. Até ao Verão de 1931, havia 12 associações existentes de Albergues da Juventude na Europa, operando um total de 2.600 albergues, mas havia muito pouco contato entre as associações. Isso tudo mudou em 20 de Outubro de 1932 quando a primeira conferência internacional foi realizada em um hotel em Amsterdam.

Estiveram presentes representantes de 11 Associações Alberguistas: Bélgica, Checoslováquia, Dinamarca, Inglaterra e País de Gales, França, Alemanha, Irlanda, Holanda, Noruega, Polônia e Suíça. A conferência marca o nascimento da Federação Internacional de Albergues da Juventude - a organização hoje conhecida como Hostelling International ou na forma abreviada de HI - HI INTERNATIONAL e HI BRASIL no Brasil.

A+ A-