Wilma e ministro da Pesca vão discutir viabilização de terminal pesqueiro

Governadora cobrou o encontro a Altermir Gregolin para que o projeto possa receber os recursos federais e sair do papel.

Júlio Pinheiro,
Júlio Pinheiro
Políticos marcaram presença na abertura da sexta edição da Fenacam.
A governadora Wilma de Faria não perdeu tempo durante a abertura da sexta edição da Feira Nacional do Camarão (Fenacam). Aproveitando a companhia do ministro da Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca, Altemir Gregolin, Wilma cobrou um encontro para que a viabilização do terminal pesqueiro de Natal seja discutida. De pronto, Gregolin marcou a reunião para a terça-feira (16).

O projeto do terminal pesqueiro é uma questão que há anos é debatida pela administração estadual, e a dificuldade de sair do papel deve-se à falta de recursos. Devido à importância da obra, que possibilitaria ao estado a polarização de indústrias de beneficiamento do pescado potiguar e o consequente crescimento das exportações – aquecendo o mercado e criando novas vagas de emprego –, o terminal pesqueiro vem recebendo atenção especial dos parlamentares federais potiguares.

Na proposta do Orçamento Geral da União, a governadora solicitou, e foi atendida pelos senadores e deputados federais do Rio Grande do Norte, que uma emenda de bancada fosse destinada ao projeto do terminal pesqueiro. Em 2008 (que vale para o OGU de 2009), os parlamentares representaram a mesma emenda já apresentada em 2007. No entanto, os recursos ainda não chegaram.

Questionada sobre a discussão acerca do terminal pesqueiro, Wilma falou que o projeto estava pronto e queria discuti-lo com o ministro Altemir Gregolin. Logo após responder à imprensa, Wilma literalmente puxou auxiliar do presidente Lula pelo braço e solicitou o encontro. De pronto, foi atendida e a reunião deve ocorrer já na terça-feira (16).
A+ A-