Divisão de Homicídios vai investigar troca de tiros entre policiais

Fato ocorreu quando um capitão da Polícia Militar e um agente da Polícia Civil trocaram tiros em frente a um bar.

Da redação, Degepol,
Divulgação/Polícia Civil
As armas dos dois policiais foram apreendidas pela Polícia Civil, que já ouviu a versão do capitão da PM.

O fato ocorrido na madrugada deste domingo (19) em um bar na zona sul de natal, entre o agente de polícia civil, Adorian Silva, e o capitão da Policial Militar, Andrey Jackson, será investigado em caráter especial pela Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

A designação da DHPP para investigar o crime foi uma decisão do Delegado-Geral de Polícia Civil, Correia Júnior.

O fato ocorreu quando um capitão da Polícia Militar e um agente da Polícia Civil trocaram tiros em frente a um bar localizado na rua Xavier da Silveira, no Conjunto Morro Branco, após uma confusão iniciada dentro do estabelecimento.

armas-h

De acordo com a PM, o capitão foi atingido no pescoço, no braço e no abdômen, mas não corre risco de morte. Já o agente foi ferido com tiros no peito e tem um quadro médico mais delicado.

Diante da gravidade do fato, a Polícia Civil já está tomando todas as providências investigativas relativas ao caso, algumas testemunhas já foram ouvidas e outras serão inquiridas durante esta semana com o intuito de elucidar o fato.

As armas dos dois policiais foram apreendidas pela Polícia Civil, que já ouviu a versão do capitão da PM. As informações preliminares dão conta que os dois haviam se desentendido em outro lugar e o capitão parou para lanchar no bar, onde o policial civil já teria chegado atirando. Os investigadores ainda vão pegar o depoimento do policial civil, quando ele estiver mais estável.

Tags: polícia
A+ A-