Quadrilha de idosos é presa em flagrante

Seis pessoas foram detidas quando tentavam falsificar carteiras de identidade no Instituto Técnico-Científico de Polícia.

Débora Ramos,
Policiais da Delegacia Especializada de Falsificações e Defraudações (Defur) prenderam em flagrante, na tarde da segunda-feira (1º), um grupo de seis idosos que tentavam retirar carteiras de identidade adulteradas no Instituto Técnico Cientifico de Polícia - Itep/RN.

De acordo com informações do policial Anderson Pedroso, que participou da operação que culminou na prisão de quatro homens e duas mulheres, a polícia já vinha investigando o grupo há cerca de quatro meses. “Prendemos os integrantes, mas o líder da quadrilha ainda está sendo procurado”, disse o policial, que informou que o cabeça do bando é um estelionatário famoso, velho conhecido da polícia.

Os presos são da região de Ielmo Marinho e vieram a Natal, exclusivamente, para fazer a retirada dos documentos falsos. Com a ajuda de informações vindas de uma fonte, a polícia identificou o grupo por meio de suas vestimentas e anunciou o flagrante.

A quadrilha cobrava cerca de R$ 1.200 reais para falsificar certidões de nascimento. Com as certidões adulteradas, eles providenciavam carteiras de identidade falsificadas e, de posse do número do RG destes documentos, davam entrada em programas de aposentadoria junto à previdência social.

Antônio Joaquim de Lima, de 68 anos; Genival Gonçalo de Lira, de 57; Inácia De Lima Fernandes, de 57 anos; Maria de Lourdes Soares, de 58 anos, Luís Pereira, de 70 anos, e José Arnóbio Macários, de 57, encontram-se detidos na sede da Delegacia Especializada de Falsificações e Defraudações, no Alecrim.

Segundo a polícia, as mulheres serão transferidas, ainda nas próximas horas, para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Parnamirim, e os homens para o CDP de Pirangi.
A+ A-