Festa do Boi é aberta e RN é reclassificado para território livre de médio risco de aftosa

Anuncio oficial foi feito pelo secretário Nacional de Defesa Agropecuária, Inácio Kroetz, no Parque Aristófanes Fernandes.

Thyago Macedo,
Thyago Macedo
Governadora recebe das mãos de Inácio Kroetz documento que oficializa reclassificação do RN.
Na abertura oficial da Festa do Boi 2008, realizada no fim da tarde deste domingo (12), no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, o Ministério da Agricultura anunciou a reclassificação do Rio Grande do Norte de território de risco desconhecido para território livre de médio risco da febre aftosa. A reclassificação foi comemorada pelo governo do Estado, pelas autoridades presentes e criadores.

O documento oficializando a mudança de faixa foi entregue à governadora Wilma de Faria pelo secretário Nacional de Defesa Agropecuária, Inácio Kroetz. Ele destacou que a reclassificação representa a evolução da agropecuária do RN. “Nós tínhamos aqui uma alta genética na criação de gado, mas que não podia sair do estado. Agora, com essa mudança, o Rio Grande do Norte poderá enviar seus animais para outros estados”.

Inácio Kroetz lembrou que a partir de agora o Estado está a um passo de passar a ser uma área livre de febre aftosa. Questionado se esse passo será longo ou curto, o secretário respondeu: “Essa será a fase mais difícil do processo, mas acredito que com o empenho do governo estadual e dos criadores, no próximo ano estaremos aqui para fazer esse anúncio”.

A oficialização da reclassificação foi comemorada pela governadora Wilma de Faria. “Esse é um marco na história do Rio Grande do Norte. Há 20 anos nossos agropecuários esperavam por isso. E hoje, graças aos nossos esforços, estamos realizando este sonho. Agora, estamos caminhando para nos tornarmos uma área completamente livre do risco de aftosa".

Após abertura oficial, autoridades assistiram à desfile de alguns animais.
Wilma de Faria agradeceu ainda a todos os criadores do Estado que se empenharam durante as campanhas de vacinação e destacou que a meta do governo é vacinar até o próximo dia 31 de outubro 900 mil animais. “O grande destaque deste período, secretário Inácio, foi a criação do Idiarn (Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária). Pra isso, nós montamos uma equipe eficiente e realizamos concurso público”, afirmou.

Durante a abertura da Festa do Boi 2008, o presidente da Associação Norte-riograndense de Criadores (Anorc) destacou a importância do evento e o classificou como um dos maiores do Brasil. “A Festa do Boi se constitui em um dos eventos ruralistas de maior expressão no país, sendo esse parque o maior do Nordeste. Até o próximo dia 18 serão cinco mil animais desfilando, todos considerados de elite”, ressaltou Marcos Augusto Texeira Carvalho.
A+ A-