Operação Missionários do Inharé: Polícia Civil prende 16 traficantes na interior do RN

Ao todo foram presas 16 pessoas, sendo três delas em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de armas, além de um adolescente apreendido.

Gerlane Lima,
Fotos: Divulgação/Degepol
Material apreendido durante Operação Missionários do Inharé.

A Polícia Civil deflagrou nesta quinta-feira (27), nas cidades de Santa Cruz, Currais Novos, Ceará-Mirim e Tangará, uma operação de combate ao tráfico de entorpecentes denominada ‘Operação Missionários do Inharé’, que teve por objetivo dar cumprimento a 18 mandados de prisão preventiva e de 21 mandados busca e apreensão expedidos pela Juíza Giselle Priscilla Draeger, da  Vara Criminal  da Comarca de Santa Cruz/RN. A ação é fruto de uma investigação dos policiais civis da Delegacia de Narcóticos (Denarc-Natal), comandados pelos delegados Ulisses de Souza e Márcio Lemos, em conjunto com a equipe da 9ª Delegacia Regional de Polícia (9ª DRP). Os presos são acusados de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Ao todo foram presas 16 pessoas, sendo três delas em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de armas, além de um adolescente apreendido. A Polícia Civil também apreendeu uma pistola calibre 380 com 13 munições, um colete à prova de balas, um revólver calibre 38 municiado, maconha, crack e uma certa quantidade de dinheiro fracionado a ser contabilizada.  A Denarc em conjunto com os agentes da 9° DRP resolveu fazer esse trabalho de investigação, que durou cerca de seis meses, contra os principais envolvidos no tráfico de drogas de Santa Cruz, tendo em vista os crescentes índices de criminalidade que acometem a região do Trairi.

Segundo o delegado Márcio Lemos, as investigações apontam que estava havendo no município de Santa Cruz/RN uma organização criminosa “extremamente articulada e cuidadosa”, voltada para a comercialização de drogas. “Esse grupo possuía funções bem definidas e com certo nível organizacional e hierárquico. Cada membro da organização tinha seu modus operandi, mas que sempre se interligavam quando o assunto é tráfico ou comércio de armas, sem falar em assaltos e homicídios praticados por alguns membros”, explicou.

operacao_h

Os presos foram identificados como sendo Carlos Diego Franklin de Sousa, 18, vulgo Capa; Cícera Márcia Pontes de Souza; Everton Carlos de Araujo, 26, vulgo Evinho; Felucci Cardoso da Silva, 24 anos; José Cleodom de Souza Junior; Leandro Bento Pereira; Lenilson Bento Pereira; Maria Leandra dos Santos; José Alex Moreira de Souza, de 23 anos; Mayksamy dos Santos Pontes, 20, vulgo Maquita; Arnaldo da Silva Ribeiro, 28 anos; Orlando Vasco de Souza , 25 anos; Raimundo Kleber Benicio da Costa, 30, vulgo Cego; Randley Soares da Costa, 20 anos; Wesley Aslan de Souto, 21, vulgo Lelé; Tcharles Alfredo Barbosa de Lima, 25 anos.

O nome ‘Missionários do Inharé’ faz alusão à lenda que originou o nome da cidade de Santa Cruz/RN, município localizado a 115 km da capital, usando a figura do missionário que fez a santa Cruz do Inharé para afastar todos os males da região. Ao todo 120 policiais civis participaram da ação.

A+ A-