Fora da unidade semi-intensiva, Bolsonaro quer intensificar gravação de vídeos de campanha

Intenção do candidato do PSL é mostrar sua recuperação e rebater possíveis críticas dos adversários.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Twitter/Jair Bolsonaro
Mesmo internado após sofrer uma facada, Bolsonaro tem mantido a palavra final nos rumos da campanha.

SELO-ELEIÇÕES-2018-100Após ser transferido da unidade de tratamento semi-intensivo para um apartamento do Hospital Albert Einstein, na zona sul de São Paulo, onde ele está internado desde o último dia 7, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, pretende intensificar a sua participação na campanha por meio das mídias sociais.

Apesar de ter sido alertado pelos médicos da necessidade de se preservar, Bolsonaro quer intensificar a gravação de vídeos para mostrar sua recuperação e rebater o que considerar informação negativa contra ele. Neste sábado (22), ainda na unidade semi-intensiva, o candidato divulgou uma foto para seus apoiadores. Nas suas próximas falas, além de rebater críticas, Bolsonaro pretende se dirigir a eleitores do Nordeste, assim como às mulheres.

Mesmo internado, o militar da reserva tem mantido a palavra final nos rumos da campanha. O candidato está participando da elaboração de uma mensagem nos moldes da “Carta aos Brasileiros”, feita pelo ex-presidente petista Luiz Inácio Lula da Silva, em 2002, mas ainda não autorizou a divulgação.

A ideia dos idealizadores do documento, que ainda não está pronto, é pedir o fim da radicalização e a pacificação do País. A carta deve também trazer sinalizações ao mercado, reiterando a disposição de fazer um ajuste fiscal.

Na sexta-feira (21), Bolsonaro postou um vídeo no qual afirma que está se sentindo muito bem e que deverá ter alta hospitalar até o final deste mês. De acordo com fontes ouvidas pelo Estado, a recuperação de Bolsonaro está evoluindo bem, “conforme o previsto”. Esta mesma fonte disse ainda que os exames deste sábado apontam melhora em vários parâmetros, incluindo os glóbulos brancos, que estão praticamente normais, e que ele permaneceu sem febre.

Tags: Eleições 2018 Jair Bolsonaro
A+ A-