Em 'Game of Thrones', Lena Headey e companhia assumem o poder das mulheres no universo viril

Sétima temporada da série, mantida obsessivamente secreta, tem estreia marcada para este domingo, às 22 horas, na HBO.

Da redação, Estadão Conteúdo,
HBO
Fascinante. A britânica Lena Headey como a atormentada e vingativa Cersei Lannister na sétima temporada da série, que estreia neste domingo.

Lena Headey conduz seu Land Rover preto pelas ruas estreitas e sinuosas da cidade onde cresceu, West Yorkshire, região de vilarejos encantadores e regras de trânsito que ninguém observa. Na parte de trás do carro os assentos e a parafernália de quem é mãe, sinais de uma vida em família plena, em total contraste com a de Cersei Lannister em Game of Thrones, uma das personagens mais atormentadas e vingativas de uma série conhecida pelas desgraças barrocas.

Uma qualidade que a atriz compartilha com sua famosa personagem é não gostar de pessoas estúpidas, especialmente jornalistas estúpidos o bastante para pedir detalhes sobre a sétima temporada da série, mantida obsessivamente secreta e com estreia marcada este domingo (16), às 22 horas, na HBO.

“Humm, ela não está se divertindo - fique sabendo”, diz Lena, rindo. “Aparentemente, o inverno está finalmente chegando.” Frase que lembra que o fim está à vista para Game of Thones. Com apenas 13 episódios remanescentes - sete nesta temporada e seis na próxima - essa fantasia épica entrou na fase culminante.

gto_tochas_770

A sétima temporada vai reunir os principais personagens há muito tempo separados ou que nunca se encontraram de fato. E no topo está Cersei - três assassinatos e um suicídio - com sua dignidade durante uma caminhada nua que se tornou uma das sequências mais memoráveis e difundidas da televisão. Mas, no fim da última temporada, ela engrandece na metade da série e reivindica e deseja o Trono de Ferro para si.

Uma reviravolta impactante da atração, mas também a conclusão lógica de uma série que viu suas principais personagens femininas vencerem todos os tipos de atribulações - como também queixas no mundo real sobre a violência sexual exibida - emergirem como as participantes mais fantásticas do jogo. Juntas, personagens como a politicamente perspicaz Sansa Stark (Sophie Turner), a assassina Arya (Maisie Williams) e a messiânica rainha dos dragões Daenerys Targayen (Emilia Clarke) representam uma ampla gama do poder feminino. “O fato de todas elas ascenderem em todos os seus diferentes aspectos é algo inaudito, realmente”, garante Lena. 

Para Cersei, o final da sexta temporada consolidou sua posição como a mais fascinante delas. E para a mulher que interpreta Cersei foi o início de uma fase frenética em que ela se casou, alguns anos depois de um divórcio que a deixou atordoada, e mudou com sua família de Los Angeles, onde viveu 12 anos, para o pequeno vilarejo onde cresceu, cerca de 280 quilômetros distante de Londres. “Minha vida foi uma loucura no ano passado”, lembrou ela.

Mas com Game of Thones quase terminando, porque Lena Headey deixou a capital do show biz no auge dos 25 anos de carreira? Ou então: neste momento em que a atriz, como Cersei, tem mais prestígio do que nunca, o que ela vai fazer com isso?

Para entender por que Lena, de 43 anos, sentiu falta de casa depois de mais de 20 anos longe, basta olhar em torno, os campos magníficos, com seus arbustos e antigos muros de pedra. “Tudo isso se tornou uma parte de mim quando nasci. Sou uma garota de Yorkshire na alma e no coração”, recordou ainda ela.

Usando um top e jeans, as muitas tatuagens à mostra, ela parece menos propensa a liderar sete reinos do que um trio de punk-rock. O cabelo castanho-escuro - oculto na série, no início por tranças loiras e agora por um corte curto e liso - vai até os ombros, que ela revolve e alinha durante a conversa. Seu sotaque nortista é mais redondo e mais suave do que o cristalino e refinado de Cersei.

Lena Headey nasceu em Hamilton, nas Bermudas, onde seu pai trabalhava como policial. Mas cresceu em Highburton (que faz parte de Kirkburton, uma aldeia no condado de West Yorkshire), vilarejo de apenas três mil moradores e, enquanto dirige o carro, observa pontos históricos, como o cemitério que tem séculos de existência e onde ela costumava ir beber qualquer coisa barata como uma “adolescente rebelde”. “Estou conseguindo convencê-lo, não?” 

gto_luta_770

Protagonistas da série

Jon Snow 

Depois de vencer a Batalha dos Bastardos, o personagem está no controle de Winterfell, com o apoio dos principais líderes do Norte, e ao lado de Sansa 

Sansa Stark

Sansa está com Jon Snow, mas a relação dos dois, que nunca foi das melhores, pode voltar a estremecer, principalmente pela presença de Mindinho em Winterfell.

Cersei Lannister 

Depois do suicídio do seu último filho vivo, Cersei agora assumiu ela própria o trono que, na verdade, sempre foi seu, mas através de homens da sua vida.

Tyrion Lannister 

Como ‘Mão’ de Daenerys Targaryen, o caçula dos Lannisters está voltando para Westeros, de onde fugiu após ser condenado pelo assassinato do rei Joffrey. 

Daenerys Targaryen

Para se tornar a rainha de Westeros, ela conta agora com o apoio de Tyrion Lannister, Lorde Varys e ainda dos Imaculados, dos Dothraki, dos Martell e dos Tyrell.

Tags: Game of Thrones HBO sétima temporada
A+ A-