Em nota, Sejuc lamenta assassinato de agente penitenciário

Presidente do Sindasp, Vilma Batista, diz que "bandidos têm caçado os operadores de segurança".

Walfrido Tampa,
Arquivo/Sejuc

A Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) emitiu nota nesta quarta-feira (11) lamentando o assassinato do agente penitenciário Thiago Jefferson Bezerra de Lima, ocorrido na noite de ontem (9) no bairro do Bom Pastor, na zona oeste.

O servidor estava em casa quando bandidos invadiram sua residência e o executam a tiros. Thiago chegou a ser socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cidade da Esperança, mas não resistiu aos ferimentos.

A presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários (Sindasp), Vilma Batista, também manifestou pesar pela perda do colega de profissão e disse que os "bandidos têm caçado os operadores de segurança e, em especial, os agentes penitenciários".

Thiago Jefferson já atuou no Grupo de Operações Especiais (GOE), mas atualmente trabalhava no Hospital de Custódia.

Confira a nota da Sejuc:

A Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc) representando o sentimento de todos os seus integrantes, recebeu hoje com lamento e pesar a notícia da morte do agente penitenciário Thiago Jefferson Bezerra de Lima, que causou profunda consternação.

Manifestamos à família enlutada nossas condolências pela perda do seu ente querido, ao mesmo tempo em que prestamos solidariedade aos amigos e colegas de trabalho do agente, que atuava no Hospital de Custodia, já tendo passado pelo Rogério Coutinho Madruga e Grupo de Operações Especiais (GOE).

Que Deus possa confortar o coração de todos neste momento de dor e que mais essa perda de um agente penitenciário que se dedicou ao sistema prisional do Rio Grande do Norte não passe impunemente.

Tags: Insegurança Violência
A+ A-