Patu: Juíza considera eleição extremamente tranquila

Gisela Besch afirma que pleito foi diferenciado e não contou sequer com representações contra nenhuma das duas chapas.

Wagner Lopes,
Vlademir Alexandre
Juíza destaca que não houve pedidos de impugnação das candidaturas.
A juíza eleitoral de Patu, Gisela Besch, acredita que o clima de tranquilidade mantido durante todo período de campanha eleitoral pode se repetir neste domingo (1), quando os 7.844 eleitores do município irão escolher seu prefeito, ou prefeita, em eleição suplementar.

“A expectativa é a melhor, pois nunca vi uma eleição tão tranquila”, enfatiza a magistrada. Segundo ela, não houve sequer uma representação por parte de qualquer das chapas, questionando a propaganda dos adversários.

A juíza também destaca que não houve pedidos de impugnação das candidaturas. “Foi uma campanha atípica, até mesmo com poucos carros de som”, afirma. Gisela Besch deverá permanecer no fórum durante todo o dia deste domingo, recebendo e analisando possíveis denúncias.
A+ A-