Quadrilha é presa em Macaíba após roubo com reféns

Quatro homens roubaram empresa de café e, na fuga, fizeram vários reféns em um supermercado no centro da cidade.

Thyago Macedo,
Foto: Thyago Macedo
Polícia perseguiu criminosos logo após eles roubarem cofre.
Quatro homens foram presos na tarde desta quinta-feira (15), em Macaíba, após uma perseguição policial. Tudo começou por volta das 16h, quando os criminosos roubaram um cofre da empresa Cristalina e fugiram levando um funcionário refém. Eles saíram em direção ao centro da cidade e, chegando lá, fizeram novos reféns em um supermercado.

Logo que soube do roubo à Cristalina, a polícia passou a perseguir a quadrilha, inclusive, com apoio do helicóptero Potiguar 01. Durante a fuga, os assaltantes chegaram a trocar a caminhonete Hillux em que estavam por uma L200, que também roubaram.

Nessa troca de carros, eles acabaram deixando o cofre e uma arma na Hillux. Os acusados saíram em direção ao centro de Macaíba e lá foram cercados pelo Grupo Tático Operacional da Polícia Militar.

Assustados, os assaltantes desceram da L200 já pegando pessoas que passavam pela rua como reféns. Os acusados entraram em um supermercado com as vítimas na mira de armas.


Com isso, a polícia cercou o local. Os quatro assaltantes tentaram fugir pelos fundos dos supermercados. Mas, todos acabaram presos. Um deles, inclusive, foi baleado de raspão no rosto.

Depois de detido, os bandidos foram levados à Delegacia de Macaíba. Lá, eles se identificaram como sendo Darliton Rangel dos Santos Cabral, de 23 anos, Paulo Manoel Gomes, de 34 anos, Samuel Fernandes de Moura, de 23 anos, Gustavo Gomes de Lima, de 24 anos.

Dos quatro, apenas Darliton Rangel confirmou à reportagem do Nominuto.com que já tem passagem pela polícia. “Já estive preso por assalto a banco”, limitou-se a dizer, sem querer falar sobre a ocorrência de hoje.


No entanto, de acordo com a polícia, o líder da quadrilha é Paulo Manoel. Ele é da cidade de Janduís e também praticou alguns assaltos a banco. Paulo foi baleado no rosto, mas passa bem. O acusado, inclusive, tinha sido candidato a vereador em Janduís, em 2008.

Durante a ação dos bandidos, nenhum refém ficou ferido. Um dos assaltantes, Samuel Fernandes, chegou a trocar de camisa com o funcionário do supermercado, na tentativa de confundir a polícia.
A+ A-