EUA têm maior perda de empregos em cinco anos

O país perdeu 76 mil empregos em janeiro e o mesmo número no mês seguinte.

BBC Brasil,
BBC Brasil
Setor da construção civil foi um dos atingidos pela queda de emprego.
Os Estados Unidos perderam 80 mil empregos no mês de março, a maior queda dos últimos cinco anos e o terceiro mês consecutivo de perdas de postos de trabalho no país.

Os números foram divulgados nesta sexta-feira pelo Departamento de Trabalho dos Estados Unidos. O índice nacional de desemprego também aumentou: passou de 4,8% para 5,1%.

Em março, o desemprego manteve a tendência de queda nos setores da construção, da indústria e de serviços.

Os dados apontam ainda que o país perdeu 76 mil empregos em janeiro e o mesmo número no mês seguinte.

Taxas de juros

A cifra representa um número adicional de 67 mil empregos perdidos, em relação à estimativa anterior.

No cômputo geral, um total de 232 mil pessoas perderam seus empregos nos Estados Unidos nos três primeiros meses do ano.

O nível de emprego nos Estados Unidos será um fator determinante para que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) determine se vai ou não cortar taxas de juros na próxima reunião do banco, nos dias 29 e 30 de abril.

No início da semana, o presidente do Fed, Ben Bernanke, fez um prognóstico sombrio sobre o estado da economia americana ao admitir que o país poderá enfrentar uma recessão.
A+ A-