Enildo Alves volta a acusar prefeito de pagar funcionários com recursos do SUS

Vereador está prestando esclarecimentos à CEI da Saúde.

Júlio Pinheiro,
Elpídio Júnior
Enildo Alves: "Aparecida França não foi guardiã dos recursos do SUS".
O vereador Enildo Alves (PSB) presta, na tarde desta quarta-feira (22), esclarecimento à Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga o paradeiro de R$ 2.064.000,00 da Secretaria Municipal de Saúde. O parlamentar, que foi secretário de Saúde na época em que o dinheiro sumiu, acusa o prefeito de pagar salários e 13º salários de funcionários do município.

De acordo com o ex-secretário, o dinheiro enviado pelo SUS para desenvolver atividades na área da Saúde estavam depositados na conta única do município, o que seria proibido por lei. Segundo Enildo, é obrigatório que haja uma conta específica para a utilização dos recursos do SUS.

Afirmando que durante a sua gestão ele não permitiu que os recursos do SUS fossem utilizados para outros fins, o ex-secretário diz que a ex-secretária Aparecida França, que o substituiu na pasta, “não foi guardiã dos recursos do SUS”.

“Se os recursos não foram gastos na Saúde, não tenho dúvida de que foram utilizados para pagamento de pessoal do município. Na minha época não teve pagamento fora da Saúde com recursos do SUS. O prefeito tem que repor esse dinheiro corrigido”, disse Enildo.

Esta é a terceira reunião da CEI. Na reunião da terça-feira (21), membros do Conselho Municipal de Saúde e o secretário municipal de Saúde foram ouvidos.
A+ A-