Engenheiros e arquitetos apresentam projeto para a ponte Newton Navarro

Objetivo é aumentar a segurança no local, devido ao crescente número de suicídios.

Da redação, Crea,

CREA-pCom o objetivo de aumentar a segurança na ponte Newton Navarro, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea) e o Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo (CAU) apresentaram proposta para tentar coibir o crescente número de suicídios no local. A alternativa conta com a inclusão de vidro temperado com espessura de 4 milímetros, em toda extensão da ponte, como já existe em outras pontes pelo mundo.

“A utilização do vidro é comum em várias pontes, mas aqui aproveitaremos a estrutura existente, junto com a inclinação do vidro”, explicou o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil, que faz parte da comissão junto com profissionais do Cau, Alessandro Câmara. 

Para a presidente do Crea, a engenheira Ana Adalgisa Dias, a proposta é viável. "O fundamental é partir para a execução, pois o que a sociedade deseja é que esse problema seja resolvido", afirmou.

Ana Adalgisa esclareceu, ainda, que a proposta será apresentada à Prefeitura Municipal do Natal e ao Governo do Estado. “Estamos abertos a contribuir, caso apareça outra proposta mais viável. O que mais queremos é uma solução para evitar não só os suicídios, mas proteger as pessoas que trafegam pela Newton Navarro”, declarou. O projeto base também vai ser apresentado ao governo federal para captar recursos.

A proposta surgiu após uma reunião com o deputado federal General Girão que solicitou auxílio do Crea na elaboração de uma alternativa técnica para a questão. O General Araújo Lima, chefe gabinete do parlamentar, participou da coletiva representando o deputado. 

Segundo o presidente do CAU, Luciano Barros, o autor do projeto atual da Ponte será consultado. “Temos naquele local uma vista panorâmica belíssima de Natal e o autor do projeto precisa ser consultado, assim como o Governo e Prefeitura, mas tudo foi pensado com o intuito de manter a vista e proteger as pessoas”, afirmou.

O pastor Rubens Medeiros que há cerca de um mês está com um grupo de pessoas em um acampamento no local, na tentativa de evitar mais mortes, destacou: “Vocês não sabem a alegria que tive quando soube que iria ser apresentada essa proposta porque, somente no período em que estamos no local, 112 pessoas tentaram tirar a própria vida no local”, disse o pastor.

A ponte Newton Navarro tem 1.782 metros de extensão, 60 metros de altura em seu ponto mais alto, o equivalente a um prédio de 20 andares.

De acordo com a proposta apresentada, a ideia é que o vidro seja colocado em toda extensão da ponte. Para a elaboração da proposta, o coordenador da Câmara Especializada de Engenharia Civil, Alessandro Câmara, explicou que foram analisadas  as seguintes questões: ocorrência de suicídios, aproveitamento da estrutura, proporcionar segurança para a população, não obstruir o visual, utilização de material resistente, além de facilidade na manutenção e condições climáticas.

Luciano Barros e Ana Adalgisa Dias esclareceram que a proposta é apenas uma sugestão para os órgãos competentes.  Também estiveram presentes na coletiva a arquiteta e psicóloga Mitia Montenegro, o engenheiro civil Wilson Cardoso e o o vereador Robson Carvalho.

Tags: Crea Ponte Newton Navarro suicídios
A+ A-