Dólar recua com bom humor após definição de nome para o BC

Indicação do executivo também também é positiva para a Bolsa, que opera em alta nesta manhã.

Da redação , Estadão Conteúdo ,
O dólar recuava ante o real nesta sexta-feira, com o mercado recebendo bem a definição sobre o comando do Banco Central no governo Bolsonaro, com Roberto Campos Neto à frente da autoridade monetária. A repercussão da indicação do executivo também também é positiva para a Bolsa, que opera em alta nesta manhã.

Às 12h02, o dólar operava perto das mínimas, cotado a R$ 3,7443, em recuo de 1,05%. Já a Bolsa avançava 0,80%, aos 86.661,43 pontos.

Além do anúncio de Campos Neto, ajudava no bom humor do mercado de câmbio nesta sessão entre feriado e fim de semana o anúncio de que Mansueto Almeida permanecerá no cargo de Secretário do Tesouro Nacional.

“Há bom humor em função da confirmação do Mansueto no Tesouro e a escolha do Roberto Campos Neto para presidência do BC”, afirmou o superintendente da Correparti Corretora, Ricardo Gomes da Silva.

“Ele (Roberto Campos Neto) é tido como um economista na linha do avô dele, extremamente liberal, identificado com as tesourarias do mercado financeiro e certamente é um nome que dará sequência a toda a política do BC implementada pelo Ilan (Goldfajn), até então preferido pelo mercado”, completou.

No exterior, predominava a cautela em relação ao Brexit, depois que a premiê britânica, Theresa May, anunciou que se mantém firme à retirada do Reino Unido da União Europeia em março, mesmo após renúncia de importantes ministros.

O jornal Telegraph reportou que May passará por uma moção de censura na próxima semana, o que ameaça seu governo e coloca a aprovação do seu plano de Brexit em xeque.

A libra operava em alta ante o dólar, que rondava a estabilidade contra uma cesta de moedas, permanecendo próximo da máxima de 16 meses de 97,69 registrada no início da semana.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 13,6 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de dezembro, no total de US$ 12,217 bilhões. Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Tags: Economia
A+ A-