Dicas Sebrae: saiba como abrir uma loja de artesanato

Com influências indígenas e européias, a atividade se destaca como fonte de renda de muitas comunidades do Rio Grande do Norte.

Maiara Cruz,
Foto: Reprodução
O artesanato se destaca como fonte de renda de muitas comunidades do RN.
Se você é do tipo de pessoa que tem facilidade em desenvolver trabalhos manuais, o artesanato é uma boa pedida de negócio. Com influências indígenas e européias, o artesanato se destaca como fonte de renda de muitas comunidades do Rio Grande do Norte.

 

As matérias-primas pode ser encontrada em qualquer lugar e podem variar desde a cerâmica (marajoara, terracota, figurativa e escultural), passando pelas fibras (algodão, sisal, milho, bananeira), pedras (pedra-sabão, quartzito), madeira, metal, papel, tecidos e outras. Basta ter um pouco de criatividade.

 

O segredo do sucesso está em conseguir reproduzir os traços de sua cultura nos objetos, mostrando suas tradições e crenças.

 

Localização

Deve ser um local estratégico, de preferência onde haja grande movimento de pessoas. O ideal é montar uma Loja de Artesanato em galerias, centros comerciais, shoppings populares ou ruas com grande circulação de pessoas. Porém é preciso considerar que o custo com infra-estrutura nesses locais costuma ser mais alto e pode influenciar no lucro, por isso é preciso analisar cuidadosamente a relação custo-benefício para esta localização

.

Se o empreendedor optar em montar a loja fora dos grandes centros deverá investir em divulgação, atendimento e promoções de forma a atrair o público mesmo que exija um deslocamento maior.

 

Outros aspectos que precisam ser observados quanto à localização do novo empreendimento:

 

  • Capacidade de estacionamento (local ou próximo);
  • Local que permita o fluxo livre de pedestres;
  • Proximidade de estações e pontos de transporte coletivo.
  • Os Pontos turísticos da cidade na qual será instalada a Loja de Artesanato são locais estratégicos.

Custos

A escolha dos fornecedores é importante, por isso é fundamental que se faça uma boa pesquisa para selecionar os melhores preços e a melhor qualidade.

 

Podem ser tomadas algumas providências que ajudem a diminuir o valor dos custos, como por exemplo:

 

  • Optar por planos de telefone com custos mais baixos;
  • Evitar gastos e despesas desnecessários, como por exemplo: excessos com telefone, água e luz.
  • Optar por empresas de frete com custos mais baixos;
  • Negociar os honorários com o contador;
  • E outras ações de acordo com a realidade de cada empreendimento.

 

Os custos de uma Loja de Artesanato devem ser estimados considerando os itens abaixo:


  • Salários, comissões e encargos;
  • Tributos, impostos, contribuições e taxas;
  • Aluguel, taxa de condomínio, segurança;
  • Luz, telefone;
  • Produtos para higiene e limpeza da loja;
  • Recursos para manutenções corretivas;
  • Assessoria contábil;
  • Propaganda e Publicidade da loja;
  • Aquisição de produtos para repor o estoque;
  • Despesas com vendas no cartão de crédito;
  • Sacolas e embalagens.
Foto: Site do Sebrae

Investimentos
Várias decisões irão impactar no montante do investimento necessário para abertura de uma Loja de Artesanato, dentre elas:

  • Localização: o valor para alugar ou comprar um imóvel irá variar de acordo com a região escolhida para abertura do negócio;
  • Tipo de imóvel: optar por alugar ou comprar um imóvel;
  • Qualidade do imóvel: condições físicas do imóvel, necessidade de reforma, tamanho da reforma;
  • Equipamentos: optar por equipamentos novos ou usados, equipamentos mais simples ou mais sofisticados.

Os resultados das decisões referentes a estes itens surgirão com a elaboração do plano de negócios. Etapa fundamental para quem deseja empreender de forma consciente, "o plano de negócios é a validação da idéia, análise de sua viabilidade como negócio" (DOLABELA, 1999, p.17).

Considerando uma Loja de Artesanato instalada numa área de 20m² com equipamentos básicos, é necessário um investimento inicial estimado em aproximadamente em R$ 63.120,00 (sessenta e três mil e cento e vinte reais), a ser alocado majoritariamente nos seguintes itens:

  • Reforma do local: R$ 15.000,00
  • Aluguel: R$ 1.500,00
  • Mobiliário: R$ 10.000,00
  • Divulgação: R$ 2.000,00
  • Sacolas e embalagens: R$ 2.500,00
  • Telefone/fax, microcomputador e impressora: R$ 1.600,00
  • Estoque inicial: R$ 20.000,00
  • Capital de giro: R$ 10.520,00

E aí, ficou interessado? O Sebrae disponibiliza o portal Negócio Certo, que pode ser acessado através do www.negociocerto.sebrae.com.br. Para mais informações, basta discar o 0800 570 0800, gratuitamente, de segunda à sexta, no horário comercial.
A+ A-