Aumenta desistência de candidaturas a deputado estadual

Alexandre Cavalcanti,

Dos 341 candidatos a deputado estadual, por diversas legendas e diferentes coligações partidárias, pelo 100 já ficaram pelo caminho. Neste caso, os prejudicados são os candidatos considerados mais fortes, com boas chances de eleição ou reeleição.

A desistência dos candidatos "fakes" já era esperada."Nós esperávamos que alguns desistissem, mas numa escala bem menor. Tenho certeza que esse fenômeno irá prejudicar o conjunto de todas as coligações", disse um candidato.

Hoje, 20 de setembro, faltando 17 dias para o pleito, mais de 100 candidatos não registraram nenhuma movimentação nas contas de campanha. Segundo um dos que desistiram, "não há como fazer campanha, sem o mínimo necessário. Tem que ter pelo menos o dinheiro da gasolina" 


Zenaide inclui o marido e o filho em despesa de campanha

Alexandre Cavalcanti,
Reprodução
Informação está no site do TSE - Divulgação de Candidaturas e Contas.

A deputada Zenaide Maia Calado (PHS), candidata ao Senado da República, incluiu, em suas despesas de campanha, o marido, Jaime Calado Pereira dos Santos, - 4 mil e 600 reais -, e o filho Jaime Cyro Calado Pereira, - 2 mil e 990 reais. A informação está no site do TSE - Divulgação de Candidaturas e Contas.

A candidatura de Zenaide já arrecadou, segundo o site do TSE, 471 mil reais. 400 mil foram depositados pelo PHS, seu partido; 50 mil pela própria candidata; 11 mil foram doados pelo marido, Jaime Calado Pereira dos Santos; e 10 mil por Wilma Araújo.

O site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostra, ainda, que os candidatos a deputado federal, já detentores de mandato, levam vantagem sobre os candidatos novos na distribuição dos recursos do fundo partidário.

João Maia (PR), Fábio Faria (PSD), Walter Alves (MDB), José Agripino(DEM), Rogério Marinho (PSDB), Rafael Motta (PSB) e Beto Rosado(PP) levam vantagem sobre os correntes. Benes Leocádio (PTC), na condição de único candidato do partido, também, foi beneficiado. 

Único candidato a deputado federal do PR, João Maia ficou com todo Fundo Partidário, 2 milhões, 441 mil, a exemplo de Rogério Marinho (PSDB), José Agripino (DEM), Rafael Motta (PSB) e Beto Rosado (PP).


Vereador alerta para "falcatruas" em São Gonçalo

Alexandre Cavalcanti,

-Acusada de trocar emprego público por resultado de pesquisa, segundo notícias publicadas pelos jornais TRIBUNA DO NORTE e AGORA RN, a Prefeitura Municipal de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Natal, desce ao fundo do poço e se afasta de suas funções constitucionais". A opinião é do vereador Jaílson Tavares(PR), mais votado nas últimas eleições.

Segundo Jailson, os atuais inquilinos da Prefeitura de São Gonçalo perderam o senso de limites. "Onde já se viu trocar emprego público por números de pesquisas?". O vereador se refere a última pesquisa do instituto Setas que colocou Zenaide Maia Calado (PHS), em segundo lugar para o Senado, à frente do senador Garibaldi Alves Filho (MDB).

A mulher do dono do instituto, a senhora Ingrid Paiva, foi nomeada, em janeiro último, para um cargo de confiança. Segundo Jailson, o instituto do Sr. Daniel Menezes é o único que coloca Zenaide â frente de Garibaldi. "Aqui em São Gonçalo nós chamamos isso de falcatrua", completou o vereador.

Jailson Tavares diz, ainda, que a Prefeitura de São Gonçalo está exagerando em publicidade, especialmente, nesse momento eleitoral. Inclusive, enganando a população do Estado, dizendo que aqui tem uma obra por semana. "Aqui tem sim, muitas obras inacabadas, incluindo, unidade básica de saúde, desde 2015. Pode isso, Arnaldo?"

Jailson foi mais além: "Não é segredo que a Prefeitura tem três candidatos nessas eleições. Tem deputado estadual, deputado federal e senador. Para o vereador, a campanha da primeira dama, para deputado estadual, tem uma estrutura de candidato a governador. Tudo isso em detrimento do povo de São Gonçalo", concluiu.


Zenaide acusada de promover farra com dinheiro público

Alexandre Cavalcanti,

Confirmadas as denuncias de malversação de dinheiro público, - farra de cargos comissionados -, terá descido pelo ralo o discurso de moralidade da deputada Zenaide Maia Calado (PHS), candidata a senadora da República, na chapa encabeçada pela senadora Fátima Bezerra (PT).

Segundo a denúncia do jornal Agora RN, também portal de notícias, a deputada contratou pelo menos cinco funcionários fantasmas, incluindo, uma enfermeira que presta serviços a domicílio, no valor superior a 15 mil reais.

Os supostos Gasparzinhos, - os fantasminhas camaradas -, são: 1) Vanessa  Ribeiro, esposa do vereador Moabe Soares, de Serra do Mel; 2) Leda Maria Bezerra de Mendonça Freire, irmã do prefeito Luiz Jairo, de Upanema; 3) Iracyara da Silva Nascimento Prudêncio, tesoureira do PHS e mulher do presidente do PHS, partido de Zenaide; 4) Raíssa Gabrielly do Nascimento, enfermeira que mora em Parnamirim e que presta serviços de saúde a domicílio;  e 5) Danilo Aníbal Heráclito Maia, funcionário de uma empresa de combustíveis.

Em seu discurso de campanha, a candidata Zenaide Maia Calado prega oportunidades iguais para todos, fim da corrupção, mais saúde, mais educação e mais  segurança.


Custo da campanha trava renovação nas bancadas

Alexandre Cavalcanti,

Tá na boca do povo: "sem cacau, não tem chocolate". O comentário bem humorado mostra que o eleitorado não leva à sério os depósitos oficiais nas contas de campanha dos candidatos a deputado estadual(até 1 milhão de reais) e federal(2 milhões e 500 mil reais). Em tese, os candidatos teriam que comprovar gastos menores ou iguais a esses valores.

Para a maioria das pessoas entrevistadas pela coluna "Pinga Fogo", o Caixa 2, - criminalizado pela Operação Lava -, continua funcionando a todo vapor. Há um cálculo, não muito exato, que o voto para federal custa em média 100 reais. Os votos espontâneos, algo em torno de 10 a 15%, devem ser levados em conta. Uma eleição para deputado federal, a depender do candidato, ficaria, então, entre 6 e 8 milhões de reais.

Para deputado estadual, os valores caem para perto de 3 milhões de reais, especialmente, para quem já tem mandato e presta serviços no dia a dia. Os novos, gastam bem mais: sem redutos e sem serviços prestados, esses valores a chegam a ser dobrados.

Apesar dos preços elevados, a Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte deve experimentar uma renovação em sua composição de pelo menos 30%. Na Câmara Federal, a renovação fica por conta de dois nomes: Benes Leocádio, do PTC, e Mineiro (PT).


Já no RN site para arrecadar doações eleitorais

Alexandre Cavalcanti,

Os potiguares têm agora uma ferramenta para tornar projetos em realidade. A partir de segunda-feira (17), a plataforma virtual de financiamento coletivo "Seja Fã" estará  disponível para arrecadar doações destinadas a candidatos  e engajar eleitores  durante as campanhas de forma prática, transparente e segura. Pioneira no RN, a novidade  é homologada e controlada pelo Banco Central, sendo a única plataforma  do Rio Grande do Norte aprovada pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Para fazer o pré-cadastro de projetos ou doações, os candidatos devem acessar o endereço eletrônico: www.sejafa.com.br e enviar  e-mail para [email protected] Inicialmente, a plataforma estará disponível apenas para campanhas  eleitorais de 2018. A partir de 8 de outubro, o site  estará liberado para cadastrar  projetos de diversos segmentos.

Seja Fã é uma plataforma de crowdfunding, de financiamento coletivo, a famosa vaquinha, para inserir sua campanha focada nos fãs a ajudarem a viabilizá-la, a vestir a camisa de uma causa, impulsionando nas redes sociais e demais canais de comunicação. Na campanha eleitoral, por exemplo, o crowdfunding está liberado pela primeira vez no Brasil, podendo os candidatos receberem doações de seus fãs, eleitores.

As doações são feitas apenas por pessoas físicas e não podem ultrapassar 10% dos rendimentos brutos do imposto de renda  relativos ao ano anterior da eleição. O valor máximo para doações é de  R$ 1.064,10. Os pagamentos podem ser efetuados  por meio de boleto bancário, transferência bancária, depósitos e cartões de  crédito e débito, até 7 de outubro ( no primeiro turno) e até 28 de outubro (em caso de segundo turno) 


João Maia lidera o ranking dos candidatos com mais dinheiro na conta

Alexandre Cavalcanti,

O presidente Estadual do PR, João Maia, é o candidato a deputado federal com o maior volume de recursos, o dobro do segundo colocado. João já tem em sua conta de campanha 2 milhões, 241 mil e 100 reais, contra 1 milhão e 500 mil de Walter Alves (MDB) e 1 milhão e 200 mil reais, de José Agripino(DEM).

O filho do governador Robinson Faria, candidato a deputado federal Fábio Faria (PSD) já tem disponível para gastar 1 milhao, e 86 mil reais. Os candidatos Beto Rosado (PP), Rogério Marinho (PSDB), Karla Dickson (PRÓS), Benes Leocádio (PTC), Abraão Lincoln (PRB) e Mineiro(PT) variam entre 800, 600 e 200 mil reais.

No site do Tribunal Superior Eleitoral não há registros de depósito na conta do deputado Rafael Motta, presidente Estadual do PSB.


Prefeito de Macaíba anuncia apoio a Geraldo Melo

Alexandre Cavalcanti,

O prefeito de Macaíba, Fernando Cunha (PSD), em seu quarto mandato, anunciou agora, há pouco, apoio a candidatura do ex-governador Geraldo Melo (PSDB) ao Senado Federal. A dra. Ederlinda Dias, cunhada de Fernando, é candidata a deputada estadual na coligação PSD/PSDB/PR/PSB/PRÓS.

O apoio do prefeito de Macaíba consolida a posição de liderança de Geraldo Melo na Região Metropolitana de Natal, reunindo os municípios de Parnamirim, Macaíba, São Gonçalo, Extremoz e Ceará-Mirim.


Terezinha Maia(PR) é a candidata com maior volume de recursos

Alexandre Cavalcanti,

A primeira dama de São Gonçalo do Amarante, Terezinha Maia (PR), candidata a deputada estadual, tem disponível em sua conta de campanha, 960 mil reais, depositados, segundo o site do TSE, pela direção nacional do Partido da República. Esse montante representa quase a totalidade dos recursos do Fundo Partidário para deputado estadual no Rio Grande do Norte.

A mulher do prefeito Paulo Emídio, de São Gonçalo, ganha longe do filho do prefeito Álvaro Dias, de Natal, Adjuto Dias (MDB), que recebeu, até agora, 6.900 reais em depósitos, e até do deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente estadual dos tucanos e da Assembléia Legislativa. Ezequiel tem 330 mil reais, apenas um terço das doações de Terezinha.

Até mesmo o deputado José Dias(PSDB), considerado um dos mais ricos da Assembleia, tem em sua conta de campanha apenas a quarta parte dos depósitos efetuados na conta da primeira dama de São Gonçalo: algo em torno de 270 mil reais, dos quais mais de 260, depositados pelo próprio candidato.

O deputado George Soares (PR), que disputa uma cadeira com Terezinha, recebeu doações de apenas 330 mil reais, novamente um terço das doações da primeira dama de São Gonçalo. Os depósitos na conta de George foram feitos pelo candidato a deputado federal João Maia, também, presidente Estadual do PR.

A diferença é maior, ainda, se comparados os depósitos de Terezinha com os de Mada Calado Maia (PT), filha do ex-prefeito Jaime Calado, e com os do vice-prefeito Eraldo Paiva (PT). Mada tem em sua conta 17.750 reais, e Eraldo, 22.500 reais.

Segundo o site do Tribunal Superior Eleitoral, o teto para gastos, na campanha de deputado estadual, é de 1 milhão de reais. Nenhum dos candidatos acima citados, ultrapassou, oficialmente, esse limite.


CNMP quer evitar constrangimentos públicos

Alexandre Cavalcanti,

O Conselho Nacional do Ministério Público pretende evitar que procuradores e promotores espalhem o terror entre a classe política e façam prisões, inclusive, em cima de palanques, na fase final da campanha eleitoral, risco, inclusive, antecipado por esta coluna.

A notícia de que a corregedoria do CNMP fará investigações todas as vezes que o MP promova operações espetaculares, foi publicada, hoje, pelo jornal Folha de São Paulo.

Ontem, terça-feira,11/09, numa operação considerada espetacular, foram presos o ex-governador Beto Richa (PSDB), do Paraná, candidato a senador, sua mulher e dois irmãos.

Aqui no Rio Grande do Norte, o ex-deputado João Maia(PR), irmão da deputada Zenaide Maia Calado(PHS), foi alvo de busca e apreensão, juntamente com a ex-mulher, sobrinhos e outros familiares.

O ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), candidato ao governo do Estado, também, reclamou, a exemplo de João Maia, de exploração política.

A decisão da corregedoria pode evitar constrangimentos públicos durante a campanha eleitoral.


Paulo Emídio libera voto para deputado federal

Alexandre Cavalcanti,

Em nome da eleição de sua mulher, Terezinha Maia(PR), deputada estadual, o prefeito Paulo Emídio (PR), de São Gonçalo do Amarante, parece ter liberado o voto em João Maia, presidente Estadual do PR, para deputado federal.

Dos 17 vereadores do Município, apenas sete estariam votando em João Maia. Nas últimas horas, o presidente do PR tomou conhecimento da divisão de votos com o candidato Benes Leocádio, da mesma coligação,  e que tem ajudando Terezinha, em Lages, seu principal reduto eleitoral.

A divisão dos votos para federal, em São Gonçalo, irritou o ex-deputado João Maia que passa por um momento muito delicado e que precisa recuperar o mandato de deputado federal.

João Maia, entretanto, não tem como cobrar votos de Paulinho. " Ele deve agradecer a Deus pelo apoio de Paulinho", disse um vereador aliado do prefeito de São Gonçalo. Lembrou que em Messias Targino, onde Shirley, mulher de João, é a perfeita, o candidato oficial a deputado estadual é George Soares e não Terezinha, mulher de Paulinho.


Carlos Eduardo: "não tenho nenhum processo em 30 anos de política"

Alexandre Cavalcanti,

O ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), candidato ao governo do Estado, disse agora, há pouco, que em 30 anos de atividade política, exercendo cargos de deputado estadual, secretário de Estado, vice-prefeito e prefeito de Natal por quatro mandatos, nunca respondeu nenhum processo de improbidade ou por desvio de conduta ética.

Carlos disse considerar estranho que, a pouco mais de 20 dias das eleições, surja a abertura de um inquérito para investigar aumento de transporte coletivo, autorizado em maio de 2018, quando ele não era mais prefeito. "Tampouco acredito que o prefeito Álvaro Dias tenha cometido qualquer ilicitude" 

Informa, ainda, que suas contas de campanha estão disponíveis no TRE e nelas não existem e nem existirá qualquer doação de empresa de ônibus. "Podem verificar", disse Carlos Eduardo.


Haddad é oficializado candidato a presidente

Alexandre Cavalcanti,

Reunida em um hotel, em Curitiba, a Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores homologou a substituição do nome do ex-presidente Lula pelo de Fernando Haddad, como candidato a presidente da República. O ex-prefeito de São Paulo ganhou a corrida contra o ex-governador Jaques Wagner, da Bahia.

Agora, o PT tem até às 19 horas desta terça-feira para oficializar a substituição no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Entrevistado na Globo News, Haddad já havia anunciado que só seria candidato a vice de Lula "e mais ninguém".


Palocci abre o jogo diz que Lula é corrupto

Alexandre Cavalcanti,

Das duas, uma: a delação de Antônio Palocci, o Italiano, ex-homem forte do Partido dos Trabalhadores, ou é levada a sério, ou estará decretado o fim do instituto da delação premiada no Brasil. Além de ter sido uma das pérolas do PT, Palocci foi muito poderoso, especialmente, nos governos do então presidente Lula.

A defesa de Lula e o núcleo petista, mais próximo ao ex-presidente, tentam desclassificar o delator, mesma estratégia da defesa de outros acusados. Assim como colaboradores anteriores, Palocci também está preso e trabalha para reduzir sua pena.

Pela delação de Palocci, Lula mais parecia um fogão de seis bocas, - comia de todos os lados. A partir da aquisição dos aviões franceses, - que acabou não acontecendo -, até a exploração do Pré-Sal.

Segundo Palocci, a partir de um determinado momento, em seu governo, Lula passou a tratar pessoalmente do pedido de propinas.


Zenaide não pode ser responsabilizada por atos dos irmãos

Alexandre Cavalcanti,

É minha opinião pessoal. A deputada Zenaide Maia Calado (PHS), candidata ao Senado, na chapa de Fátima Bezerra (PT), não pode ser responsabilizada por atos supostamente praticados por parentes, - irmãos e sobrinhos -, João Maia, Agaciel Maia, Gledson Maia e Robson Maia.

Candidata bem situada nas pesquisas, em todos os institutos, Zenaide vem sendo alvo de exploração política por conta do suposto envolvimento do seu irmão João Maia(PR), candidatos a deputado federal, e dos sobrinhos Gledson e Robson Maia, nos desvio de recursos do Ministério dos Transportes. 

Mais recentemente, ainda, tentam trazer de volta à cena os atos secretos do Senado que teriam sido praticados por um outro irmão, Agaciel Maia, quando diretor geral da mais alta casa legislativa do País. Agaciel(PR) já vai para a terceira eleição consecutiva de deputado distrital, em Brasília.


Federal prende ex-governador do Paraná

Alexandre Cavalcanti,

Confirmando o que já havíamos escrito, aqui mesmo, na coluna Pinga Fogo, a Polícia Federal prendeu, hoje, terça-feira, 11/09, o ex-governador do Paraná e candidato a senador, Beto Richa. Na operação, sua mulher. Fernanda Richa, também, foi presa. Richa é acusado de desvio de recursos públicos e lavagem.

A coluna Pinga Fogo alertou, dias atrás, sobre riscos de prisões em cima dos palanques eleitorais. São muitos os candidatos, - em todos os níveis -, envolvidos em denúncias de corrupção, especialmente, na Operação Lava Jato e outras.


Assembléia e Câmara Federal: disputa agora é prá valer

Alexandre Cavalcanti,

Serão 25 dias de campanha, três semanas de disputa acirradissima por uma cadeira na Assembléia Legislativa e na Câmara Federal. E a semana começa bem para três candidatos, - dois para estadual e um para federal.

A vereadora Eudiane Macedo (PTC), de Natal, entra firme na disputa para deputada estadual e assume a ponta. Ganhou apoios importantes em Natal, na Região Metropolitana, e nas regiões Central, Agreste e Potengi. Seu nome está entre os primeiros da coligação que trabalha para eleger três estaduais.

Disputam as três cadeiras a vereadora Eudiane Macedo, o vereador Ubaldo,  vereador Raimundo Mendes, Elaine Neves, o Cel. Fernandes, o ex-prefeito Peixoto, e o presidente do PTB, Geúlio Batista.

Na coligação RN-3, o vereador Flavinho, de Mossoró, ganha força na reta decisiva. Há informações de que o eleitorado de Rosalba(PP), que não quer votar em Larissa(PSDB), ruma para a candidatura de Flavinho. Suas chances aumentaram consideravelmente. O primeiro lugar segue firme com a deputada Cristiane Dantas.

Também estão na briga na mesma coligação, - PPL, PSL, PEN, DC, PSC -, o vereador Abidene, de Parnamirin; o vereador Cícero Martins, de Natal;  o advogado Luís Gomes, o Cel. Azevedo, dr. Daniel, dr. Edivaldo Leite, e Vilma, da Tv União.

Para a Câmara Federal, o crescimento da candidatura do ex-prefeito e ex-presidente da Femurn, Benes Leocádio (PTC), tem surpreendido os meios políticos.

Benes já deixou uma hipotética disputa pela última vaga de sua coligação e assumiu a segunda posição, perdendo apenas para o deputado Fábio Faria(PSD), candidato à reeleição.

As duas ou três últimas vagas estariam sendo disputadas pelos deputados Rafael Motta e Rogério Marinho, e ainda por João Maia, Carla Barbosa e Carla Dickson.


Defesa de Adélio Bispo não revela quem paga as despesas

Alexandre Cavalcanti,

Causa estranheza o fato de uma famosa banca de advogados, - NDCM Advogados Associados -, assumir prontamente a defesa do agressor do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL). O crime ocorreu, quinta-feira, 06/09, no município de Juiz de Fora, Zona da Mata, Minas Gerais.

Adovagos do escritório contratado disseram que a pessoa que assumiu as despesas não quer ser identificada. O mesmo escritório foi responsável pela defesa de "Bola", envolvido no caso de Elisa, uma modelo, assassinada pelo goleiro Bruno, do Flamengo.


Página do agressor de Bolsonaro some do Facebook

Alexandre Cavalcanti,

Sumiu do Facebook a página de Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado à faca contra o capitão Jair Bolsonaro (PSL), candidato a presidente da República. O crime de intolerância política ocorreu quinta-feira última, 06/09, em Juiz de Fora, zona da Mata, Minas Gerais.

A advogada Janaína Pascoal, uma das autoras do pedido de impeachment contra Dilma Rousseff (PT), disse que o autor postou em sua página, no Facebook, fotos vestindo camisa com os dizeres "Lula Livre".

Até o momento não há explicações sobre a ausência da página de Adélio Bispo no Facebook. Aparece apenas uma informação automática: "conteúdo indisponível".



Bolsonaro sofre atentado em Minas Gerais

Alexandre Cavalcanti,

O candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro, acaba de sofrer um atentado, durante ato de campanha, em Juiz de Fora, Minas Gerais. O seu filho, Flávio Bolsonaro, pediu orações através de sua conta no Twitter.

Bolsonaro estava nos braços de populares quando sentiu a facada. Foi imediatamente socorrido na Santa Casa de Juiz de Fora. O ferimento, segundo seu filho, foi superficial e o candidato passa bem.


1-20 de 1060