MP discute segurança para América e Flamengo

Arena das Dunas, Federação de Futebol, PM e América delimitam a localização dos torcedores e atuação da polícia.

Da redação, MP,
Ricardo Júnior/Nominuto
Torcedores poderão comparecer ao evento trajando a camisa de seu time, mas não daqueles que não estejam envolvidos no jogo.

O promotor de Justiça Criminal Luiz Eduardo Marinho Costa realizou uma reunião para traçar a estratégia de segurança do jogo entre América e Flamengo, que será realizado no dia 1º de outubro na Arena das Dunas.
 
Ficou acertado na reunião que os Portões B e C do 1º Anel Noroeste serão de acesso exclusivo para a torcida do Flamengo; o portão D – Cadeira Premium -  será Zona Mista; o Portão E 1º Anel Sudoeste ( inferior) exclusivo para a torcida do América e o Portão F 2º Anel Sudoeste (superior) será Zona Mista.

Luiz Eduardo Marinho Costa confirmou o apoio de 500 homens para a segurança do evento, 100 deles do Batalhão de Choque da Polícia Militar que vão atuar dentro do estádio e 400 PMs localizados externamente.

Foi ressaltado pelo representante do Ministério Público Estadual que os torcedores poderão comparecer ao evento trajando a camisa de seu time, mas não daqueles reconhecidamente rivais e que não estejam envolvidos no jogo.

Participaram da reunião, além do promotor,  o tenente-coronel do Batalhão de Choque Dancleito Pereira Leite, os capitães Michel Alvarenga Santos,  Wiliman Oliveira e Eduardo Queiroga e Silva Palácio, o presidente da Federação Norte-rio-grandense de Futebol José Vanildo da Silva, Odeman Junior, coordenador geral dos jogos do América e os representantes do Arena das Dunas Edivanaldo Azevedo, Ítalo Mitre e Artur de Almeida Couto.

Tags: mp
A+ A-