Líderes do DEM decidem expulsar Demóstenes Torres

Senador de Goiás não compareceu à casa de José Agripino Maia, local da reunião com os líderes do partido.

Leonel Ribeiro,
AE
Demóstenes Torres enfrentará processo de expulsão do DEM.
O presidente nacional do DEM, senador José Agripino Maia (RN), anunciou no início da noite desta segunda (2) a abertura pelo partido de um processo disciplinar que poderá resultar na expulsão do senador Demóstenes Torres (GO) da legenda.

O DEM havia cobrado explicações de Demóstenes. O partido queria que ele apresentasse justificativas ou fizesse um pronunciamento na tribuna do Senado. Mas o senador argumenta que precisa de mais tempo para analisar o processo ao qual responderá no Supremo Tribunal Federal.

Demóstenes não compareceu à reunião convocada por líderes do DEM na casa de José Agripino Maia, em Brasília.

 

"Não houve uma definição do Demóstenes sobre o prazo [em que apresentaria explicações]. Não houve uma defesa contundente nem o uso da tribuna", declarou o presidente do DEM ao justificar a medida de abertura de processo.

 

Segundo Agripino, o processo será aberto nesta terça (13). Será nomeado um relator, e Demóstenes terá sete dias consecutivos para fazer a própria defesa.
A+ A-