Vice de José Serra é genro do ex-banqueiro Salvatore Cacciola

Deputado federal Índio da Costa é relator do projeto “Ficha Limpa” e foi confirmado na chapa do presidenciável na tarde desta quarta-feira (30).

Artur Dantas,
O deputado federal Índio da Costa (DEM), anunciado como vice da chapa de José Serra (PSDB), ganhou notoriedade como relator do projeto “Ficha Limpa”, na Câmara Federal.

Dentre os fatores positivos que culminaram na escolha do deputado Índio da Costa está o fato de ele ser natural do Rio de Janeiro, terceiro maior colégio eleitoral do país e pertencer a uma família tradicional.

Entretanto, o deputado também é conhecido pela relação com o sogro: Salvatore Cacciola. Índio da Costa é casado com a cantora Rafaella Cacciola, filha do ex-banqueiro, que foi envolvido no escândalo do banco Marka, em 1999.

Foto: Veja


Banco Marka

Com a política de manter o real valorizado frente ao dólar, medida adotada pelo governo de Fernando Henrique Cardoso, o banco Marka foi impactado e para salvar as finanças e compromissos do banco, Cacciola solicitou ajuda ao Banco Central e foi acusado de usar influência indireta com o presidente do BC.

Em 2000, Cacciola tornou-se o primeiro banqueiro do país a dormir na cadeia, mas foi liberado após 37 dias, por meio de um habeas corpus, concedido pelo ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio de Mello. O ex-baqueiro passou a viver na Itália. Em 2008, Cacciola foi extraditado para o Brasil.

Condenado em primeira instância pelos crimes de corrupção passiva, peculato e gestão fraudulenta que levou à quebra do banco Marka, Cacciola fugira para a Itália oito anos atrás depois de ser beneficiado por um habeas-corpus do Supremo.


A+ A-