Reforma do Pronto Socorro Clóvis Sarinho começa nesta terça-feira

A primeira etapa da obra contemplará a construção de uma sala de estabilização clínica que ficará localizada na área de urgência.

Da redação,
pb72hkk4Sala de atendimento para politraumatizados, do serviço social, hemodiálise, urgência pediátrica, sala de endoscopia, gerência de enfermagem, reanimação, Núcleo Interno de Regulação (NIR) e ortopedia, começam a ser reestruturados a partir desta terça-feira (10). A nova reforma do Pronto Socorro Clóvis Sarinho (PSCS) – a segunda em menos de três anos – cobrirá uma área total de 1.200m² e terá um investimento de R$ 3 milhões oriundos do Programa SOS Emergência do Ministério da Saúde (MS).

A diretora geral do Hospital Walfredo, Maria de Fátima Pereira Pinheiro, se diz satisfeita com o iminente início das obras nos diversos serviços do Pronto Socorro. “É fato que com melhores condições de trabalho e atendimento somos capazes de prestar uma assistência ainda mais qualificada”, afirma.

A primeira etapa da obra contemplará a construção de uma sala de estabilização clínica que ficará localizada na área vermelha (urgência), onde anteriormente funcionavam os setores de Núcleo Interno de Regulação (NIR) e Plantão Administrativo. 

Devido à complexidade de acesso dos trabalhadores aos locais que serão reformados (não há como parar o atendimento no Pronto Socorro) é impossível prever em quanto tempo os trabalhos estarão finalizados. “É uma situação delicada para a qual pedimos a compreensão e o apoio de todos os servidores e pacientes. Visando minimizar possíveis contratempos, será reformado apenas um setor por vez. É uma obra necessária que deixará nosso hospital muito mais resolutivo. O momentâneo transtorno compensará o benefício permanente”, explica a diretora administrativa, Luzicínia Costa.

Da primeira vez que passou por melhorias estruturais o Pronto Socorro teve reestruturado o setor de atendimento clínico, foram inaugurados dois consultórios clínicos, a UTI do Pronto Socorro, foram construídos novos dormitórios para os funcionários, além da abertura da sala de observação do trauma (polinho). Na mesma época, em outras áreas do hospital, foram erguidas duas casas para lixo e foi realizada a pintura do prédio administrativo. A época, os recursos investidos foram oriundos do Decreto de Calamidade, impetrado pelo Governo do Estado, em razão da delicada situação em que se encontrava a saúde pública do RN.

No campo tecnológico o hospital também foi beneficiado nos últimos dois anos. Foram adquiridos dois novos endoscópios, um novo tomógrafo, monitores multiparâmetros, carros de anestesia e focos cirúrgicos.

Inaugurado em 2001, o Pronto Socorro conta ainda com sala de serviço social e três Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs).

Tags: Clóvis Sarinho Pronto Socorro reforma
A+ A-