Evasão: clássico registra o número de 4.252 sem pagar ingresso

"Caronas" do clássico ultrapassaram um número que o Estadual não teve nos jogos médios este ano.

Redação, Com informações do site da FNF,
O presidente da Federação de Futebol, José Vanildo da Silva, como Havia prometido antes, divulgou os números oficiais do que considera evasão de renda no clássico de domingo, ABC 1 x 2 América.

Nada menos que 4.252 pessoas, um público que a competição não teve como pagante na maioria dos jogos disputados esse no próprio Campeoanto Estadual.

A FNF fez o apurado e explicita os "buracos": 180 foram dos bares, 316 deficientes,714 policiais à paisana, 186 para FNF/árbitros/dirigentes/ligas, 200 jornalistas, 66 pessoas na tribuna de honra, 519 crianças, além de mil sócio-torcedores do ABC e outros mil do América.

Não entraram na lista da FNF 94 convidados de ABC e América, 800 PMS que estavam de serviço, 50 policiais de trânsito e mais 30 bombeiros.

“É preciso rever esse acesso ao estádio e coibir esse tipo de ação, até para preservar nossos clubes e até mesmo levar em consideração a maioria do torcedor, que paga com dificuldades seu ingresso para assistir a uma partida", destacou o presidente.

"Como a FNF foi a responsável pelo controle administrativo financeiro, podemos observar que o número de acessos gratuitos oficiais é muito elevado, o que compromete a questão real de público e o aspecto financeiro das equipes", coninua Vanildo.

"O caronismo é grande e a evasão é uma realidade. Isso repercute na renda total. A FNF não vai guardar esses números e levará ao conhecimento da sociedade como já estamos fazendo”, encerrouo presidente da FNF.

José Vanildo, cumprindo a promessa de manter maior transparência possível à frente da FNF já decidiu enviar os documentos ao Ministério Público e estará trabalhando em parceria com as autoridades competentes buscar uma fórmula de coibir a evasão.

Outro assunto polêmico que chamou a atenção do dirigente foi a questão da violência entre as torcidas fora do estádio. Vários torcedores foram presos, aconteceram confrontos entre eles principalmente nas imediações da avenida Prudente de Moraes com a Bernardo Vieira, ônibus foram depredados.

A Policia Militar utilizará vídeos na tentativa de identificar e punir os baderneiros. Para José Vanildo existem alguns fatores que contribuem para as atitudes dos torcedores. “A permissibilidade da venda de bebida no estádio, o controle do acesso ao mesmo e a conscientização das torcidas são fatores que precisam ser revistos”, destacou o presidente.
A+ A-