Sociólogo Chico de Oliveira morre aos 85 anos, em São Paulo

Ele era professor da Universidade de São Paulo e foi um dos responsáveis pela fundação do PT.

Da redação, Estadão Conteúdo,
Eduardo Nicolau

O sociólogo Francisco de Oliveira, mais conhecido como Chico de Oliveira, morreu nesta quarta-feira (10) em São Paulo, aos 85 anos. A informação foi confirmada pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (FFLCH-USP), onde era professor desde 1988.  

Um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores nos anos 1980, Chico de Oliveira era formado em ciências sociais pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1956 e concluiu um doutorado em sociologia pela Universidade de São Paulo, em 1992.

No ano de 2004, o sociólogo recebeu o prêmio Jabuti com a obra Crítica à razão dualista/O ornitorrinco, publicado pela editora Boitempo.

Ele tornou-se crítico ao PT após a chegada do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência, em 2003. Em entrevista ao Estado em 2016, disse que o partido como "força transformadora tinha acabado".

O velório de Chico está marcado para às 17h no Salão Nobre do Prédio da Administração da FFLCH, na Zona Oeste de São Paulo.

Tags: Francisco de Oliveira morte
A+ A-