Badminton é mais um esporte a despontar no RN

Em pouco mais de dois anos de atividade em Natal, a modalidade vem crescendo e agregando adeptos.

Artur Dantas,
Divulgação
No Brasil, a atividade é reconhecida oficialmente há 14 anos.

OBadminton, esporte criado na Índia pelos hindus no século 13 com o nome de Poona, foi difundido para o mundo através do ingleses a partir do ano de 1870. Embora praticado por mais de sete séculos, somente em 1992 passou a figurar como esporte olímpico, nos jogos de Barcelona, na Espanha. Anteriormente, havia sido apresentado como esporte de exibição em Munique, em 1974, e Seul, em 1988.

No Brasil, mesmo com a pouca difusão do esporte, a atividade é reconhecida oficialmente há 14 anos através da Confederação Brasileira de Badminton e das 13 federações espalhadas pelo país. Dentre os filiados, está o Rio Grande do Norte, estado que adotou o esporte em 2006 através da Federação Norte-rio-grandense de Badminton, sob a presidência de Antônio Carlos, o Cazuza. 

O presidente descobriu o badminton enquanto desenvolvia um trabalho sobre quebra de modelos esportivos. Depois de pesquisar sobre a modalidade e um contato prévio com a confederação, o esporte foi fixado na capital após um curso técnico em Pernambuco. O RN foi o terceiro Estado do nordeste a desenvolver o esporte. Recife foi o pioneiro, seguido do Piauí.
Em Natal, os primeiros contatos aconteceram dentro das escolas através das aulas de educação física. 

Depois, a federação passou a participar de eventos oficiais incluindo a etapa regional em Recife. No ano de 2006, foi criado o Circuito Nordeste de Badminton, idealizado por Cazuza e que contou com a participação do Piauí e Rio Grande do Norte e Pernambuco. 

O RN conseguiu, na ocasião, a conquista do primeiro campeonato na modalidade. Em 2007, as competições se espalharam e chegaram até os Jogos do Industriário e aos Jerns, em caráter de exibição. Em 2008, o esporte entra em disputa por medalha pelo primeiro ano desde a inserção no Estado.

O Esporte
O badminton é uma variação de um esporte praticado na Índia chamado Poona. Foi levado à Inglaterra por oficiais ingleses e batizado com esse nome em homenagem ao primeiro local onde foi praticado, na propriedade de Badminton. O jogo é disputado em três games de 21 pontos, podendo chegar a, no máximo, 30 pontos. 

Para a prática, são necessárias basicamente uma peteca, feita de nylon ou pena de ganso, e uma raquete semelhante a de tênis de quadra. O esporte é disputado em espaços fechados por causa da ação do vento, que pode alterar o sentido da peteca, que pesa cerca de cinco gramas. 

O esporte é um dos únicos que permitem a participação de duplas mistas, ou seja, de homens e mulheres, e é dividido em categorias. A divisão das federações são o sub 11, sub 13, sub 15 , sub 17 e sub 19, onde os atletas são divididos por idade. Na categoria A e Especial A, a divisão é feita respeitando o nível técnico dos praticantes. Na divisão regional, estão presentes as categorias D C B A E e A especial.

Resultados do Brasil
No ano de 1995, o Brasil fez sua primeira participação no esporte no Pan-Americano de Mar Del Plata. Quatro anos mais tarde, no Pan-Americano de Winnipeg, no Canadá, conseguiu a quarta colocação no campeonato de duplas do masculino. Em Santo Domingo, no ano de 2003, a melhor colocação brasileira foi o quinto lugar. Em 2007, o Brasil conquistou a medalha inédita no esporte ao ficar com o bronze com a dupla Guilherme Pardo e Guilherme Kumasaka.

Disputas em Natal
Em Natal, o badminton já é disputado nos Jogos do Industriário, Jogos do Comerciário e este ano será disputado oficialmente nos Jogos Universitários e nos Jerns. Após os jogos escolares, ainda será disputado o Campeonato Estadual da Federação, que age com classificatório para o Regional.

Locais de Prática

A Federação Norte-rio-grandense de Badminton dispõem de um horário fixo para a prática do esporte. Todos os sábado das 17h30 às 20h no ginásio da Facex. Além do local, o esporte é praticado por alunos do ensino fundamental e médio no colégio Maria auxiliadora, Contemporâneo, Walfredo Gugel, Jorge Fernandes, Reis Magos, Impacto.

Filiados
A Federação conta atualmente com quatro filiados: Centro de Ensino FACEX, Alecrim Futebol Clube, Centro Esportivo Neves - CENEVES e Impacto Colégio e Curso.
Outras informações no site da Federação Norte-rio-grandense de Badminton http://www.badmintonrn.com.br. 

 


* Matéria publicada no Jornal Nasemana (edição 24 - 6 a 12 de setembro de 2008)
A+ A-