Aprovada distribuição a gestantes de repelentes contra Aedes aegypti

Matéria estabelece, entre outras coisas, que todo fornecimento deverá ser realizado após recomendação médica

Da redação,

t1A distribuição gratuita de repelentes para gestantes, como forma de se evitar a infecção por Zika e, em consequência, a microcefalia nos bebês, foi aprovada nesta quinta-feira (20), na Câmara Municipal de Natal. De iniciativa do vereador Felipe Alves (PMDB), a matéria estabelece, entre outras coisas, que todo fornecimento deverá ser realizado após recomendação médica e de acordo com a disponibilidade do estoque da Secretaria de Saúde.

"Cotidianamente temos visto, em todos os jornais, o crescente número de casos de dengue no país. Cresce, também, os casos de Chikungunya e, mais recente, fomos surpreendidos com outra grave doença, o Zika Vírus. Tais doenças tem em comum o fato de serem transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti", explicou o vereador Felipe Alves.

Segundo ele, o projeto é importante devido ao aumento de casos de bebês nascidos ou diagnosticados ainda no ventre da mãe com microcefalia. "Assim, analisando os estudos laboratoriais das causas da microcefalia e a fragilidade da imunidade das mulheres grávidas, desenvolver ações que possibilitem proteção e cuidado na saúde delas é de suma importância, haja vista que repelentes e vacinas podem auxiliar e muito neste tratamento".

Na sequência, o plenário deu parecer favorável ao texto encaminhado pelo presidente da Casa, vereador Raniere Barbosa (PDT), que institui o Selo Social Empresa Inclusiva no âmbito do Município. "Trata-se de um instrumento capaz de certificar, por adesão voluntária, empresas do setor público e privado que venham a aderir a um código de conduta socialmente responsável, com instrumentos calcados nos princípios constitucionais, e que fomentem contribuições relevantes para a diminuição das desigualdades sociais"., disse o presidente.

Por fim, foi acatado o projeto de lei de autoria dos ex-vereadores Rafael Motta e Emanoel do Cação, subscrito pelo vereador Paulinho Freire (SD), sobre a instalação de banheiros químicos adaptados às necessidades de pessoas portadoras de deficiência, nos eventos de qualquer natureza, realizados na capital potiguar.
Tags: Aedes aegypti
A+ A-