Bolsa Copa vai beneficiar quase 4 mil PMs no Rio Grande do Norte

Projeto oferece adicional aos policiais, em troca da realização de cursos de especialização oferecidos pelo Ministério da Justiça.

Thyago Macedo,
A Polícia Militar do Rio Grande do Norte vai cadastrar 3.826 policiais no programa Bolsa Copa, lançado nesta terça-feira (26) pelo Governo Federal. O projeto oferece adicional aos agentes de segurança que atuarão nas cidades-sedes da Copa de 2014, em troca da realização de alguns cursos.

O decreto criando o Bolsa Copa foi assinado pelo presidente Luis Inácio Lula da Silva. O beneficio será pago a partir de julho desre ano àqueles que fizerem cursos de especialização oferecidos pelo Ministério da Justiça.

Inicialmente, os cursos serão realizados no âmbito do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania. Atualmente, o Pronasci beneficia 7.228 agentes de segurança no Rio Grande do Norte, o que custa ao Governo Federal R$ 2,89 milhões por mês.

De acordo com o gestor estadual do bolsa formação, o sargento PM Johnson, o Ministério da Justiça solicitou a PM do RN que fosse enviada a quantidade de policiais que trabalham operacionalmente na área metropolitana de Natal.

Com isso, 3.826 policiais militares serão cadastrados no Bolsa Copa. “Mas, esse número ainda pode se estender para mais gente, de acordo com o que for determinado pelo Ministério”, completou o sargento.

Ele explicou que esses policiais são os mesmos que participam atualmente do Bolsa Formação do Pronasci. Neste programa, os policiais também realizam cursos e recebem o auxilio de R$ 400.

“Caso entre no Bolsa Copa, o policia automaticamente deixa o bolsa formação. Ele só poderá ficar em um dos programas”, conta o sargento Johnson.

De acordo com o Ministério da Justiça, o valor mensal da Bolsa Copa será gradativo a cada ano. Agora em 2010, o programa deve pagar inicialmente R$ 550; subindo para R$ 655 em 2011; R$ 760 em 2012; R$ 865 em 2013; e R$ 1 mil no ano da Copa.

O pagamento aditivo aos PMs se iniciará em julho deste ano. O gestor do bolsa formação no RN, informou ainda que os cursos realizados pelos policias serão de idiomas, gerenciamento de crises, conflito e emprego de armas não letais.

“Tudo está ligado a área operacional. Até porque, no período da Copa teremos gente de todo o mundo em Natal. Então, nosso policiais precisam estar preparados”, completou o sargento Johnson.
A+ A-