Definição sobre 2010 sai na próxima semana, garante João Maia

Ele e o deputado estadual Robinson Faria (PMN) devem lançar uma chapa ao governo do estado sem o apoio da base aliada ou da oposição.

Luana Ferreira,
Vlademir Alexandre
João Maia: mais provável é candidatura de terceira via.
Os deputados Robinson Faria (PMN) e João Maia (PR) resolveram decidir sozinhos sobre a candidatura deles em 2010. De acordo com João Maia, a definição sai na próxima semana.

Caminhando para formação de uma chapa alternativa, perderam o apoio do deputado Henrique Alves (PMDB), que defende união da base aliada do governo já no primeiro turno.

Não conversam mais com o vice-governador Iberê Ferreira (PSB), que já se lançou candidato do PSB e calou a governadora Wilma de Faria (PSB).

Não houve acordo com o DEM, já que a candidatura da senadora Rosalba Ciarlini (DEM) está praticamente definida.

“A gente precisa tomar uma decisão do que vamos fazer. O mais provável é sairmos com uma candidatura de terceira via”, disse João Maia (PR), que conversou longamente com Robinson Faria ontem (30).

Embora diga que mantém sua pré-candidatura, é provável que o deputado federal entre na chapa como vice, deixando o posto principal para Robinson Faria.

Os dois têm um acordo definindo que será candidato o de maior densidade eleitoral, e o deputado estadual tem se saído melhor nas pesquisas quantitativas.

Foi dele a iniciativa de antecipar a definição da candidatura. “Robinson está mais apressado do que eu. Até convidei ele para ir a Brasília na próxima semana para conversarmos com calma”.

Robinson não pode ir porque precisa se dedicar a seus filhos, gêmeos, que nasceram há uma semana.

A conversa decisiva ficou para quinta-feira (5) em Natal.
A+ A-