Iberê garante cumprir rigorosamente Lei de Responsabilidade Fiscal

Governador assegurou que vai quitar débitos com fornecedores e que servidores vão terminar o ano com salários rigorosamente em dia.

Túlio Duarte,
O governador Iberê Ferreira de Sousa (PSB) garantiu, na tarde desta sexta-feira (12), que vai repassar o Governo do Rio Grande do Norte com as contas em dia para a governadora eleita Rosalba Ciarlini (DEM) .

“Não vamos deixar nenhum débito para ser pago no futuro governo. O que deixarmos, vamos deixar com recursos disponíveis para serem pagos. Então, nós vamos cumprir rigorosamente a Lei de Responsabilidade Fiscal. Vou entregar o Estado dentro da legalidade, sobretudo a área de pessoal”, assegurou o governador após encontro com Rosalba realizado na Governadoria.

Iberê também assumiu o compromisso de quitar as dívidas com os fornecedores como, por exemplo, os do Programa do Leite e os dos Restaurantes Populares. “Também deixarei em dia. Eu perdi a eleição, não perdi a responsabilidade”, declarou.

Apesar da confiança em quitar os débitos, Iberê reconheceu as dificuldades financeiras do Estado. No encontro que teve com Rosalba Ciarlini na tarde desta sexta, o governador relatou quedas no Fundo de Participação do Estado (FPE) e nos royalties.

“Estava dizendo a ela que o FPE representa praticamente 50% de nossa receita. Este ano, até setembro, nós já estamos com uma defasagem do FPE a menos de R$ 150 milhões. Por aí vocês vejam as dificuldades. Os royalties, por exemplo, até setembro, nós estávamos com menos R$ 30 milhões nas arrecadações”, detalhou.

Para cumprir com o compromisso de entregar as contas em dia, Iberê está tentando conseguir verba extra junto ao Governo Federal. “Estou tentando, estou procurando. Essa situação não é privilégio do RN. Todos os Estados, sobretudo os pequenos estão passando por essas dificuldades, por isso se fala tanto na reforma tributária”, explicou, acrescentando que na próxima semana tem reunião agendada no Ministério da Fazenda, em Brasília.

Remanejamento

O governador não descartou a possibilidade de encaminhar nova matéria para a Assembleia Legislativa com o intuito de aumentar a margem de remanejamento do Orçamento Geral do Estado (OGE), porém avisou que qualquer medida, a partir de agora, será negociada com a equipe de transição de Rosalba.

“Acho que não é ético de minha parte tomar qualquer providência que não seja também ouvindo a equipe de transição. Se houver necessidade, nós conversaremos. Não temos nenhum constrangimento de conversar com o presidente da Assembleia, [deputado e vice-governador eleito Robinson Faria]”, disse.


Transição

Durante a reunião que teve com Rosalba na tarde desta sexta na Governadoria, Iberê Ferreira recebeu da governadora eleita um ofício com a relação dos seis nomes que vão compor a equipe de transição e repassou para a democrata as primeiras informações sobre a administração.



Iberê entregou a Rosalba dados sobre os projetos que foram inscritos na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), que compreenderá o governo da presidenta eleita Dilma Rousseff (PT). “Ontem [quinta-feira, 11] mesmo tivemos a informações da inclusão de obras de saneamento na Zona Norte, cerca de R$ 80 milhões que foram aprovados e vão ser incluídos no PAC 2”, destacou.

Interessado em que os projetos não sofram descontinuidade, o peessebista garantiu dar sua contribuição para o desenvolvimento do Estado até o final de sua gestão. “Estou trabalhando com o mesmo interesse, com o mesmo entusiasmo. Disse a ela [Rosalba] que todos esses projetos não vão sofrer ações de descontinuidade”, assegurou.

Iberê 2011: um militante do PSB

Ao entregar o comando do Governo do Estado no final deste ano, Iberê confirmou que continuará na política. Ele passará a atuar como um militante do Partido Socialista Brasileiro (PSB).

“Vou ser um militante político, porque na minha idade não dá mais para mudar o sangue, fazer uma transfusão. A política está no sangue da gente, então, vou continuar, vou exercer minha militância dentro do PSB”, adiantou.

Como militante, o socialista fará oposição ao governo de Rosalba. “Uma oposição responsável”, explicou Iberê, emendando que irá apoiar as ações que julgar importantes e corretas.
A+ A-