Operação da PF desarticula quadrilha de tráfico de drogas na Grande Natal

Cerca de 25 policiais federais participaram da ação que prendeu quatro suspeitos na manhã desta quinta.

Da redação,
Polícia Federal / Assecom
Operação Skunk foi deflagrada nas primeiras horas da manhã desta quinta-feira para cumprir mandados de prisão e busca e apreensão na região metropolitana de Natal.
A Polícia Federal deflagrou, hoje (21), na Região Metropolitana de Natal, a Operação Skunk com o objetivo de desarticular uma quadrilha envolvida no tráfico da substância entorpecente conhecida pelo mesmo nome. O Skunk é uma versão da maconha resultante da manipulação que aumenta o nível de concentração do seu princípio ativo (THC).

Cerca de 25 policiais federais participam do cumprimento das ordens judiciais (5 mandados de busca e apreensão e 4 mandados de prisão temporária) requeridas e deferidas pela 1ª Vara Criminal de Parnamirim/RN.

As investigações da Delegacia de Repressão a Drogas da PF tiveram início logo após uma prisão de um traficante ocorrida no final de 2018, na cidade de Parnamirim. Naquela oportunidade, um suspeito foi surpreendido quando recebia, via Correios, uma encomenda de Skunk, postada noutro estado. Após o fato, as investigações continuaram e mais envolvidos no crime de tráfico de drogas foram identificados.

Como parte da ação de desarticulação da quadrilha, também foi feito o bloqueio de contas bancárias, o que gerará a desestabilização financeira dos envolvidos, além do que, é missão constitucional da Polícia Federal o combate ao tráfico de entorpecentes, com foco na descapitalização de grupos criminosos.

Os presos serão conduzidos para a sede da Polícia Federal, à disposição da Justiça.

Tags: Grande Natal Operação Skunk Rio Grande do Norte Tráfico de drogas
A+ A-